NO INICIO DO BLOG

30 de julho de 2011

CLASSIFICADOS NO CONCURSO ZERO HORA DE REDAÇÃO

PARABÉNS...VALEU
LAURA VASCONCELOS
JÉSSICA BELLÉ

GABRIEL DORTZBACHER
FRANCISCO A. LIMA KORB
SIMBORA....

27 de julho de 2011

Tema de redação

Novelas, programas apelativos: o ópio do povo, pois a grande maioria deixa de lado a família, leitura, programas informativos a fim de assistir a algo que nada acrescenta. 
Posicione-se a respeito em 25 a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

25 de julho de 2011

Para pensar....

Em um concurso surgiu essa questão.
O fragmento necessita de um ponto e duas vírgulas, como você  faria para corrigi-lo?
Maria toma banho porque sua mãe disse ela pegue a toalha.
Simbora José....

Tema de redação

Teste de HIV, em concurso público, institucionaliza o preconceito?
Posicione-se de forma convincente em 25 a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

Tema de redação

A homofobia é um estado de espírito ou  um crime?
Posicione-se em um texto dissertativo argumentativo com 25 a 30 linhas.

24 de julho de 2011

orações subordinadas adverbiais

Leitura, Gurizada

Textos Sagrados
Aquele pastor americano que previu o fim do mundo para dia 12 de maio deste ano tinha se baseado em mensagens cifradas da Bíblia para precisar a data. O mundo não acabou, como você deve ter notado, mas isso não impedirá que continue a busca por presságios e sinais escatológicos em textos religiosos, não só na Bíblia como no Corão, no Tora e no livro dos Mórmons. Continuarão procurando no lugar errado.
Todos os escritos religiosos são narrativas, Narram o deslocamento no tempo e no espaço de um líder, de um salvador, de um salvador escolhido. Maomé, Cristo e Abraão são figuras líterárias antes de serem outra coisa. Todas as religiões monoteístas compartilham esta qualidade, ou esta inevitabilidade, de literatura, pois só na palavra grafada a aventura sobre a Terra do herói de cada uma se realiza, como só a palavra grafada eternizou a poesia oral de Homero. O texto sagrado é sagrado menos por conter verdades reveladas do que por seu texto, com toda a revrência que a palavra escrita comanda. Mas a literatura não é confiável quando se trata de revelações específicas como o dia, o mês e o ano do fim do mundo.
Jesus Cristo não confiava na palavra escrita. Em todo novo testamento há apenas uma referência a algo escrito por ele( evangelho de João,8:1 -8). Questionado pelos fariseus se uma mulher apanhava em adultério deveria ser apedrejada, Jesus, antes de dizer que quem fosse sem pecado que atirasse a primeira pedra, inclinou-se e escreveu com o dedo na terra, Não se sabe o que escreveu, nem em que língua. Há mesmo dúvidas se ele sabia ler ou escrever. Talvez apenas fingisse rabiscar na areia enquanto pensava na resposta. Todas as suas mensagens foram em forma de parábolas orais, e suas parábolas foram lições de vida a serem interpretadas, não agouros a serem decifrados, E nenhuma de suas parábolas preconiza que ele será herói ou mártir da narrativa cristã.
Quem também nunca escreveu nada foi Sócrates - o outro pivô, segundo George Steiner, da história intelectual do Ocidente. Que se saiba, Sócrates não escreveu nem com o dedo na terra. O que sabemos dele foi o que Platão publicou. Platão foi para Sócrates o que Paulo de Tarso foi para Jesus, seu exegeta e propagador, com a diferença que Platão foi contemporâneo e discípulo de Sócrates enquanto Paulo de Tarso nunca viu Jesus Cristo. Platão, na sua escrita, afastou-se do pensamento do seu mestre Paulo de Tarso, na sua escrita, transformou um pregador num messias - o que não deixou de ser outra forma de infidelidade.
No fim prevaleceu a literatura. Em todas as religiões monoteístas, os textos  impuseram um dogma, e a palavra grafada se sobrepôs ao espírito e à oralidade. Mas os mitos transcritos de Sócrates e os sermões espontâneos de Cristo, ou tudo que os dois nunca escreveram, talvez nos ensinem que a literatura é sempre uma falsificação, e que a escrita não garante nada. Nem profecias.
Verissimo - As aventuras da família Brasil - Zero Hora - 24/07/2011

22 de julho de 2011

Concurso Ministério da Educação

Tema de redação
Você já refletiu sobre a igualdade entre mulheres e homens na sociedade brasileira?
Trabalho digitado com 4 a 5 páginas ou 1000 a 1500 palavras.
Postagem até 10 de setembro. Vamos participar, gurizada.

Tema de redação

A cor e a raça influenciam no trabalho e nas relações cotidianas? Escreva um texto dissertativo argumentativo em 25 a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

A busca por uma sociedade inteligente e igualitária

Falar em diferenças é inerente ao ser humano, pois além de nos diferirmos fisicamente, também temos variações culturais, econômicas e políticas. Entretanto, esse fato nem sempre foi aberto à discussão, em um passado marcado por diversas dominações baseadas na suposta superioridade de determinadas características, tornando o preconceito enraizado na sociedade.
Ao longo da história, a humanidade sempre tratou de condenar ao ostracismo aqueles que não se adequavam à maioria. Na Grécia Antiga as mulheres eram consideradas objetos e serviam apenas para procriar, além de estarem sempre em posse de alguém: pai, marido, filhos. Durante a modernidade, milhões de índios e negros foram mortos ou escravizados em razão de serem considerados inferiores, segregando-os a uma comunidade à parte, a exemplo do Apartheid na África do Sul e das leis de Jim Crow nos Estados Unidos. Contemporaneamente, a partir da década de 1980, os movimentos homoafetivos ganham notoriedade, buscando seus direitos perante ao estado.
Esses processos, não são difíceis de entender, porque o preconceito é algo cultural, visto que ainda hoje existem grupos que o reforçam e se propagam pela população, incitando ao ódio e à violência contra as minorias. A globalização que ocorre desde o século XX, tem ajudado a intensificar a dificuldade do tratamento às pluralidades devido ao conflito entre diversos pontos de vista e a natureza dominante do homem. Nesse sentido, o processo de aceitação de outra pessoa como um todo é muito difícil e deve ser realizado gradualmente, com a ajuda principalmente da educação e dos meios de comunicação.
O ponto de partida para a conquista da igualdade entre todos é o reconhecimento de que a pluralidade é parte da natureza humana. A busca por uma sociedade inteligente e igual de dá justamente no conhecimento das particularidades de cada um, tornando a globalização não um choque entre as culturas, mas uma oportunidade de estabelecer o diálogo e evitar a alienação, trazendo a evolução no aspecto social.
GABRIEL FACCIOCHI DORTZBACHER - RUYZÃO - IJUÍ - RS

18 de julho de 2011

Tema de redação

Com base na leitura do poema, redija um texto dissertativo argumentativo a respeito da sociedade de consumo.
Aos shopping center
pelos teus círculos
vagamos sem rumo
nós almas penadas
do mundo do consumo.
de elevador ao céu
pela escada ao inferno
os extremos se tocam
no castigo eterno
cada loja é um novo
prego em nossa cruz
por mais que compremos
estamos sempre nus
nós que por teus círculos
vagamos sem perdão
à espera - até quando? -
da grande liquidação
Paes, José Paulo.
Dê um título ao seu texto, faça-o em 20 a 25 linhas.

Os dez mandamentos de Osho (em vídeo)

Os dez mandamentos de Osho (em vídeo)

17 de julho de 2011

Tema de redação

Copa do mundo, no Brasil, terá um efeito de empobrecimento da população que arcará com as despesas nos  impostos. Precisamos refrear esse ato, pois não temos condições de arcar com tais gastos. 
Posicione-se a respeito da assertiva em 25 a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

Maria Bethânia - Clipe oficial - AS CANÇÕES QUE VOCE FEZ PRA MIM - 1993

Elis Regina - Triste

Tema de redação

A prostituição tornou-se um comércio. Tal atitude renega um dos principais motivos de viver: a dignidade.Meninas,crianças, mulheres entram nesse rol, sem limites, sem responsabilidades, simplesmente por prazer,  situação econômica. Não há limite, a banalidade tornou o sexo pelo sexo.Valores, famílias, filhos, deixou-se de ser valorizado, não se discerne do que é amor, amar.
Posicione-se em 25 a 30 linhas de forma convincente. 

Tema de redação

Meninos de rua: triste realidade no panorama atual do Brasil. Violência sem causa ou trágico abandono? Descaso do governo ou da sociedade como um todo? Controle da natalidade deveria ser um dos principais projetos governamentais para que tal não ocorra? É possível reverter um quadro dramático como esse?
Posicione-se em 25 a 30 linhas, seja convincente.

Tema de redação

Por que os brasileiros não reagem à corrupção de seus políticos?
Posicione-se em um texto dissertativo argumentativo em 25 a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

Tema de redação

A violência tem sido tema entre amigos, famílias e, associada à realidade, dizimou-se de tal forma que atinge todas as classes sociais. Agressiva ou verbal, casais, filhos, amigos, sociedade já não conseguem discernir a emoção da razão. Banalizou-se entre todos os meios sejam familiares ou não. Por que o homem age desta forma? Quais os motivos que o estão deixando tão longe daquele que deveria ser seu seguidor em experiências, em amizade, em engrandecimento de qualquer causa? O que o leva a matar sem achar que nisto existam reflexos posteriores? Enfim, fazer o mal tornou-se banal.
Posicione-se em 25  a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

Tema de redação

" O homem não é bom, nem mau, nasce com instintos e aptidões. A sociedade o aperfeiçoa, torna-o melhor ou ao contrário desenvolve valores negativos..." Por que somos levados, muitas vezes, a agir de forma errada, sabendo das consequências? O capitalismo tem sido um dos maiores motivos da falência de intituições econômicas, entre países e mesmo familiares. Posicione-se a respeito do tema, Faça-o em 20 a 25 linhas. Lembre-se que o título vale com linha.

10 de julho de 2011

O tempo me guardou você - Ivan lins

Redação comentada

Tema - O Poder de transformação da leitura
Título
Quando o sol da cultura está baixo, até os mais ínfimos seres emitem luz
Introdução
Marcel Proust grande escritor e exemplo máximo de uma vida dedicada unicamente à leitura e à literatura, disse em seus escritos"cada leitor quando lê, é um leitor de si mesmo". O que Proust evidencia nessa frase deixa em aberto uma série de interpretações que podem ser realizadas a partir do hábito entusiástico e não visto como um obrigação pela leitura.
Primeiro desenvolvimento
Estar em contato com o universo das palavras e nele encontrar uma atividade prazerosa, ao mesmo temo, que nos leva a absorver todo o conhecimento exterior também nos conduz a uma busca de tudo que representa algo de nós mesmos nesse conhecimento que chega até nós. Em cada nova leitura, ocorre algo semelhante a uma lapidação de nossos desejos e predileções.
Segundo desenvolvimento
Os livros constituem um tipo de transporte de conhecimento diferente da televisão por exemplo, em que as informações são transmitidas a todo momento, e para tal, só precisa de nossa permissão para  a passagem de suas imagens através de nosso córtex. O nível de saber que podemos extrair de um livro possui o mesmo limite de nossa vontade em fazê-lo. E, ao contrário das informações prontas das televisão, temos a total liberdade de interpretação, o que confere o aperfeiçoamento de nosso senso crítico e o melhoramento de como nos posicionarmos diante do mundo.
Conclusão
O hábito da leitura não possui caráter elitista e nem está associado ao poder aquisitivo. Em qualquer cidade, por menor que seja, há uma biblioteca, basta que tenhamos interesse em desvendar todo o mistério  contido nela. Ao ler, tornamo-nos mais cultos, mais seguros de nossas convicções, expressamo-nos e escrevemos melhor. Medidas públicas devem ser realizadas para garantir essa acessibilidade e assim, seus respectivos países possam ser iluminados pelo sol da cultura.
Comentários
O candidato agregou valor à coletânea ao citar Proust; um dos mais importantes escritores do século 20 - todo leitor é um leitor de si mesmo - como um convite à multiplicidade  de interpretações.
No segundo parágrafo  de desenvolvimento o autor não foi claro, buscando defender a tese de que o livro é superior à televisão na transmissão do conhecimento, diz que a televisão não oferece tal liberdade, mas não apresentou argumentos claros.
Na conclusão, apesar do clichê - iluminados pelo sol da cultura - manteve a coerência textual.
Quanto ao título utilizou um vício da linguagem - sol da cultura - até os mais ínfimos seres emitem luz -  isso pouco acrescentou às ideias, com mais sobriedade,  defendidas no texto.
Agora é a sua vez; redija um texto dissertativo argumentativo acerca do tema. Faça-o com 25 a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

Um texto que dispensa comentários...leiam

Tema deste texto - Cotas para afrodescendentes nas universidades.


O candidato não colocou título

O vestibular é muito polêmico e agora o governo resolveu fazer cotas pros negros e pra quem veio da escola publica.

No caso dos negros, é injusto, já que 50% dos negros nascem pretos, e a metade não. Mas isso ficaria indeciso, pois existem pessoas como o Maicon Jechsson que nasceram pretos e são brancos, então pode-se alegar que um loiro tem descendencia afro-africana bem como os orientais.

Logo, podemos dar cotas aos alcoólatras, pois estes seguem o exemplo do ex presidente. Mas para evitar a complicação do vestibular o ideal seria o sorteio de vagas, assim só os sortudos conseguiriam entrar na faculdade, ou seja, além de um profissional competente, o cara seria um profissional de sorte.

É uma pouca vergonha o sistema de cotas, porque os homossexuais seriam desfavorecidos mais um motivo para o ex presidente ser bebado. E não é todos que tem a oportunidade de estudar em uma escola como a minha................(ele cita a escola)....

Todavia a metodologia do vestibular é totalmente eneficiente e falica, pois se descobrirem vida em outros planetas os conceitos de Miss Universo teriam que ser repensados. Desejo a todos uma boa viagem.

QUE TODOS PROFESSORES REPENSEM SUAS AULAS E NÃO PERMITAM QUE ISSO OCORRA...É MUITO TRISTE...UM CANDIDATO CHEGAR A UMA UNIVERSIDADE COM ESSE CONHECIMENTO : NENHUM, TOTALMENTE ANALFABETO DE INFORMAÇÕES.

8 de julho de 2011

Leiam e reflitam

São teus atos, e não teu conhecimento, que determinam teu valor.

5 de julho de 2011

Tema de redação UFSM

Se todo animal inspira ternura, que houve, então com o homem?
Escreva um texto dissertativo argumentativo com 20 a 25 linhas, não esqueça do título.

Tema de redação - UFSM

Precisamos dar um sentido humano as nossas construções. E quando o amor ao dinheiro, ao sucesso nos estiver deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do céu.
Escreva um texto dissertativo argumentativo com 20 a 25 linhas, não esqueça do título.

Temas de redação - UFSM

A cada manhã, na África, uma gazela se levanta. Sabe que deverá correr mais do que o leão, ou será morta.A cada manhã, na África, um leão se levanta. Sabe que terá que correr mais do que a gazela ou morrerá de fome. Quando surge o sol , não importa se é leão ou gazela, é melhor começar a correr já.
Elabore um texto dissertativo argumentativo com 20 a 25 linhas, não esqueça do título.

4 de julho de 2011

Leitura, gurizada

Qual o significado de sutiãs com bojo para meninas de seis anos?
Nas últimas semanas houve grande repercussão sobre um produto lançado pela grife norte-americana Abercrombie: um biquíni para meninas de sete anos de idade com a parte superior com bojo. Como vivemos em tempos de globalização, é claro que já estão disponíveis no Brasil sutiãs para meninas de seis a sete anos, aqui com desenhos da Disney.
Há muito tempo, em nossa cultura, o seio feminino tem sido mais valorizado como um órgão erótico do que nutritivo para bebês. E é nesse sentido que cabe uma pergunta: estamos erotizando precocemente essas crianças? Por que meninas impúberes de seis a sete anos deveriam usar sutiãs que simulam seios que não existem? É apenas mais um produto de consumo ou faz parte de um processo de adultização da infância, como demonstram muitos outros exemplos.
Já faz tempo que meninas posam para fotos com poses sensuais, usam maquiagem, pinturas de unhas e roupas que estão na moda para adolescentes e jovens adultas. O estímulo para que as crianças deixem de ser crianças o mais precocemente possível tem sido evidente.
Há nessas atitudes  uma diferença essencial entre o que faz parte normal do desenvolvimeto infantil - imitar os adultos colocando calçados e roupas dos pais em brincadeiras - e a indução em adotar posturas proporcionadas pelos próprios adultos.
Um dos aspectos é o fato da venda de sutiãs que imitam formas corporais que as crianças não têm - no caso seios - que tem sido mais  analisado é do consumismo, desencadeado para resolver necessidades das empresas em conquistarem novos mercados para seus produtos -  e o mercado infantil é altamente rentável - Já existem , inclusive, produtos de beleza antienvelhecimento para crianças.
Mas há outro aspecto além do consumismo que precisa ser
analisado. Esse lado é diferente da pressão sofrida pelos pais ao serem coagidos pela evidência de que colegas  e amigas de sua filha estão usando um produto que está na moda, embora erotize a infância. O fato é de alguns pais não encontram tempo para pensarem sobre o significado de simular que suas filhas de seis ou sete anos têm seios, e nem para concluírem que talvez isso seja uma forma velada de pedofilia.
Blog de JORGE MONTARDO, médico pediatra e mestre em educação.

3 de julho de 2011

Temas de redação do Vestibular de inverno da Unijuí - 2011

1. Liberação do STF pelas manifestações à descriminalização da maconha.
2. Voltar a estudar na terceira idade.
3. A adultização da criança; texto sobre  a criação de um biquíni para crianças com bojo na parte superior.

Tema de redação

Nas últimas semanas houve grande repercussão sobre um produto lançado pela grife norte-americana  Abercrombie: um  biquíni para meninas de seis a sete anos com a parte superior com bojo. Como vivemos em tempos de globalização, é claro que já estão disponíveis no Brasil sutiãs, aqui com desenhos de personagens da Disney.
Em um texto dissertativo, manifeste sua opinão sobre a "adultização da infância" e as possíveis consequências desse fenômeno. faça-o em 25 a 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

1 de julho de 2011

Tema de redação

@bstinência Virtual - 48 horas sem conexão - jovem fica aprensivo, nervoso, não consegue resolver nenhum problema,  por ficar sem acesso ao computador, a internet, a tv a cabo, ao MP3 e ao celular por dois dias.
Qual a sua posição quanto à afirmação, pois se a tecnologia veio para ajudar, por que a grande maioria tornou-se viciado nesses programas e  muda de personalidade se ficar sem essa ferramenta?
Faça-o em 25 a 30 linhas, seja convincente. Dê um título ao seu texto.