NO INICIO DO BLOG

29 de agosto de 2012

Antenados!!!!!!!!

Assisti a apresentação.
Assisti à apresentação.
Os dois contextos estão certos?
Ruyzão antenado!!!!!!!!!

25 de agosto de 2012

Vamos lá ... qual a diferença de sentido?

Ele cheira  à alho.

Ele cheira a alho.

Ruyzão antenado!!!!!!

Bom, gurizada, aguardei que alguém comentasse, se o fizesse teria 10 pontos na média, como não houve o argumento de razão, acabou o tempo.

Vejam - o coitado do alho é masculino, logo não há crase e sim o a é somente artigo.

Ele escreve a lápis.Outro exemplo, lápis é masculino. Ok!!!!

Fiquem antenados, vem mais por aí. 

18 de agosto de 2012

Tema de redação

"Temos que ser céticos."

" Isso nos deixa com os pés no chão."

"Sou um doente otimista."

"O mundo não está em perigo e, sim o homem."

"É pau é pedra, é o fim do caminho.
É um resto de toco, é um pouco sozinho.
É um caco de vidro, é a vida, é o sol.
É a noite, é a morte, é o laço, é o anzol."

Produza um texto dissertativo-argumentativo sobre - Qual a promessa de vida que podemos ter frente aos desafios colocados no século XXI?

Modelo  UFRGS ou ENEM,escreva uma produção textual.

Tema de redação

Inexiste no mundo coisa mais bem distribuída que o bom senso, visto que cada  indivíduo acredita ser tão bem provido dele que mesmo os mais difíceis, de satisfazer em qualquer outro aspecto, não costumam desejar possuí-lo mais do que já possuem. E  é improvável que todos se enganem a esse respeito, mas isso é antes uma prova de que o poder de julgar de forma correta e discernir entre o verdadeiro e o falso, que é justamente o que é denominado bom senso ou razão, é igual em todos os homens, e, assim sendo, de que a diversidade de nossas opiniões não se origina do fato de serem alguns mais racionais que outros, mas apenas de dirigirmos nossos pensamentos por caminhos diferentes e não considerarmos as mesmas coisas, pois é insuficiente ter o espírito bom, o mais importante é aplicá-lo bem.
Escreva uma produção textual, baseando-se no fragmento de texto, modelo ENEM ou UFRGS, dê um título ao seu texto.

Tema de redação

O termo "idiota" aparece em comentários indignados, cada vez mais frequentes no Brasil, como política  é coisa de idiota. O que podemos constatar é que acabou se invertendo o conceito original de idiota, pois  a palavra idóles, em grego, significa aquele que só vive a vida privada,  que recusa a política, que diz não à política. Talvez devêssemos retomar esse conceito como aquilo que vive fechado dentro de si e só se interessa pela vida de âmbito pessoal. Sua expressão generalizada é "não me meto em política."
Com base no texto escreva uma redação em prosa, modelo UFSM, dê um título a sua redação.

Tema de redação

O romance Ateneu é uma das obras mais importantes do realismo brasileiro. trata-se de uma narrativa  em primeira pessoa, em que o personagem Sérgio, já adulto, conta sobre seu tempo de aluno interno no Colégio Ateneu. A ação do livro transcorre no ambiente fechado e corrupto do internato, onde convivem crianças, adolescentes, professores e empregados. É dado início do romance com o pai de Sérgio advertindo:
"Vais encontrar o mundo, disse-me meu pai, à porta do Ateneu. Coragem para a luta."
Escreva um texto dissertativo-argumentativo, em prosa, sobre o tema proposto.
Dê um título ao seu texto, modelo ENEM.

11 de agosto de 2012

TEMA DE REDAÇÃO

A IMPRENSA É A VISTA DA NAÇÃO. POR ELA É QUE A NAÇÃO ACOMPANHA O QUE LHE PASSA AO PERTO E AO LONGE, ENXERGA O QUE LHE MALFAZEM, DEVASSA O QUE LHE OCULTAM E TRAMAM, COLHE O QUE LHE SONEGAM, PERCEBE ONDE LHE ALVEJAM OU NODOAM, MEDE O QUE LHE CERCEIAM OU DESTROEM, VELA PELO QUE LHE INTERESSA E SE ACAUTELA DO QUE AMEAÇA. - ESSA - 2009 

TEMA DE REDAÇÃO

A MÍDIA E A PUBLICIDADE SÃO RESPONSÁVEIS PELA BUSCA DE UMA IMAGEM PADRONIZADA DE BELEZA?

Tema de redação

TODO CONCEITO É RELATIVO?

7 de agosto de 2012

5 de agosto de 2012

Elis Regina & Tom Jobim - "Aguas de Março" - 1974

video aula de portugues pasquale 1

Tema de redação

Os meios de comunicação, quer queiram ou não , atrelam-se à sociedade e muitos acham as atitudes dos personagens normais, modernas. Uns seguem a moda, as gírias, os costumes pois, segundo a mídia, somos influenciados pelo contexto das novelas, principalmente.
O homem, em uma dessas apresentações, em Avenida Brasil, decide reviver um costume dos países árabes: ter várias mulheres, estabelecer regras de convívio, um harém. Àqueles que , até então, julgavam como crime a poligamia, talvez estejam mudando de opinião. Há uma normalidade tão fora do comum nesse enfoque que , dificilmente, haja uma crítica a respeito.
Qual é a sua opinião a respeito da fidelidade no casamento? Seria, hoje, normal o homem ou a mulher buscar mais de um parceiro como forma de satisfação sexual? 
Faça-o em 25 a 30 linhas, dê um título ao seu texto.  

4 de agosto de 2012

...........................................

Quando se decide por uma greve,diga-se dos professores universitários, busca-se aquilo que, dentro dos "padrões normais", não se consegue. Paradoxalmente,"meios normais" é tudo, de acordo com a lei, que se deveria manter e ter qualidade dentro de uma instituição educacional. As universidades federais estão em greve há quase 90 dias e pouco se resolveu. A quem convive com  material sucateado, laboratórios sem condições, má remuneração de seus professores é passível até uma intervenção para que tais educandários fechem temporariamente e sejam reformados.
Falar que a paralisação é individualista,segundo Mercadante, que não se pensa no coletivo é, no mínimo, temerário, pois está embutido em todas as propostas a melhoria de um sistema que beneficiará a todos, e já não pode  ter continuidade se assim permanecer. Além disso, o coletivo sempre   estará atrelado, porque busca, nesse caso, a normalidade material e a formação de profissionais competentes e é o que a sociedade quer.
Equivoca-se,em suas premissas, quem  faz uma leitura célere ou frívola a respeito dessa paralisação. A reestruturação , não somente da carreira do docente, mas do todo deve ser sim efetivada, através do diálogo constante e da prioridade que tal assunto tem. O governo pouco ou nada faz para mudar  a retórica, uma reflexão do verdadeiro tratamento que a educação, em todos os níveis, deveria ter. Além disso, foi jocosa a manifestação do Ministro da Educação sobre a questão da infraestrutura das universidades,  "tudo está bem", conclui-se que pouco ou nada  sabe do que realmente ocorre.
O movimento não se trata de discurso eleitoreiro ou midiáticos. Trata-se da questão educacional, do profissional de que precisamos para que seja auferido à  sociedade um melhor tratamento em qualquer carreira. Para que tal ocorra é necessário coragem e continuar nessa luta que pouco ou nada se faz, por parte do governo, quanto à precarização de todo o sistema educacional, não somente universitário, mas do todo, fundamental, médio e afins  no Brasil. Estamos sempre à mercê de discursos eleitoreiros tão pobres, tão superficiais quanto nosso sistema educacional.
Marlene Sagave