NO INICIO DO BLOG

20 de março de 2017

TEMAS DE REDAÇÃO PARA TREINAR A PRODUÇÃO TEXTUAL - SIMBORA!!


Redação tende a ser a parte mais importante dos vestibulares, e deve-se sempre estar atento em prováveis temas.
temas-relacionados-a-hiv-e-racismo_632271
A Redação tem sido a base mais importante da maior parte dos vestibulares do Brasil, sobretudo no Exame Nacional do Ensino Médio, conhecido popularmente como ENEM. Saber estruturar a redação dentro dos preceitos corretos, além de estar atento nas atualidades, é fundamental para desenvolver um bom texto. Todos os anos inúmeros vestibulandos e professores tentam desvendar o mistério dos temas de redação de vestibulares. Alguns são previsíveis, enquanto outros, inimagináveis. Para os vestibulares do ano de 2017, confira alguns temas para ficar de olho.
Os novos modelos de família: É um tema que já pode ser visto como clichê. Vem sendo trabalhado por escolas e cursinhos do país inteiro, e não seria surpresa para um estudante caso seja cobrado em um vestibular. No entanto, segue sendo um tema forte, e ter atenção no assunto é necessário. Conhecer os nomes dados a cada núcleo de família e citá-los em sua redação será um diferencial.
Trotes Violentos: De certo, um vestibulando que se deparar com esse tema não teria a vivência do mesmo para falar sobre, porém é um assunto para se atentar. Todos os anos são registrados casos de trotes universitários violentos e abusivos, e a cobrança desse tema pode dar visibilidade à discussão dele publicamente.
A terceira idade: Questões relacionadas à saúde e preconceito social permeiam esse tópico. A taxa de natalidade é decadente, enquanto a de mortalidade diminui. Com a constante tendência de aumento da população idosa, discorrer sobre o assunto pode ser uma surpresa em um tema de redação.
Apropriação cultural: Um tema que segue uma margem relacionada ao racismo, a apropriação cultural é um assunto discutido de forma ampla na atualidade. É bom se ater aos detalhes que giram em torno desse assunto, que visa discutir a marginalização da cultura negra, enquanto o uso de tal cultura pelos brancos não está sujeito ao mesmo preconceito.
Postar um comentário