NO INICIO DO BLOG

31 de dezembro de 2010

Tema subjetivo

4. "O que vale não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando no fim terás o que colher." Posicione-se em um texto dissertativo argumentativo.

Tema subjetivo

3. Pode-se vencer pela inteligência, pela habilidade ou pela sorte, mas nunca sem trabalho. Faça um texto dissertativo argumentativo, com 25 a 30 linhas, posicionando-se a respeito da assertiva.

Tema Subjetivo

Milinami com carinho para você !!!!!!
2. Preconceito: formas de superá-lo. Argumente de forma consistente a afirmativa em 25 a 30 linhas.

Temas Subjetivos

1. Pode o amor justificar qualquer atitude tomada em nome dele? Argumente em um texto dissertativo argumentativo de forma que responda a afirmação.

20 de dezembro de 2010

Falta aprender o que é sustentabilidade

Pesquisa dos institutos Ethos e Akatu mostra que aumentou o número de consumidores indiferentes às questões ligadas à saúde do planeta
Em um país com economia frenética, falar de consumo consciente não é algo simples. Para traçar um perfil da relação dos brasileiros com o ato da compra, o Instituto Akatu e o Instituto Ethos acabam de lançar a pesquisa O Consumidor Brasileiro e a Sustentabilidade.
Os 800 questionários aplicados em 12 regiões metropolitanas do Brasil em julho deste ano trazem dados como uma redução em hábitos ligados a economia de energia e água e um aumento do número de indiferentes ao tema, de 25% em 2006 para 37% em 2010. Por outro lado, a camada da população considerada consciente manteve-se estável, em relação ao último estudo, na faixa dos 5%.
Uma das características inovadoras do estudo, de acordo com Aron Belinky, consultor do Ethos e coordenador de conteúdo da pesquisa, é relacionar a agenda do consumidor com as ações das empresas. Para grande parte das pessoas, temas como combate à discriminação e ao aquecimento global e educação para o consumo consciente deveriam estar no foco da ação empresarial. Por outro lado, as áreas em que as empresas trabalham melhor são a proteção dos direitos do consumidor e a governança ambiental.
Outra questão que merece atenção é a consciência do público quando o tema é sustentabilidade. Para 19%, a definição absorvida é errada, enquanto a maioria, 56%, garante nunca ter ouvido falar no assunto. Ainda assim, Belinky alerta para um fato positivo:
– Colocadas em frente a exemplos, as pessoas sabem quais ações são importantes. O que ainda não dominam é o conceito.Falta aprender o que é sustentabilidade
Pesquisa dos institutos Ethos e Akatu mostra que aumentou o número de consumidores indiferentes às questões ligadas à saúde do planeta
Em um país com economia frenética, falar de consumo consciente não é algo simples. Para traçar um perfil da relação dos brasileiros com o ato da compra, o Instituto Akatu e o Instituto Ethos acabam de lançar a pesquisa O Consumidor Brasileiro e a Sustentabilidade.
Os 800 questionários aplicados em 12 regiões metropolitanas do Brasil em julho deste ano trazem dados como uma redução em hábitos ligados a economia de energia e água e um aumento do número de indiferentes ao tema, de 25% em 2006 para 37% em 2010. Por outro lado, a camada da população considerada consciente manteve-se estável, em relação ao último estudo, na faixa dos 5%.
Uma das características inovadoras do estudo, de acordo com Aron Belinky, consultor do Ethos e coordenador de conteúdo da pesquisa, é relacionar a agenda do consumidor com as ações das empresas. Para grande parte das pessoas, temas como combate à discriminação e ao aquecimento global e educação para o consumo consciente deveriam estar no foco da ação empresarial. Por outro lado, as áreas em que as empresas trabalham melhor são a proteção dos direitos do consumidor e a governança ambiental.
Outra questão que merece atenção é a consciência do público quando o tema é sustentabilidade. Para 19%, a definição absorvida é errada, enquanto a maioria, 56%, garante nunca ter ouvido falar no assunto. Ainda assim, Belinky alerta para um fato positivo:
– Colocadas em frente a exemplos, as pessoas sabem quais ações são importantes. O que ainda não dominam é o conceito.

Notícia que vira estatística

É alarmante que pessoas flagradas dirigindo embriagadas, ou que ultrapassaram 20 pontos em suas carteiras de motorista, continuem transitando livremente e colocando em risco pedestres e outros condutores que respeitam a legislação de transito. Para coibir efetivamente essa situação, acaba de ser publicada a Resolução 34/10 do Conselho Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul. Ela deve colaborar para o cumprimento da penalidade de suspensão do direito de dirigir de mais de 12 mil condutores, por meio de ações conjuntas com vários órgãos ligados ao transito.
Objetivamente, será crime de desobediência e crime de transito, previstos nos artigos 330 do Código Penal e 307 do Código de Transito Brasileiro, não entregar a CNH ao órgão de trânsito, deixando de conduzir veículo pelo prazo determinado em cada caso. Com esta medida, se ataca também a sensação de impunidade devida ao grande número de recursos possíveis – uma constante nestes casos. Um condutor que é flagrado embriagado tem direito a seis recursos antes de ter sua habilitação suspensa. Compare-se com um assassino comum. Esse tem à sua disposição, em média, três recursos para tentar reverter sua condenação, mas o condutor embriagado, que se transforma em um assassino em potencial por assumir o risco de conduzir o veículo nestas condições, tem direito ao dobro de chances para tentar provar sua inocência, e isso em um processo em que a prova é inequívoca e cabal.
Não se quer atacar qualquer principio constitucional ou negar o direito à ampla defesa, mas, sim, efetivar uma lei vigente e a uma condenação confirmada por todas as instâncias administrativas.
A sensação de impunidade que impera atualmente faz com que esses 12 mil infratores de transito continuem dirigido, desviando de barreiras policiais e de agentes de transito, para continuar a cometer infrações e colocar em risco a sua vida e a vida de outros.
Em um país em que o numero de homicídios dolosos (com intenção de matar) foi ultrapassado pelo número de mortos em acidentes de transito, é hora de repensar o tema. O Conselho Estadual de Transito do RS dá sua contribuição, colaborando para retirar da circulação aqueles que não respeitam as regras. Somente com educação e punição exemplar aos maus condutores será possível a redução no número de mortes, que, de tantas que se somam, deixam de ser notícia e passam a ser estatística. O primeiro passo foi dado.
Fonte Zero Hora

17 de dezembro de 2010

Um abraço

A todos os que compartilharam e juntos melhoramos um pouco mais a educação, um abraço. Boas festas e que o ano vindouro seja de desafios, pois sem eles não poderíamos continuar essa intrigante caminhada da vida. Ah, aos que ainda vão prestar vestibular, sucesso. Beijos

16 de dezembro de 2010

Felicidade sem ilha deserta

Estava sozinha quando uma garota se aproximou cheia de patrocínios na camiseta, e me deu o convite para uma festa dizendo: " cara, essa balada vai mudar sua vida." Pensei um pouco com meus botões e respondi: "então eu não vou, não quero que minha vida mude." Ela não entendeu, achou que eu estava tirando saro da cara dela e saiu distribuindo seus convites festivo revolucionários.
Se ela quisesse ouvir,eu diria que estou feliz com minha vida, namoro, amo, trabalho com que mais gosto, moro numa casa e não tenho nenhuma doença. Claro, nem tudo é maravilhoso, mas somando minhas angústias, minhas topadas de dedinho do pé no batente da porta, acho que sou feliz. Não sou bobo de achar que é mérito só meu a minha felicidade. Tive tudo a meu favor; pais maravilhosos, comida boa, escola liberal, livros, filmes, música, e, quando mesmo com tudo isso percebi que não estava contente, meus pais me levaram a uma psicóloga para me ajudar com minhas angústias.
A felicidade é uma conquista difícil. Difícil, mas não impossível nem tão distante de nossa realidade. O pensamento que deu origem à frase da garota da festa me parece ser o seguinte: a felicidade é o oposto do que vivemos. Isso expressa bem naquela ideia do cara que ganha na loteria, larga tudo e vai para uma ilha deserta ser feliz. Que horror ! Se para ser feliz é preciso largar tudo então nada do que fazemos é legal? Será que nossas vidas são mesmo esse desastre ! Acho que não. Claro, acho que nem todo mundo é feliz. Mas acho que para eles serem teriam que largar tudo e mudar completamente.
Acho que a felicidade está muito em conseguirmos ser felizes do jeito que somos do que mudar nosso jeito. Não estou dizendo; contente-se com um prato de feijão com farinha por dia, pobre criatura, pois Jesus te ama, não reclame e tente ser feliz. Acho que a gente tem que ter uma busca de mão dupla: ao mesmo tempo em que tenhamos que mudar o que achamos estar errado, em nós e no mundo, temos que tentar adequar a quem somos e o que temos.
Só seremos felizes se estivermos contentes? Vem do verbo conter. Seremos felizes se nossa realidade for capaz de conter nossos desejos. Se nossos anseios forem muito maiores do que nossas possibilidades, estamos fritos. Não podemos entrar nessa de filminho bobo de Hollywood, em que basta querer muito que nossos sonhos se realizam. Mentira ! Sermos milionários, dez centímetros mais altos ou vivermos sem termos que trabalhar não está ao nosso alcance. Ser feliz, sim, está.
Antonio Prata - obrigada pelo texto !!!!

15 de dezembro de 2010

UFRGS - INFORMAÇÕES

Redação
um deslize na redação pode acabar com o sonho de uma vaga na UFRGS. Por isso, o candidato precisa ficar atento às armadilhas que podem zerar a prova, como não escrever o suficiente ou fugir do tema pedido.
Cuidado para não zerar
A redação da UFRGS precisa ter entre 30 a 50 linhas. Se o candidato escrever 29, por exemplo, terá a prova zerada. Aos que treinam em casa, lembrem-se de que a folha fornecida na prova é menor que as tradicionais A4 ou as de cadernos universitários.
O texto pedido pela universidade é dissertativo. Se a redação do candidato for uma narração do início ao fim, será zerada. Alguns trechos narrativos, porém, se usados dentro da dissertação são permitidos.
Preste muita atenção ao enunciado e se certifique de ter entendido o que pede a banca. Se o texto fugir do tema, também será zerado.
Quem esquece o título da redação perde pontos, mas não muito, algo semelhante a errar um acento.
É importante que o tema seja abordado já na introdução, e que é mais importante, o ponto de vista definitivo.
Não introduza ideias novas na conclusão.
Basicamente a nota é composta metade por questões gramaticais e estruturais e o restante pelo conteúdo.

UFRGS - INFORMAÇÕES

O que cai na prova
Veja quais são os conteúdos gramaticais
mais exigidos, nos quais você pode focar seu estudo
. discurso direto e indireto e suas
transformações
.transformações das vozes verbais
.crase
.regência verbal
.pronomes relativos
.concordância verbal
.conjunções
.pontuação

13 de dezembro de 2010

Erros imperdoáveis - parte 7

oque ( oque oque.....??)
inrevencível
vizitantes
cede da copa ( como será feito isso?)
cempre (....)
que setá,nós... ( como entender...?)
terei de acontecer várias reformas...( assassinato ....!!!!!!)
rembolçando
pesadêlo (verdade...)
adecuado...(será??? Não pensem o que pensei....)
proficionais
recepssão (...)
uma pulga atrás da orelha...(ainda bem que o local era este...)
sencionado ...( acho que vem de ...deixa pra la...)
o sonho de cediar.. ( como fará isso?)
empurrar com a barriga...( já vi doido fazer isso, mas em um texto ...)
tenque..( acho que vem de tanque...ou não ?????)
cediarão
invéstir
analizar
marcamos consulta em um consultório.. (então ta falado..)
até o próximo bloco.... se eu não tiver uma crise .....

Erros imperdoáveis - parte 6

asautos ( que será ???)
resipientes
e nós meros insolentes....( ... sabe o que escreveu?)
importantis ( ohhhhhhhh..)
os médicos continuarão operando e nós continuaremos fazendo parte delas ( como seria ?)
ijuince (isso, "pisa" no adjetivo ....)
concinetisado (...)
o mosquito veio para ficar (eta visitinha chata!!!!!!)
vestir e comer estas crianças...( matou.... cara...deve ter lido a história do Lobo Mau antes de sair de casa..só pode !!!!!!!!)
essa evolução não será perdida totalmente, assim como não será aproveitada totalmente. (Eu espero a tua decisão....ai ai)
cowboys fora da lei ...( voltamos ao passado ...)
apartir..( ..........)
barbariedades ( ????)
o surto da dengue é um motivo de orgulho... (pirei...mas pirei mesmo....)
cansei...poxa !!!!!!!

Erros imperdoáveis em redações de vestibular

a dengue começou com o homem...( sério)
sedia-mento (tá falado...????)
investimento muito auto (........)
imuni
cido gasto ( que coisa...)
complexo do alemão que ira ceder esse maravilhoso encontro com os reis do futebol ( viram nova informação...)
será bom para ambos os dois (....)
encertezas ( boing...)
devagar a lei vai limpando nossa politica( novo detergente...)
atrazo(...)
itertenimento ( pois sim...)
a dengue veio para ficar então vá e faça ela ficar( Cara ...você tem certeza disto?)
ameassas
garafa
de fazer nosso próprio funeral ( boa essa....)
incéto (....)
descute
através dos fatos mencionados acima (cara, pensa bem, estariam abaixo...?????)
podemos citar que todos aspectos citados acima...( afinal vai chegar onde, cara)
continuamos no próximo bloco.....

12 de dezembro de 2010

Erros imperdoáveis - parte 4

concerteza ( ..é uma casa portuguesa com certeza...opsss)
percizam ( eu perciso..tu percisas...vá se catá )
quando estiver sentindo a cabeça...( pô cara...)
construções desnecessárias, como de estradas, hotéis,...( endoidou...)

Cansei.......

Pérolas de redações de vestibular

não basta apenas cartase
impulcionam
porque será que a população se mobilizou? (opssss quem perguntou fui eu....epa...)
apezar
engrassadas (rsrsrsrsrs.)
surpriende
enterressamo ( não entendi)
tomamo politica (como ele faz isso????)
atualmente,nos dias de hoje..( e vai ...ser quando afinal....)
conciêntização ( culpa da nova reforma ortográfica)
paiz (pois sim)
privatisação
ipotese ( ........)
...havia acontecendo um barbaridade...( cara mim ser índio...)
o brasil foi o novo pais a cediar ( será que é .....)
nós,seres humanos... (ainda bem que nisto
estou certa..)
palmas ao novo codigo de etica medica ((((aplaudam a nova ortografia também )
cidades-sede (quem mandou mudar a ortografia,,,confusão geral)
continuamos no próximo bloco...ai...ai...

Erros imperdoáveis. em redações de vestibular

controversas
desisão (???)
chanse ( eta....)
escandulos
digunidade
sisiedade
preucupam
com sigo ( com essa eu sigo adiante...)
inamicivel
copram ( que nada é um novo verbo coprar... ai ai...)
poriso..( que????)
a dengue não traz beneficios só prejuizos ( não brinca ...sério?)
dive
rtida ( nova regra de separação de sílabas...ai...ai)
programas que visem criar pessoas com dengue...( essa matou ....)
comtrução (.........?????)
ja foi confirmada mais uma doença transmitida pelo mosquito da dengue...(como? Fiquei confusa...)
conciste ( sabe quer dizer com cistite...será????)
o mosuito aedes aegypti transmite a dengue...( não sabia?)
viajar para o país cede...( como fará isso ?)
terenos baldis ( deve ser um novo plural de balde...)
até proximo bloco...pois sim...

Um dia descobrirão que o dicionário é um amigão...

Erros imperdoáveis...
homicideos
almentando
avansos
multirão
únidos
cediar
tramquilos
cidadões
inpressindiveis
os medicos decidiram decidir...( opsssss...decida-se...)
discuções
Presidente luis ignasio ( que suicídio...)
inreponsaveis (sério?????)
decidir sobre decidir que decição tomar...( cara ou decide ou sai do caminho...)
em 2014 foi realizada a copa do mundo no brasil.. (endoidei...será..estou perdida no tempo...vai)
Cont. no próximo bloco..ai ai ai

Vestibular Unijuí 2011 - tema 5

Escreva uma carta ao reitor eleito, expondo suas expectativas com relação ao curso por você escolhido e à universidade.

Vestibular Unijuí 2011 - tema 4

Escreva um texto, posicionando-se sobre a responsabilidade pública e civil no combate à dengue. Explicite sua opinião sobre medidas adotadas para conter o surto e para prevenir um próximo, bem como cite alternativas que, no seu ponto de vista, poderiam resolver esse problema de saúde pública.

Vestibular Unjuí 2011 - tema 3

Escreva um texto dissertativo expondo seus argumentos favoráveis ou desfavoráveis, acerca dos investimentos que os governos, no Brasil, estão fazendo para sediar a Copa do Mundo de futebol de 2014. Aborde quais os desafios e quais as potencialidades que esse evento trará à sociedade brasileira.

Vestibular Unijuí 2011 - Tema 2

Novo código de ética obriga o profissional médico a apresentar tratamentos possíveis. E a decisão sobre a melhor opção é feita em conjunto com o paciente. "O código fortalece o compromisso do médico com a sociedade brasileira. Houve definições a respeito do comportamento ético, adequando as necessidades atuais e aos novos dilemas e desafios que a atividade contemporânea exige."
Produza um texto dissertativo manifestando sua opinião a respeito do novo código de ética.

Unijuí - vestibular 2011 - temas

1. A lei ficha limpa nasceu de uma iniciativa popular e contou com a assinatura de 1 e 600 milhão de pessoas antes de ser aprovada pelo Congresso Nacional, em maio. Ela foi sancionada sem vetos pelo presidente Lula no início de junho.
Redija um texto dissertativo em que você deverá argumentar sobre a importância dessa lei para a população brasileira.

3 de dezembro de 2010

RS Lidera avanço da AIDS

O número de casos de AIDS aumentou no Brasil entre 1980 e 2010, e o ranking nacional mantém o Rio Grande do Sul e Porto Alegre no topo, proporcionalmente a população.
Casos em 100.000 habitantes
1. Porto Alegre - 172,1
2. Rio do Sul - Santa Catarina - 96.7
3. Florianópolis - 89.7
4. São Leopoldo - 82.7
5. Cruz Alta - 82.6
6. Criciúma - 80.6
7. Itajaí - 79
8. Rio Grande - 78.9
9. Parananguá - 78
10. - Camboriu - 77.9
Santa Maria - RS - 48.7
Casos de AIDS no Brasil - 592.914
Mortes - 229. 222
Gurizada, cuidados devem ser mantidos...

Descoberta de nova bactéria revoluciona concepção sobre a vida

A definição de vida ficou mais complexa depois que a Nasa (agência espacial dos EUA) e a revista Science anunciaram ontem a descoberta de um micro-organismo capaz de se desenvolver e se reproduzir utilizando arsênio, um elemento químico tóxico para a maioria dos seres vivos. Além de mudar a compreensão sobre a vida na Terra, a descoberta também expande o horizonte para a busca de vida extraterrestre.

Todas as formas de vida conhecidas até hoje — plantas, animais e micro-organismos — dependem de seis elementos químicos para construir as moléculas que compõem seus corpos: oxigênio, hidrogênio, carbono, fósforo, enxofre e nitrogênio. A bactéria descoberta pela equipe de cientistas liderada por Felisa Wolfe-Simon, do Instituto de Pesquisa Geológica dos EUA e do Instituto de Astrobiologia da Nasa, é a primeira exceção à regra, substituindo o fósforo pela arsênio.

Não é pouca coisa: o fósforo faz parte da estrutura do DNA, o ácido que fornece as características genéticas dos seres vivos. Ele forma o que se poderia considerar o esqueleto que sustenta a ligação para as quatro bases nitrogenadas do DNA — timina, adenina, guanina e citosina. Além disso, é um componente do ATP, a molécula usada para transportar energia no metabolismo celular.

— Na prática, caiu por terra aquele paradigma da ciência de que todos os seres vivos que conhecemos descendem de um ancestral comum — diz Renata Medina da Silva, professora e pesquisadora em microbiologia da Faculdade de Biociências da PUCRS.


A “dieta” já incluía o arsênio

Todos os seres vivos conhecidos até hoje dividiam-se em três grandes grupos, ou reinos: as bactérias, os eucariontes (onde se incluem as plantas e os animais) e as archaea (uma forma semelhante à bactéria, mas que adquiriu também características dos eucariontes). Todas, no entanto, têm a mesma estrutura de DNA. Essa nova bactéria é a primeira que foge dessa característica e pode ter um ancestral diferente.

A ideia de que o arsênio poderia substituir o fósforo não é nova. Já havia sido apresentada por Felisa e seus colegas Ariel Anbar, da Universidade Estadual do Arizona, e Paul Davies, que também assina o artigo na Science, em trabalho publicado em 2009. Mas é a primeira vez que um organismo com essas características é descoberto.

— Até hoje, formas de vida que utilizam o arsênio para construir células eram apenas teóricas. Agora, sabemos que existem — diz o cientista Carl Pilcher, também da Nasa.


Além de redefinir o conceito de vida, a descoberta de uma bactéria com uma forma de DNA diferente de todas as demais espécies da Terra, anunciada ontem por cientistas da Nasa, terá impacto para as missões espaciais. Isso porque foi derrubada a noção de que a natureza se vale apenas de um restrito grupo de moléculas e reações químicas entre milhões de opções disponíveis para formar a vida.

Os instrumentos das naves e sondas usadas nas missões de exploração de outros planetas, por exemplo, foram projetados para detectar um punhado de elementos e reações químicas conhecidas por caracterizar a existência de vida na Terra. As Vikings, que falharam ao encontrar vida em Marte em 1976, foram desenhadas antes da descoberta de formas de vida submarina que habitam em torno de fontes de calor submersas e nos vales secos da Antártica.
Fonte - Zero Hora

Universidades que utilizarão a nota do ENEM

1 de dezembro de 2010

Tema de redação 2011

IPA E UPF
Você concorda que a criminalidade pode ameaçar a democracia?

Tema de redação 2011

ULBRA - RS traz um tema atual em seu vestibular de verão.

Diversidade e respeito às diferenças