No inicio do blog

27 de maio de 2015

Poison Garden


Um jardim bem incomum encontra-se situado na cidade de Alnwick, no Norte da Inglaterra. Diferente de muitos dos jardins que vimos por aí, este se dedica as espécies peculiares (para não dizer perigosas!). Nele encontram-se mais de 100 espécies de plantas venenosas.
Concebido por Helen Percy, a duquesa de Northumberland, percebeu que um jardim mortal seria bem mais interessante e que curiosos o procurariam para saber quais espécies podem matar e o poder assassino ao ser exposto a cada uma dessas plantas. É tão sério isso, que a curadora precisou de uma licença especial do governo britânico para cultivar e expor muitas espécies proibidas.
Aberto ao público desde 2005, o jardim contou com o apoio dos paisagistas belgas Jacques e Peter Wirtz, para que preparassem um lugar com muito verde e agradável aos visitantes. Todo o jardim é cercado por muros e grades, além de haver um grande aviso logo na entrada advertindo os visitantes: “Essas plantas podem matar”. Até funcionários do local respeitam essa advertência, utilizando equipamentos de proteção ao manusear as plantas.
No jardim mais venenoso do mundo, são cultivadas espécies venenosas, alucinógenas e medicinais de vários países, como beladona, mandrágora, cicuta, noz-vômica, dentre outras.As visitas são conduzidas por guias que contam as lendas e fatos científicos de cada planta. Apesar de todo o cuidado e placas por todos os lados, algumas plantas ficam expostas em grande gaiolas para não haver riscos de curiosos tocá-las ou cheirá-las. Existem plantas tóxicas que podem matar ou adoecer apenas através do toque ou aspiração.
poison04
Concebido por Helen Percy, a duquesa de Northumberland, percebeu que um jardim mortal seria bem mais interessante e que curiosos o procurariam para saber quais espécies podem matar e o poder assassino ao ser exposto a cada uma dessas plantas. Foto: walkingontherainbows
É preciso tomar muito cuidado com todas elas, pois algumas flores são tão lindas apesar de mortais, e outras parecem tão inofensivas que é difícil imaginar seu perigo. As belíssimas vincas e os narcisos são exemplo disso.
E, como já foi dito, plantas produtoras de narcóticos se encontram por lá, como a papoula, a Cannabis sativa e ainda espécies de cogumelos alucinógenos. Também plantas cultivadas que são ditas medicinais, mais que, dependendo da dose ou da parte da planta, se tornam mortais. Uma amostra disso é a mamona e sua pequena semente. Só uma semente é necessária para matar um adulto de forma terrível. “A mesma planta que cura, pode te matar!”, diz um aviso.
Como diz a duquesa, patrona do jardim: “A maioria das plantas que matam são bastante interessante”.
E aí, tem coragem de fazer uma visita?
Curiosidade: Plantas que se tornaram famosas por serem citadas em poções nos livros e filmes do Harry Potter estão por lá. Aliás, o próprio jardim já foi cenário para as filmagens dos bruxinhos de Hogwarts.
Jardines-venenosos-Alnwick-2
Aberto ao público desde 2005, o jardim contou com o apoio dos paisagistas belgas Jacques e Peter Wirtz, para que preparassem um lugar com muito verde e agradável aos visitantes. Foto: thetabula
Alnwick-garden
Todo o jardim é cercado por muros e grades, além de haver um grande aviso logo na entrada advertindo os visitantes: “Essas plantas podem matar”. Até funcionários do local respeitam essa advertência, utilizando equipamentos de proteção ao manusear as plantas. Foto: bioradar
growing-excitement-0-800x500
É preciso tomar muito cuidado com todas elas, pois algumas flores são tão lindas apesar de mortais, e outras parecem tão inofensivas que é difícil imaginar seu perigo. As belíssimas vincas e os narcisos são exemplo disso.

ENEM- inscrições


Se você ainda não concluiu sua inscrição no Enem 2015 e vem enfrentando dificuldades para fazê-lo, saiba que não é o único. Desde a abertura do prazo, às 10h da última segunda-feira (25), inúmeros estudantes entraram em contato com nosso Portal reclamando de dificuldades para realizar o processo na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).
O motivo? Problemas técnicos no sistema de inscrições do exame nacional. Páginas que não carregam, links que não funcionam, opções de preenchimento de campo incompletas, não reconhecimento de dados como CEP e CPF e sessões expiradas são apenas algumas das complicações relatadas por candidatos que ainda não conseguiram garantir sua participação na prova.
Todos estes transtornos ocorrem devido a quantidade excessiva de visitantes simultâneos que sobrecarregam os servidores do Inep, causando instabilidade e lentidão no site do Enem. Posto isso, o ideal é você procure evitar acessar o sistema em momentos de pico do dia. De acordo com o próprio instituto, é recomendável realizar a inscrição em horários alternativos, entre as 6h e 7h, ou à noite, após às 20h.
Outra orientação é para que você não deixe para “correr atrás” de sua inscrição na última hora. Apesar do prazo encerrar somente no dia 5 de junho, até a manhã deste terceiro dia 910 mil participantes haviam se registrado, somente 10% dos 9 milhões de inscritos esperados pelo Ministério da Educação. Isso indica que muitos farão o registro somente nos últimos dias, o que deve aumentar mais ainda o congestionamento e o risco de quedas no servidor.
Para se inscrever no Enem 2015, siga os passos desta matéria. O prazo para pagamento da taxa de R$ 63 encerra-se no dia10 de junho, lembrando que candidatos que estão encerrando o ensino médio em escolas públicas estão isentos e que estudantes de baixa renda podem declarar carência.

26 de maio de 2015

Redação - importante

Redação Enem: Criando Introdução Por Contexto Histórico | Enem



Muitas pessoas têm dificuldade em iniciar um texto. Primeiramente, precisamos entender qual é o objetivo da introdução de uma dissertação-argumentativa: ela serve para contextualizar o leitor do tema que será tratado.
Isso é necessário pois devemos escrever o texto imaginando que qualquer pessoa possa fazer sua leitura, ou seja, deve ser compreensível a todos e não apenas ao corretor. Dessa forma, não podemos supor que o leitor da dissertação tenha lido a proposta de redação anteriormente e saiba qual é o tema.
Há várias formas de contextualizar o tema para o leitor, isto é, demonstrar brevemente sobre o que dissertaremos. Podemos fazer isso definindo uma palavra-chave, citando algum pensador ou especialista, apresentando dados estatísticos, realizando comparações socioeconômicas, geográficas etc.
Mas de todas as maneiras de introduzir a redação, a contextualização histórica parece ser a “queridinha” da maioria dos estudantes. E, por isso, ela merece atenção e muito cuidado. O método condiz em explicar um fato histórico que tem alguma ligação com o tema tratado. Vejamos alguns exemplos úteis retirados do Guia do Participante do Inep.
Tema: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI (Enem 2012)
Durante, principalmente, a década de 1980, o Brasil mostrou-se um país de emigração. Na chamada década perdida, inúmeros brasileiros deixaram o país em busca de melhores condições de vida. No século XXI, um fenômeno inverso é evidente: a chegada ao Brasil de grandes contingentes imigratórios, com indivíduos de países subdesenvolvidos latino-americanos.
(Gabriela Araujo Attie)
Tema: Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado (Enem 2011)
Devido à sua natureza social, o ser humano, durante toda a sua história, dependeu dos relacionamentos para conviver em comunidade e assim transformar o mundo. Hoje, as redes sociais na internet adquirem extrema importância, visto que são os principais meios através dos quais as pessoas se relacionam diariamente.
(Wellington Gomes de Souza)
Percebe-se, nos dois casos, que o relato histórico citado no início do texto tem relação direta com o tema que é apresentado logo a seguir. (Emigração em 1980 e imigração no século XXI; Relacionamentos em “toda a história” e redes sociais atualmente).
Portanto, sempre que realizar uma introdução por contexto histórico, atente-se se o fato histórico tem relação com o tema a ser apresentado, evitando, assim, que a introdução fique desconectada com o restante do texto ou que ocorra fuga ou tangenciamento ao tema.
Na maioria das vezes, isso acontece porque o estudante deseja mostrar conhecimento de outras disciplinas (no caso, história) para a banca avaliadora. É comum ver textos citando “Desde os primórdios”, “Na Antiguidade”, “No tempo das cavernas”, “Na Roma Antiga” etc. Evite fazer referências assim pois elas são abstratas (não específicas) e muito provavelmente não terão ligação com o tema e com seu posicionamento.

Exercícios sobre verbos - segundão



PREENCHA AS FRASES COM OS VERBOS PEDIDOS NO MODO INDIC.:

  1. COMO............................CONCLUIR A VIAGEM, SE FIQUEI SEM O DINHEIRO? ( PODER - FUT.PREST)
  2. AS LOUÇAS ......................... SEMPRE.( QUEBRAR - PRET.IMP)
  3. O CORONEL E SEUS FILHOS ...................................MUITO DO COMPADRE.( GOSTAR - PRET.IMP)
  4. ELE .......................... QUE ERA DE CORAÇÃO.(RESPONDER - PRET.PERF)
  5. O RAPAZ ..............................DOENTE.( PARECER - PREST)
  6. ELES A ............................. COM  SURPRESA.(FITAR - PRET.IMP)
  7. O PEIXINHO ........................AFOGADO.(MORRER - PRET.PERF)
  8. OS MENINOS ...................................À PESCARIA.( ASSISTIR - PRET.+Q. PERF)
  9. O TREM ............................E ...............................AS MENINAS CHORANDO.(PARTIR - DEIXAR - PRET.PERF)
  10. EU .............................SABER OS VERBOS.(QUERER - PREST)
  11. TU ...............................COMIDA AOS PEIXES.( ATIRAR - FUT.PREST)
  12. TU O .................................NO BOLSO. ( GUARDAR - PRET.IMP)
  13. TODOS ........................ ALEGRES.(PARTIR - PREST)
  14. O PEIXINHO O ......................................A TROTE.( ACOMPANHAR - PRET.IMP)
  15. ELE O ..............................NO BOLSO.( GUARDAR - PRET.PERF)
  16. ELE .......................................COM  IODO A GARGANTA.( PINCELAR - PRET.+Q.PERF)
  17. O HOMEM E O PEIXINHO ..............................NO RIO. (PASSEAR - PREST)
  18. O HOMEM .............................COMIDA AOS PEIXES.( ATIRAR - PRET.IMP)
  19. O HOMEM .............................O ANZOL.( RETIRAR - PRET.+Q.PERF)
  20. NÓS ............................À PESCARIA.(ASSISTIR - PRET.+Q.PERF)
  21. EU E ELA .............................PASSANDO.( IR - PRET.IMP)
  22. NÓS ..............................E .........................O TRABALHO.( SABER - FAZER - PRET.PERF)
  23. ELA NÃO QUER VENDER O QUE ................................( POSSUIR - PREST)
  24. ELES .............................MESMO QUANDO ..............................(RIR - SOFRER - PREST)
  25. NÓS JÁ ................................DE TUDO.(SABER - PRET.IMP)
  26. NÓS NÃO ................................NADA.( DIZER - PRET. IMP)
  27. TU CRESTE NO QUE ELES .............................? ( DIZER - PRET.PERF)
  28. VOCÊS ............................O QUE ELES PEDIRAM? ( TRAZER - FUT.PREST)
  29. ELES NÃO ............................ESSE DINHEIRO.( VALER-PREST.)
  30. TU NUNCA ..............................ESTE BICHO?( VER - PRET.PERF)
  31. EU NÃO O .....................................(COMPREENDER - PREST)
  32. ELE ............................EM MIM.(BATER - PERT.PERF)
  33. NÓS ................................DE ESTUDAR BASTANTE.( HAVER - PREST)
  34. VOCÊS JÁ .........................GRANDES.( SER - PREST)
  35. TU NADA ............................A DIZER.( TER - PRET.PERF)
  36. EU NADA ....................EXPLICAR.( PODER - PRET.PERF)
  37. ELE JÁ FOI RICO E ............................DE TUDO.( TER - PRET.PERF)
  38. NÓS .......................................DE TUDO.( TER - PRET.IMP)
  39. NÓS ...............................RICOS.( SER - PERT.IMP)
  40. ELE NÃO .............................OS ALIMENTOS.( INGERIR - PREST)
  41. EU NÃO ..............................A RECEITA.( SEGUIR - PRET.PERF)
  42. COMO É QUE TU ..........................SEGUIR-ME?( IR - PRET.IMP)
  43. AQUI TU NÃO .......................( CABER - PREST)
  44. NÓS NÃO ............................MERENDA.( TRAZER - PRET.PERF)
  45. PAPAI ME ......................O DINHEIRO?( DAR - PREST)
  46. A BOLA NÃO....................................NA CAIXA.( CABER - PRET.PERF)
  47. MARCOS NÃO .......................JOGAR.( QUERER - PERT.PERF)
  48. OS VENTOS ............................AS CHUVAS.( TRAZER - FUT.PREST)
  49. JOÃO FEZ O QUE ..............................(PODER - PERT.PERF)
  50. QUEM .............................A BOLA? ( TRAZER - PERT.PERF)
  51. JOEL ..............................A MÃO NO BOLSO.( PÔR - PET.PERF)
  52. EU ................................UM RUÍDO ESTRANHO.( OUVIR - PREST)
  53. ELA NÃO ....................BEM.( OUVIR - PERT.PERF)
  54. NÃO ..........................TEMPO.( HAVER - PRET.PERF)
  55. NÓS .........................QUE VOCÊ IRIA.( SUPOR - PERT.IMP)
  56. EU NÃO ...............................O QUE RESPONDER.( SABER - PRET.PERF)
  57. EU NÃO ..............................ALI.( CABER - PREST)
  58. EU NÃO ............................... FICAR AQUI.( PODER -PREST)
  59. ALGUNS ALUNOS ...................................A PÉ.( VIR - PREST)
  60. O QUE OS OLHOS NÃO ........................, O CORAÇÃO NÃO SENTE.( VER - PREST)
  61. TU ...................CORAJOSO! (SER - PREST)
  62. NÓS ..............................AJUDADOS POR UM TIO.( SER - PRET.IMP)
  63. ONTEM NÃO ..........................AULA.( HAVER - PERT.PERF)
  64. ELAS NÃO .............................BRINQUEDOS.( TER - PREST)
  65. ELA ..............................TRABALHADO MUITO.( TER - PREST)
  66. NÓS ..........................CHEGADO CEDO.( HAVER - PERT.IMP)
  67. O TOURO ...............................FURIOSO.( PARTIR - PERT.PERF)
  68. NÓS ................................ UM PRÊMIO AO VENCEDOR.( OFERECER - FUT.PREST)
  69. OS FRANCESES SE ................................NO RIO DE JANEIRO.( ESTABELECER - PERT.+Q.PERF)
  70. ATÉ QUANDO, LEONORA, ...............................DE NOSSA PACIÊNCIA? (ABUSAR - FUT.PREST)
  71. TU .............................PREOCUPADO COM MINHA AUSÊNCIA? ( ESTAR - PRET.+Q.PERF)
  72. AO MEIO-DIA, ................................AS AULAS.( TERMINAR - PREST)
  73. SE VOCÊS FOSSEM PEGAR, NÃO .........................EM QUÊ.( ACHAR - PERT.IMP)
  74. COMO VOCÊS ..............................DO VENDEDOR?( FUGIR - PREST)
  75. TU ................................PARA QUE EU PUSESSE TUDO EM ORDEM.( VIR - PRET.PERF)
  76. QUANDO EU VIER, ELE......................( IR - FUT.PREST)
  77. O MAJOR .......................SOBRE SI O PESO DE 60 JANEIROS.( TRAZER - PRET.IMP)
  78. NÓS ............................ACERTADA A TUA ESCOLHA.( CRER - PREST)
  79. SE NÃO CHOVER, EU .........................ATÉ LÁ.( IR - FUT.PREST)
  80. OS ALUNOS  ESFORÇADOS .................................NO FIM DO ANO.( PASSAR - FUT.PREST)
  81. TU, CARLOS E EU ................................( PROTESTAR - PRET.PERF)
  82. ONTEM, ............................DE ÔNIBUS OS ALUNOS EXCURSIONISTAS.( SAIR - PRET.PERF)
  83. .................................O GENERAL E OS SOLDADOS.( MORRER - PRET.PERF)
  84. OU VOCÊS .........................ISSO, OU SOMEM.( CONSEGUIR - PREST)
  85. TU .........................TUDO, MAS NÃO .......................NADA.( SABER-DIZER - PRET.IMP)
  86. TU NÃO ....................................NADA.(VALER - PREST)
  87. ÉRICO VERÍSSIMO ..........................CLARISSA.( ESCREVER - PRET.PERF)
  88. JÚLIO ......................HÁ CINCO ANOS.( PARTIR - PRET.PERF)
  89. O FOGO ...................................OS METAIS.( AMOLECER - PREST)
  90. A FLOR SE .........................PARA RECEBER O ORVALHO.( ENFEITAR - PRET.PERF)
  91. EU ...............................O CAVALO À ESTAÇÃO.( MANDAR - PRET.PERF)
  92. O BALÃO ........................ÀS ALTURAS. ( SUBIR - FUT,PREST.)
  93. ELES O ...............................DE BOBOCA.(APELIDAR - PRET.+Q.PERFE)
  94. AQUELES  É QUE ....................OS PRISIONEIROS? (SER - FUT.PREST)
  95. A PAISAGEM ..............................-SE IMENSA E TRANQUILA.( ESTENDER - PRET.IMP)
  96. NÓS .............................A CAVALO. ( VIAJAR - PRET.+Q.PERF)
  97. A MENINA .............................SEU AMIGO.( SALVAR - PERT.PERF)
  98. AMANHÃ, O PRESIDENTE ...................AQUI.( VIR-FUT.PREST)
  99. DEPOIS DE MESES, TU .............................AO LUGAR.( VOLTAR - PRET.+Q.PERF)
  100. O CACIQUE ................................ O CACHIMBO.( FUMAR - PRET.IMP.)
  101. OS ÔNIBUS ......................NA GARAGEM.( ENTRAR - FUT.PREST)
  102. O GENERAL E OS SOLDADOS......................., SE TU ESTIVESSES LÁ.( MORRER - FUT.PRET)
  103. TU ....................OS INGRESSOS?( COMPRAR - PRET.PERF)
  104. DEUS ....................INTELIGÊNCIA AO HOMEM.( DAR - PREST)
  105. SE EU TIVESSE VISTO, .................TUDO.( CONTAR - FUT.PRET.)
  106. ELAS O .........................( BEIJAR - FUT.PREST)
  107. TU ...................A LEI? ( DESAFIAR - PRET.PERF)
  108. VOCÊS ....................A EXPLICAÇÃO NESTE LIVRO.( ENCONTRAR - FUT.PRET)
  109. O ALUNO ...................O PROFESSOR ATENTAMENTE.( OUVIR - PRET.IMP)
  110. NÓS .............................DE MADRUGADA.( SAIR - PREST)
  111. OS ALUNOS ..........................DE TREM.( CHEGAR - PRET.IMP)
  112. NÓS .......................COM O MÉDICO.( CONVERSAR - PRET.PERF)
  113. TUDO ........................COM O TEMPO.( APAGAR - PREST)
  114. ELES .......................TEMPO ESCUTANDO.( PERMANECER - PRET.+Q.PERF)
  115. A ILHA .......................DESERTA.( ESTAR - FUT.PRET.)
  116. ELA ...............................DE CARINHO.( NECESSITAR - PREST)
  117. NÓS ................................À FESTA DE SÃO JOÃO? ( IR - FUT.PREST)
  118. MARCELO ..........................MEDO DAS TROVOADAS.( TER - PRET. IMP)
  119. ELE......................FORTUNA COM A CAÇA.( FAZER - PRET.IMP)
  120. NÓS ...............................LÁ.( ESTAR - FUT.PREST)
  121. NÓS NÃO ............................O CADERNO.( TRAZER - PERT.PERF)
  122. VOCÊS ............................O QUE ELES PEDIREM.( TRAZER - FUT.PREST)
  123. EU NADA ............................EXPLICAR.( PODER - PERT.PERF)
  124. ENQUANTO JOSÉ ............................, SÔNIA DORMIA.( TRABALHAR - PRET.IMP)
  125. O HOMEM BATIA À PORTA E A MOÇA .........................NÃO OUVIR.( FINGIR - PRET.IMP)
  126. A JUNTA..........................SOBRE O ASSUNTO.( DECIDIR - FUT.PREST)
  127. O CACHO ............................. NA BANANEIRA.( APODRECER - PRET.PERF)
  128. TU ..........................SURDO? NÃO ME OUVES?( ESTAR - PREST)
  129. TU ..............................NELA?( BATER - PRET.PERF)
  130. ELES ........................DE ESTUDAR.( HAVER - PREST)
  131. OU VOCÊS .............................ISSO, OU SOMEM!( CONSEGUIR - PREST)
  132. NÓS NADA............................EXPLICAR.( PODER - PRET.PERF)
  133. EU NADA ...............................EXPLICAR.( SABER - PRET.PERF)
  134. TU TINHAS TUDO E ..........................RICO.( SER - PRET.IMP)
  135. LEMBRE DO QUE JÁ ..............................( FAZER - PRET.PERF)
  136. TU ..............................AS PLANTAS.( AGUAR - PREST)
  137. SE SOUBESSES, TU .................................? ( DIZER - FUT.PREST)
  138. ELA NÃO ME ...............................NENHUM PRESENTE.( DAR - PRET.PERF)
  139. ELES .........................O QUE EU QUISESSE.( TRAZER - FUT.PREST)
  140. ELE ..............................EXPLICAR-SE.( PODER - PRET.PERF)
  141. TU ...................................ME VER? ( VIR - PRET.PERF)
  142. EU E ELE ...................................PASSANDO, QUANDO O VIMOS.( IR - PRET.IMP)

Proposta de redação - primeirão

 



Meio ambiente e ecologia são assuntos normalmente incômodos para líderes governamentais, pois colocam em evidência a difícil relação entre a sociedade de consumo e a natureza. Com o culto ao novo, ao tecnológico, produtos que poderiam durar anos passam a ser descartados em tempos curtíssimos e de modo irregular, acelerando a geração de lixo. O uso desenfreado do plástico é outro problema, pois seu longo período de vida faz com que os danos à natureza sejam agravados. Pressionados por defensores do meio ambiente, órgãos do governo criam, às vezes, medidas isoladas, como a que proibiu a distribuição de sacolinhas plásticas em supermercados e outros pontos comerciais. Mas, afinal, o lixo é responsabilidade de quem? Que problemas ele pode trazer futuramente para a sociedade? O que precisa ser feito para que o lixo não provoque estragos ainda maiores ao meio ambiente e, consequentemente, à vida no planeta?

Tendo como base as ideias apresentadas no texto acima, faça uma dissertação sobre o tema: 
        A questão do lixo nas sociedades de consumo          


Observações

Seu texto deve ser escrito na norma culta da língua portuguesa;

Deve ter uma estrutura dissertativo-argumentativa;

Não deve estar redigido sob a forma de poema (versos) ou narração;

A redação deve ter no mínimo 25 e no máximo 30 linhas escritas;

Não deixe de dar um titulo à sua redação.