NO INICIO DO BLOG

28 de outubro de 2011

Tema de redação

Que mundo queremos viver?

Tema de redação

Educação: base para a justiça social.

Tema de redação

Mais do que máquinas precisamos de humanidade.

Tema de redação

A ganância tem envenenado a alma humana.

26 de outubro de 2011

Profissão - Segurança da Informação

O profissional da Segurança da Informação identifica riscos que comprometam a proteção da informações e continuidade das atividades de uma organização e desenvolve estratégias e mecanismos de monitoramento e defesa.
Duração do curso: 3 anos.
Um curso do futuro, pois cresce a passos largos e os especialistas serão cada vez mais requisitados por multinacionais e instituições governamentais.
Salário de até 8.000 reais.
UNISINOS oferece o curso desde 2007.

24 de outubro de 2011

Tema de redação do ENEM - 2012

Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado. Dissertar em 30 linhas.

19 de outubro de 2011

ENEM

Dias 22 e 23 todos ligados no ENEM, controle o tempo é a primeira dica, faça seu melhor, mas procure ser ágil. SUGIRO - faça o rascunho da redação, com calma, afinal tens 1 hora, feito o rascunho , vá para a prova, realize as questões fáceis, NÃO se detenha em uma difícil, ganhe tempo. Terminadas as fáceis e médias, OBSERVE O TEMPO QUE RESTA, passe a redação a limpo, daí sim veja se há erros, porém não mude o que escreveu é pedir para se enrolar, e a prova do ENEM pede agilidade. Passe para a folha de respostas as questões que já estão resolvidas, volte às difíceis, se der tempo vá resolvendo, agora , caso sentir que não é possível - CHUTE - não deixe nada em branco. Boa sorte , o futuro de muitos está nesta prova, ok, gurizada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

16 de outubro de 2011

Tema de redação

Cuidados com os pequenos delitos, pichações, quebrar o patrimônio público, colocar as iniciais do nome nas paredes, entre outros, pode ser uma porta de entrada para grandes infrações?
Posicione-se a respeito da afirmativa em 25 a 30 linhas, dê um título ao seu texto.

13 de outubro de 2011

A amizade: os princípios sobre os quais se contrói uma amizade.
Posicione-se em 20 a 25 linhas, dê um titulo ao seu texto.

Tema de redação

Duas condições indispensáveis para uma vida feliz.
Argumente em 20 a 25 linhas, não esqueça do título.

12 de outubro de 2011

Hipocrisia e impotência

Durante séculos o Brasil foi dominado e explorado pelas nações ricas. Criou-se um mito de que nada mais somos capazes de fazer do que fornecer matéria prima aos países desenvolvidos, No que diz respeito à cultura, nosso estereótipo é a nudez, a sensualidade das mulheres, principalmente, no carnaval, ou que  deixa qualquer tarefa a fim de assistir a uma partida de futebol, no cinema, primamos por reproduzir pornografia e a violência, um povo que faz tudo por uma boa festa, não importa onde e nem como. 
Que país é esse em que o lado pejorativo, negativo foi traçado e não há movimentação para alterar esses fatos? Somos tidos como hipócritas e incapazes. Lutamos tanto para alcançar nossos direitos básicos, no entanto vivemos em um país corrompido em que governantes agem em causa própria, pois aproveitam da falta de conhecimento do povo e da tolerância excessiva desses indivíduos. Falta-nos saúde, habitação, emprego, não temos dignidade. Vergonha? Já não conseguimos discernir vergonha da falta de responsabilidade, não somente dos mandatários, mas também da população que não age, nossa geração é apática aos problemas nacionais, talvez por sermos também, da mesma forma, em certos conceitos, sem opinião, não sabemos o quê queremos.
Somos dominados pela caretice, pelos corruptos, explorados, hoje não pelas nações ricas, mas pelo excesso de leis que permeiam a sociedade e pagamos sem nos rebelar. Vale mais uma partida de futebol do que nos envolvermos em melhorar a educação, em ir às ruas e exigir por aquilo que pagamos. Somos o produto das nossas ações. Buscar soluções? Primeiro devemos, precisamos mudar nosso jeito de ser. Não deixar que nossos representantes,  sirvam-se do povo e sim que sirvam ao povo, e para isso é necessário integração, mobilização, uma luta que não mais nos cause vergonha. Hipocrisia e impotência não podemos mais nos alicerçar nisso!
Vinicia Metz

7 de outubro de 2011

Tema de redação

O pagamento, do benefício, aos dependentes dos presidiários custará 200 milhões aos cofres públicos, mesmo aos que cometeram crime hediondo.
Qual a sua posição quanto a afirmativa? Sabedouros de que uma família que trabalha honestamente recebe um salário mínimo? faça-o em 20 a 25 linhas, não esqueça do título.

Para ler

No lugar dos outros
As pessoas hoje estão expostas. Eis um dos subprodutos mais notáveis das invenções de Steve Jobs e outras cabeças privilegiadas da tecnologia das comunicações. O telefone celular, a internet, e suas derivações deram ao cidadão comum a possibilidade de se expressar livremente como jamais na história humana. Todo mundo emite opiniões, a todo momento, sem freio nenhum, e o resultado é assustador: as pessoas não têm o menor respeito pelas outras pessoas.
Kant e Schopenhauer, que estou numa fase kantiana e shopenhaueriana ensinaram que o homem se move por algo que existe antes da razão. Não é nada transcendental, nada mágico, nada divino, é só a vida sendo vivida, é a natureza íntima das coisas, dos animais e das pessoas. Do mundo, enfim, Schopenhauer chamava isso de vontade. Essa vontade está em tudo, até na samambaia plantada no vaso da sala, que cresce e se desenvolve a acaba por morrer. Mas essa vontade escraviza o homem, faz com que ele faça coisas mesmo qundo seu intelecto não quer fazer. Para Schopenhauer, só um momento em que o homem se liberta da vontade.
Quando ele sente compaixão.
A compaixão pode ser definida como a capacidade que alguém tem em se colocar no lugar de outro ser humano e compreender o que ele está sentindo. Quando o homem sente compaixão, nega a própria vontade e supera o egoísmo natural do ser humano. É uma pequena façanha. Conheço muitas pessoas inteligentes e talentosas que são pessoas menores exatamente por não sentirem compaixão. Não me refiro à compaixão despertada pela tragédia: uma doença grave, um acidente grave, uma trapaça da sorte. Não. Aí é fácil se colocar no lugar do outro. Refiro-me ao trato do dia a dia.. Um sujeito se acha muito inteligente , mas destrata um balconista, é grosseiro com um colega ou oprime um subordinado. Ou seja: é uma pessoa que não consegue ir além do seu egoísmo. Ela não consegue retirar-se do centro do mundo e não consegue ver que, agindo como age, está produzindo sofrimento no outro. Não tem compaixão.
Via internet e outros tantos meios tornados possíveis por Steve Jobs  e cia, o homem comum insulta a tudo e a todos, difama, agride, ataca, esparrama-se em malícia. Suponho que os homens senpre foram assim, mas antes esse lado sórdido estava oculto, no anonimato. Agora o anônimo se mostra por inteiro, sua vontade schopenhaueriana está nua, às vistas do mundo,  e o que se vê não é bonito. O curioso é que ao ganhar a oportunidade de se comunicar mais com as pessoas, o homem comum não se aproximou das outras pessoas. Ao contrário, ele exercita cada vez mais seu egóísmo, torna-se cada vez mais incapaz de se colocar no lugar do outro. É uma doença dessa época. Uma época de homem sem compaixão.
David Coimbra - davidcoimbra@zerohora.com.br - 07/10/2011

Tema de redação

Muitas palavras, outrora ditas erradas, passarão, a fazer parte do léxico dos dicionários: tuwitar, piriqueti...Um processo de adaptação também quanto à língua, tudo se modifica ao sistema que se vivencia, o que para muitos, hoje,  é considerado algo que não poderia acontecer, logo será aceito de forma normal. Palavra como expraiar, dita por um candidato a governador, na época, causou espanto, porém a utilizamos e já não nos causa surpresa.
Qual a sua posição quanto a aceitar ou não tais palavras? Estaríamos retrocedendo quanto ao sistema cultural. Faça-o em 20 a 25 linhas. Dê um título ao seu texto.

Tema de redação

"Em muitas pessoas já há um descaramento dizerem"eu."
"Não há sempre sujeitos, ou sujeitos..."
" Todos são livres para dançar e para se divertir, do mesmo modo que, desde a neutralização histórica da religião, são livres para entrar em qualquer  uma das inúmeras seitas. Mas a liberdade de escolha da ideologia, que reflete a coersão econômica, revela-se em todos os setores como a liberdade de escolher o que é sempre a mesma coisa."
 Qual sua posição sobre liberdade de escolha em qualquer área da vida? Faça-o em 20 a 25 linhas. Não esqueça do título.

1 de outubro de 2011

Pleonasmos - para lembrar

Emprego de palavras redundantes, de igual sentido que empobrecem o texto. Há o pleonasmo vicioso, decorrente da ignorãncia da língua e que deve ser evitado, e o pleonasmo estilístico usado intencionalmente para comunicar à expressão mais vigor e intensidade, ou clareza.
São exemplos de pleonasmos viciosos:
a brisa matinal da manhã
biografia da vida de alguém
breve alocução
bonita caligrafia
conviver junto com
decapitar a cabeça
descer para baixo
entrar para dentro
exultar de alegria
há muitos anos atrás
hábitat natural
monopólio exclusivo
partir em partes iguais
repetir de novo
sair para fora
sua autobiografia
subir para cima
surpresa inesperada
produtos produzidos pela fábrica
sobrevoar pela cidade
prefeito municipal
Feito!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Tema de redação

Às vezes tenho vergonha de ser brasileira.
Posicione-se a respeito da afirmativa, conteste ou aprove, faça-o em 20 a 25 linhas esquema da UFSM. Dê um título ao seu texto.