NO INICIO DO BLOG

19 de janeiro de 2017

ENEM - COMENTÁRIO

Apenas 77 pessoas tiveram nota mil, a nota máxima na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), conforme balanço divulgado nesta quarta-feira (18) pelo Ministério da Educação. O número de notas máximas foi bem abaixo das 104 registradas em 2015. De acordo com o MEC, 6,1 milhões de estudantes fizeram o exame em 2016. Os temas das redações do Enem foram "Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”, nos dias 5 e 6 de novembro, quando a maior parte dos candidatos fez a prova; e “Caminhos para combater o racismo no Brasil”, nos dias 3 e 4 de dezembro. Em 2016, devido às invasões de escolas e universidades por grupos contrários a mudanças educacionais no Brasil, o Enem foi adiado para alguns participantes. “Acho que é algo absolutamente esperado. Como tem populações diferentes todos os anos fazendo o Enem, essa comparabilidade de médias tem que ser cuidadosa porque as populações são diferenciadas”, ponderou a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini. Para a secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães de Castro, o desempenho na redação está também ligado ao desempenho em linguagens. A prova de linguagens, no Último Enem, registrou a menor nota mínima (287,5) e a menor nota máxima (846,4). “Há, claramente, um desempenho mais insuficiente em linguagens do que nas outras áreas, o que reforça o que as avaliações nacionais já indicam, que é a enorme dificuldade de leitura e escrita dos nossos alunos”, segundo a secretária. A prova de redação é a única de caráter subjetivo no Enem. Os estudantes são avaliados, entre outros critérios, quanto ao domínio da escrita formal da língua portuguesa, à compreensão e aplicação de conceitos nas áreas de conhecimento, à organização e interpretação de informações e à elaboração de proposta de intervenção. A queda no número de redações nota mil vem sendo constatada ano a ano. De acordo com dados do ministério, o número de redações nota mil equivale a 0,001% dos que fizeram a prova. Em 2015, as 104 redações com nota mil representaram 0,002% do total de participantes do exame. Em 2014, foram 250 candidatos com nota mil, equivalentes a 0,004% dos participantes da prova. Em 2013, o número foi ainda maior: 481 candidatos obtiveram nota mil na redação, ou 0,009% do total. Mesmo com queda na quantidade de notas máximas, o grupo que tirou entre 901 e 999 aumentou em relação ao ano anterior. Foram 55.869 provas nessa faixa de notas, ante 47.770 em 2015 e 35.719 eno Enem de 2014. Na outra ponta, segundo o MEC, 291.806 candidatos tiraram nota zero ou tiveram a redação anulada no ano passado. Eles não poderão participar dos programas de seleção para vagas no ensino superior da pasta este ano. O MEC divulgou os desempenhos máximos e mínimos em cada prova do Enem. Na avaliação do Inep, o desempenho dos participantes, especialmente dos concluintes do ensino médio, mantém-se constante desde 2008. “O desempenho em todas as áreas está absolutamente estagnado. Não estamos conseguindo fazer com que nossos estudantes do ensino médio aprendam”, afirmou Maria Inês. Em ciências humanas, a maior nota foi 859,1 e a menor 317,4; em linguagens, as notas variaram entre 287,5 e 846,4; em matemática, a variação foi entre 309,7 e 991,5; e em ciências da natureza, entre 316,5 e 871,3. Considerando a média total, os participantes obtiveram as maiores médias em ciências humanas (533,5), seguindo-se linguagens (520,5), matemática (489,5) e, por último, ciências da natureza (477,1). Dos 8.630.306 inscritos no Enem-2016, 2.494.294 (28,90%) faltaram ao exame. Além disso, 3.942 (0,05%) foram eliminados no primeiro dia e 4.780 (0,06%), no segundo dia, por desrespeitar as regras do exame, seja por preencher incorretamente o cartão de respostas ou portar materiais indevidos.
VITOR VIEIRA

16 de janeiro de 2017

TEMA DE REDAÇÃO

O tema que escolhemos  “Respeito Religioso: como operar este ‘milagre’?“ – “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil“, uma vez que trata da mesma problemática.
A coletânea da proposta traz três textos motivadores. O primeiro deles, de Eliane Brum e retirado da Revista Época, consiste num diálogo de uma jornalista ateia com um taxista evangélica durante uma a corrida do trajeto.
O segundo traz um fragmento publicado na Empresa Brasil de Comunicação (EBC), com depoimentos de líderes religiosos em defesa da liberdade religiosa.
O terceiro e último, disponível no site do jornal O Globo, consiste num infográfico (imagem) que mostra um levantamento com a quantidade de atendimentos por religião no Ceplir – Centro de Promoção da Liberdade Religiosa e Direitos Humanos – no período entre janeiro e maio de 2014.

14 de janeiro de 2017

Resultado do Enem 2016 na Quinta-feira (19)


Os candidatos que prestaram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2016) na primeira aplicação (5 e 6 de novembro) ou na segunda (3 e 4 de dezembro) e estão ansiosos para saber seu desempenho poderão conferir o resultado a partir da próxima quinta-feira (19).
O boletim individual do participante traz as suas cinco pontuações em cada uma das provas objetivas (Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza) e também na Redação.
O resultado poderá ser verificado pelos candidatos no computador, mediante acesso a sua área no sistema do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), ou pelo aplicativo oficial do exame. Em ambos os casos, será preciso estar conectado a internet para verificar as notas.

13 de janeiro de 2017

PRONOMES RELATIVOS E SUAS FUNÇÕES SINTÁTICAS


Para compreendermos as características que norteiam o assunto em questão, façamos uma breve retomada ao conceito de pronomes relativos. Estes, estando na oração seguinte, retomam um termo já expresso na oração anterior, de forma a evitar “possíveis repetições” que possam interferir na qualidade do discurso proferido. Nesse sentido, analisemos os enunciados a seguir:

Os alunos prepararam-se bem. Os alunos foram classificados. 

Unindo as orações por meio de um pronome relativo, o resultado seria:

Os alunos que se prepararam bem foram classificados. 

Temos que o pronome relativo “que” substitui seu antecedente, representado pelo vocábulo “alunos”. Nesse caso, ele exerce a função de sujeito da oração.

Dessa forma, além de ter servido como conectivo entre as orações, o pronome relativo "que" exerceu também uma função sintática – a de sujeito.

Ideias preliminares enfatizadas, partamos agora para conhecer outras das muitas funções que eles representam. Comecemos então pelo pronome “que”, uma vez se referindo a coisas ou pessoas:

* Sujeito

Os alunos que se prepararam bem foram classificados. 

(Os alunos preparam-se bem)

* Objeto direto

Chegaram as pessoas que convidei para o evento. 

(Convidei as pessoas para o evento)

* Objeto indireto

* Aquelas são as referências bibliográficas de que você precisa. 

(Você precisa das referências bibliográficas)
Ob. Indireto

* Complemento nominal

São muitas as travessuras de que o garoto é capaz. 

(O garoto é capaz de muitas travessuras)
Complemento nominal, uma vez que completa o sentido do adjetivo “capaz”.

* Predicativo do sujeito

Admiro o grande homem que você é. 

(Você é um grande homem)
Predicativo do sujeito

* Agente da passiva

Este é o jornal por que fui homenageado. 

(Fui homenageado pelo jornal)
(agente da passiva)

* Adjunto adverbial
Esta é a casa em que vivi durante algum tempo.
(Vivi na casa durante algum tempo)
Adjunto adverbial de lugar

Quem – esse pronome somente deverá ser empregado em relação a pessoas e sempre estará acompanhado de uma preposição.

Aquelas são as pessoas a quem devemos muito respeito. 

(devemos muito respeito às pessoas)
O. indireto

Cujo – o pronome “cujo” tem valor possessivo, uma vez que ele concorda em gênero e número com o ser a que se refere, exercendo a função de adjunto adnominal.

O aluno, cuja família desconhecemos, é bastante problemático. 

(Desconhecemos a família do aluno)

Onde - Esse pronome indica sempre a ideia referente a lugar, exercendo, portanto, a função de ajunto adverbial de lugar.

Visitamos a cidade onde moram meus pais. 

(Meus pais moram na cidade)

Quanto – Tal pronome tem por antecedentes os pronomes indefinidos “tudo, todo, todos e todas”.

Tudo quanto aprendemos brevemente colocaremos em prática. 

(aprendemos tudo – objeto direto)

Como – Exerce a função de pronome pelo fato de anteceder uma expressão que indica modo – motivo pelo qual ocupa o posto de adjunto adverbial de modo.

Não gostamos da maneira como somos tratados. 

(Somos tratados dessa maneira)

Quando – Na função de pronome relativo, representa o papel de adjunto adverbial de tempo.

Avisarão o momento quando deveremos nos apresentar. 

(Deveremos nos apresentar em algum momento)

MEC Fará Consulta Pública Para Mudanças no Enem em 18 de Janeiro

Na tarde de ontem, quinta-feira (12), o Ministério da Educação (MEC) confirmou que a consulta pública sobre mudanças no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será aberta na próxima semana, mais especificamente no dia 18 de janeiro.
Para quem desconhece, uma consulta pública trata-se de um instrumento de participação social com a finalidade de embasar a tomada de decisão e de edição das normas de um processo, no caso uma prova nacional como o Enem. E é exatamente esta expectativa do ministro da educação Mendonça Filho, conforme sua declaração:
Espero uma interação positiva dos estudantes do Brasil, educadores, pesquisadores e todos que possam colaborar com o aperfeiçoamento do exame que é patrimônio do Brasil.
Entre as possíveis propostas que podem fazer parte da pauta da consulta, devemos ter a já discutida redução do exame para apenas um dia de aplicação, além da exclusão de candidatos treineiros – que não vão concorrer a vagas no ensino superior – e a descontinuação do uso do Enem para certificação do ensino médio .
Especialistas têm debatido também mais de uma aplicação do exame por ano, com modelos distintos de provas, mais direcionados para o que os alunos aprenderam na etapa de ensino e colocando o Enem em consonância com a reforma do ensino médio pela Medida Provisória (MP) 746/2016.
Apesar das especulações, nenhuma medida que será discutida na consulta pública foi confirmada. Vale lembrar que ela não valerá somente para a edição deste ano, uma vez que alterações mais drásticas só terão tempo hábil para serem implementadas no Enem 2018.
Quanto aos principais programas do governo que usam o resultado do exame para acesso ao ensino superior (Sistema de Seleção Unificada – Sisu, Programa Universidade para Todos – Prouni e Fundo de Financiamento Estudantil – Fies), não deverão haver mudanças.

10 de janeiro de 2017

CRASE - EXERCÍCIOS COM GABARITO

10 Questões da Fundação Carlos Chagas sobre Crase

1. (FCC/TST/2012) Considere: 
___ angústia de imaginar que o homem pode estar só no universo soma-se a curiosidade humana, que se prende ___ tudo o que é desconhecido, para que não desapareça de todo o interesse por pistas que dariam embasamento___ teses de que haveria vida em outros planetas. 

Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: 

a) À - a - às
b) A - à - as
c) À - a - as
d) A - a - às
e) À - à - as


2. (FCC/TRF - 5ª REGIÃO/2012) O detetive Gervase Fen, que apareceu em 1944, é um homem de face corada, muito afeito ___ frases inteligentes e citações dos clássicos; sua esposa, Dolly, uma dama meiga e sossegada, fica sentada tricotando tranquilamente, impassível ___ propensão de seu marido ___ investigar assassinatos. 
(Adaptado de P.D.James, op.cit.) 


Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: 

 a) à - à - a
b) a - à - a
c) à - a - à
d) a - à - à
e) à - a – a

3. (FCC/TRF-3R/2007) É preciso suprimir um ou mais sinais de crase em:

a) À falta de coisa melhor para fazer, muita gente assiste à televisão sem sequer atentar para o que está vendo.

b) Cabe à juventude de hoje dedicar-se à substituição dos apelos do mercado por impulsos que, em sua verdade natural, façam jus à capacidade humana de sonhar.

c) Os sonhos não se adquirem à vista: custa tempo para se elaborar dentro de nós a matéria de que são feitos, às vezes à revelia de nós mesmos.

d) Compreenda-se quem aspira à estabilidade de um emprego, mas prestem-se todas as homenagens àquele que cultiva seus sonhos.

e) Quem acha que agracia à juventude de hoje com elogios ao seu pragmatismo não está à salvo de ser o responsável pela frustração de toda uma geração.

4. (FCC/TRT - 24ª REGIÃO/2011Considere as frases seguintes: 



I. As inovações no ramo da estética permitem ___ um grande número de pessoas se sentirem mais belas. 

II. Sempre existiu preocupação com a beleza, embora mudem os critérios ___ que ela obedece. 
III. A beleza, ___ parte alguns exageros, deve ser buscada até mesmo com intervenções cirúrgicas. 
As lacunas das frases acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por:

a) à - a - à
b) a - a - a
c) a - à - à
d) à - à - a
e) a - a - à

5. (FCC/TRT - 24ª REGIÃO/2011) Justifica-se plenamente o emprego de ambos os sinais de crase em:

a) Ela pode voltar à qualquer momento, fiquemos atentos à sua chegada.
b) Dispôs-se à devolver o livro, à condição de o liberarem da multa por atraso.
c) Postei-me à entrada do cinema, mas ela faltou também à esse compromisso.
d) Àquela altura da velhice já não assistia à filmes trágicos, apenas aos de humor.
e) Não confie à priminha os documentos que obtive à revelia do nosso advogado.

6. (FCC/TRE-RN/2011)

Graças ___ resistência de portugueses e espanhóis, a Inglaterra furou o bloqueio imposto por Napoleão e deu início ___ campanha vitoriosa que causaria ___ queda do imperador francês.
Preenchem as lacunas da frase acima, na ordem dada, 

a) a - à - a
b) à - a - a
c) à - à - a
d) a - a - à
e) à - a – à

7. (FCC/TRT - 1ª REGIÃO/2011)
O avanço rumo ___ um desenvolvimento sustentável depende de diversos fatores, entre os quais estão o estímulo ___ novas tecnologias e o compromisso ético de empresas que tenham como prioridade o respeito ___ causas ambientais. 

Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: 

a) a - à - as
b) a - a - às
c) à - a - as
d) a - à - às
e) à - à - as

8. (FCC/TRT - 23ª REGIÃO/2011)

Gabriel García Marquez cresceu em meio ___ plantações de banana de Arataca, situada ___ poucos quilômetros do vilarejo de Macondo, que ele se dedicou ___ retratar na obra Cem anos de solidão. 
Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: 

a) as - à - a
b) as - à - à
c) às - a - a
d) às - à - à
e) as - a - à

9. (FCC/Banco do Brasil/2011)

Quando comparado ___ outras aves, os tucanos parecem ser bem maiores ___ quem os observa, ___ voar na natureza. 
Os espaços pontilhados da frase acima estarão correta- mente preenchidos, na ordem, por: 
a) às - a - a
b) às - à - a
c) as - a - a
d) às - a - à
e) as - à - à

10. FCC/TRE-PE/2011)

Ainda que riqueza [...] à custa do trabalho escravo ... A sociedade colonial no Brasil [...] desenvolveu-se [...] à sombra das grandes plantações de açúcar ...

Do mesmo modo que nas frases acima, está correto o emprego da crase em: 

a) combate à fome.
b) vendas à prazo.
c) escrito à lápis.
d) avião à jato.
e) defender à unhas e dentes.

GABARITO
1. A
2. B
3. E
4. E
5. E
6. C
7. B
8. C
9. A
10. A

PONTUAÇÃO



Ponto e vírgula ( ; )
O ponto e vírgula indica uma pausa maior que a vírgula e menor que o ponto. Emprega-se nos seguintes casos:
  1.  Para separar orações coordenadas não unidas por conjunção, que guardem relação entre si. Por Exemplo:
O rio está poluído; os peixes estão mortos.
  2) Para separar orações coordenadas, quando pelo menos uma delas já possui elementos separados por vírgula.
Por Exemplo:
O resultado final foi o seguinte: dez professores votaram a favor do acordo; nove, contra.

3) Para separar itens de uma enumeração.
Por Exemplo:
No parque de diversões, as crianças encontram:
brinquedos;balões; pipoca.

4)  Para alongar a pausa de conjunções adversativas (mas, porém, contudo, todavia, entretanto, etc.) , substituindo, assim, a vírgula.
Por Exemplo:
Gostaria de vê-lo hoje; todavia, só o verei amanhã.

5)  Para separar orações coordenadas adversativas quando a conjunção aparecer no meio da oração.
Por Exemplo:
Esperava encontrar todos os produtos no supermercado; obtive, porém, apenas alguns.


Dois-pontos ( : )
O uso de dois-pontos marca uma sensível suspensão da voz numa frase não concluída. Emprega-se, geralmente:

1. Para anunciar a fala de personagens nas histórias de ficção. Por Exemplo:
"Ouvindo passos no corredor, abaixei a voz :
– Podemos avisar sua tia, não?" (Graciliano Ramos)

2. Para anunciar uma citação. Por Exemplo:
Bem diz o ditado: Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

3. Para anunciar uma enumeração. Por Exemplo:
Os convidados da festa que já chegaram são: Júlia, Renata, Paulo e Marcos.

4. Antes de orações apositivas.Por Exemplo:
Só aceito com uma condição: irás ao cinema comigo.

5. Para indicar um esclarecimento, resultado ou resumo do que se disse.
Exemplos:
Marcelo era assim mesmo: não tolerava ofensas.
Resultado: corri muito, mas não alcancei o ladrão.
Em resumo: montei um negócio e hoje estou rico.

6.  Na invocação das correspondências.
Por Exemplo:
Prezados  Senhores:
Convidamos todos para a reunião deste mês, que será realizada dia 30 de julho, no auditório da empresa.
Atenciosamente,
A Direção

Pontuação- Exercícios
01) EFOMM - A opção em que está correto o emprego do ponto-e-vírgula é:

a) Solteiro; foi um menino turbulento; casado, era um moço alegre; viúvo, tornara-se uma pessoa de semblante sombrio.
b) Solteiro, foi um menino turbulento; casado, era um moço alegre; viúvo, tornara-se uma pessoa de semblante sombrio.
c) Solteiro, foi um menino; turbulento, casado; era um moço alegre viúvo, tornara-se uma pessoa de semblante sombrio.
d) Solteiro foi um menino turbulento, casado era um moço alegre, viúvo; tornara-se uma pessoa de semblante sombrio.
e) Solteiro, foi um menino turbulento, casado; um moço alegre, viúvo; tornara-se uma pessoa de semblante sombrio. 

02) EFOMM - Assinale a alternativa em que o período está corretamente pontuado:

a) Uns trabalhavam, esforçavam-se, exauriam-se; outros gozavam, não pensavam no futuro.
b) “E agora José?”
c) Cauteloso que era, nunca revelava realmente, suas idéias.
d) Afirmavam, insistentes; era o reparo moral, que queriam, e não o dinheiro.
e) Com as graças de Deus, vou indo caríssima Rosália.
 
Nas questões de números 3 e 4, marque a alternativa corretamente pontuada.

03)EPCAR
a) “O caminho da verdade é único e simples o da falsidade, vário e infinito.”
b) “O caminho da verdade é único, e simples o da falsidade, vário e infinito.”
c) “O caminho da verdade, é único e simples; o da falsidade, vário e infinito.”
d) “O caminho da verdade é único e simples; o da falsidade, vário e infinito.”
e) “O caminho da verdade, é único e simples, o da falsidade, vário, e infinito.”


04) EPCAR
a) “Aprendi, desde bem cedo, a compreender e a perdoar. De vez em quando por muito compreender perdoar se torna difícil, porém sempre tenho arranjado um jeitinho.”
b) “Aprendi, desde bem cedo, a compreender e a perdoar. De vez em quando, por muito compreender, perdoar se torna difícil, porém sempre tenho arranjado um jeitinho.”
c) “Aprendi desde bem cedo, a compreender e a perdoar, de vez em quando por muito compreender; perdoar se torna difícil, porém sempre tenho arranjado um jeitinho.”
d) “Aprendi desde bem cedo a compreender e a perdoar; de vez em quando por muito compreender perdoar se torna difícil porém, sempre tenho arranjado um jeitinho.”
e) “Aprendi, desde bem cedo, a compreender e a perdoar. De vez em quando por muito compreender perdoar se torna difícil porém, sempre tenho arranjado um jeitinho.”

05) EFOMM - Assinale a única alternativa que apresenta pontuação não justificável:

a) Eu, sou valente, disse o fanfarrão.
b) Todos os meus amigos sabem disso, meu caro!
c) Todos os meus amigos sabem, disso estou certo!
d) A caridade, que é virtude cristã, agrada mais a Deus que aos homens.
e) Fui lá, ainda ontem, e procurei-o.


06) AMAN - “Para meu desapontamento, nasceu um ser raquítico e feio, pesando um quilo.”
As vírgulas, na frase acima transcrita, foram utilizadas, respectivamente para:

a) isolar o aposto e separar uma oração subordinada da principal;
b) marcar o início de uma oração intercalada e separar orações coordenadas assindéticas;
c) marcar o deslocamento do adjunto adverbial e separar uma oração adjetiva explicativa da principal;
d) isolar o objeto pleonástico e indicar a elipse da conjunção;
e) separar uma oração subordinada anteposta à principal e separar uma oração subordinada posposta à principal.
 

07) AMAN - “Éramos alunos, e rapidamente se estabeleceu intimidade entre nós.”
No trecho acima, a vírgula tem a função de separar:
a) duas orações coordenadas assindéticas;
b) o adjunto adverbial intercalado;
c) duas orações coordenadas sindéticas adversativas;
d) duas orações coordenadas que possuem sujeitos diferentes;
e) duas orações coordenadas justapostas.


08) EFOMM - Ocorre pontuação inaceitável em:

a) Colega, ainda que mal pergunte, que negócio é esse?
b) Se queres distrair-te, ouve cantores franceses.
c) Pedro era entre todos os empregados, o mais fiel.
d) Perdôo-te; espero, porém, que não reincidas no erro.
e) Não creia naqueles que não acreditam em ninguém.

 
09) Escola Naval - Assinale a frase que apresenta erro de pontuação:
a) Meu filho, não tenhas medo da vida.
b) São palavras de Deus: “Crescei e multiplicai-vos!”
c) Gosto de teatro, ela de cinema.
d) Não sabemos por que você está apressado.
e) Disse o mestre: Tudo tem um fim.


10) CESGRANRIO - Assinale a opção em que a explicação para o emprego das vírgulas está errada:
a) “Zilda, a dona da casa, arrumara a mesa desde cedo.” (isolam o aposto)
b) “E, para adiantar o expediente, vestir a aniversariante logo depois do almoço.” (destacam a oração adverbial)
c) “Tratava-se de uma velha grande, magra, imponente e morena.” (separam predicativos)
d) “O ponche foi servido, Zilda suava, nenhuma cunhada ajudava propriamente.” (separam orações coordenadas assindéticas)
e) “e de costas para a aniversariante, que não podia comer frituras, eles riam inquietos.” (isolam a oração adjetiva explicativa)



11) UFRRJ - No período,“A fé, que é a mola do crente, sustenta e impulsiona a máquina do mundo”, a oração “que é a mola do crente” está entre vírgulas, porque:
a) equivale a um aposto;
b) está em ordem indireta;
c) o autor quis destacar o conceito de crença;
d) é uma oração adverbial;
e) é uma oração substantiva completiva.


12) ITA - Qual das sequências abaixo jamais admitirá, de acordo com as nossas gramáticas, o emprego de duas vírgulas?
a) O irmão meu que estava doente não chegou na hora.
b) Mesmo que tu chegues atrasado José não deixes de trazer as revistas que te emprestei sábado último.
c) A mulher se divide em quatro partes cabeça tronco membros e espelho.
d) Jamais lhe poderei dizer que isto se passou na casa de uma das mais tradicionais famílias da região os Mesquitas.
e) A muito custo após algumas horas disseram que não haviam chegado os impressos para formalizar a petição.

 

13) EFOMM - Assinale o único exemplo em que ocorreu erro quanto à pontuação:
a) Os termos essenciais e integrantes da oração ligam-se uns com os outros sem pausa; não podem, assim, ser separados por vírgula.
b) Emprega-se o ponto, pois, fundamentalmente, para indicar o término de uma oração declarativa,
seja ela absoluta, seja a derradeira de um período composto.
c) As orações subordinadas adjetivas restritivas, indispensáveis ao sentido da frase, ligam-se a um substantivo (ou pronome) antecedente sem pausa, razão por que dele não se separam, na escrita, por vírgula.
d) Para se saber onde deve colocar os sinais de pontuação, habitue-se a ouvir a melodia da frase que escreve e quando hesitar, leia a frase em voz alta: as pausas que será obrigado a observar e as mudanças de entonação lhe indicarão, geralmente, a escolha e o lugar dos sinais, que nela terá de introduzir.
e) Não se deve abusar dos sinais de pontuação. Escritores há que empregam vírgulas em demasia,
com o que travam o enunciado, prejudicando o seu ritmo natural e, às vezes, tornando-o obscuro. 

14) Assinale a alternativa que apresenta redação CORRETA em relação à pontuação.
a) O crescimento econômico é o melhor remédio para as doenças do desemprego, mas, por si só também, não é suficiente para reduzir a pobreza e nem as disparidades sociais.
b) O crescimento econômico é o melhor remédio para as doenças do desemprego mas, por si só, também, não é suficiente, para reduzir a pobreza e nem as disparidades sociais.
c) O crescimento econômico, é o melhor remédio para as doenças, do desemprego mas por si só também não é suficiente para reduzir a pobreza e nem as disparidades sociais.
d) O crescimento econômico, é o melhor remédio para as doenças do desemprego, mas, por si só também, não é suficiente para reduzir a pobreza e, nem as disparidades sociais.
 
15) A pontuação está inteiramente adequada na frase:
a) Recebi, via Internet, de um amigo que há muito não vejo, uma série de fotografias da Terra, tiradas de um satélite.
b) Tanto os astrônomos antigos como os teólogos, não erravam, na opinião do autor, quando consideravam que, a Terra, essa poeira ínfima, era o centro do universo.
c) Nada mais central na casa para os pais, que o lugar onde está o berço do filhinho, nada tendo a ver esse centro afetivo, com o geométrico da casa edificada.
d) Será que Niezstche interrompia a cada belo crepúsculo, suas leituras e seus escritos, sobretudo estes que, tanto peso tiveram nas ideias de seu tempo?  
16) Os períodos abaixo apresentam diferenças de pontuação. Assinale a letra que corresponde ao período de pontuação correta:
a) A vida como, a antiga Tebas, tem cem portas.
b) A vida como a antiga Tebas tem, cem portas.
c) A vida, como a antiga Tebas, tem cem portas.
d) A vida como a antiga Tebas, tem cem portas.  
17) Assinale o período de pontuação correta:
a) Se alguém vier com perguntas a que você não sabe responder, será mais honesto dizer que vai estudar o assunto.
b) Se alguém, vier com perguntas a que você não sabe, responder, será mais honesto dizer que vai estudar o assunto.
c) Se alguém vier, com perguntas a que você não sabe responder será, mais honesto, dizer que vai estudar o assunto.
d) Se, alguém vier com perguntas, a que você não sabe responder, será, mais honesto, dizer que vai estudar o assunto.

18) Assinale a opção em que o trecho apresenta pontuação correta.
a) Em um estado com área de 1,2 milhão de quilômetros quadrados, o segundo maior da Federação brasileira, e com 20% da população - de 7 milhões de habitantes - na capital, já destituída de função produtiva de significação, o tema da redivisão territorial deveria ser fundamental. Mas, contrariando a lógica e o bom senso, isso não ocorre no Pará.
b) A eventualidade do retalhamento do estado, para a formação de novos estados emerge apenas episodicamente. Quando surge, é tratada como urgência e emergência. Uma vez cessado o risco de mudança, a letargia devolve, o tema, quase à estaca zero, ao ponto de partida.
c) À semelhança de quase toda a elite local a imprensa se assustou, mais uma vez com a possibilidade de desmembramento do Pará. Em vez de examinar o problema racionalmente, a mídia, simplesmente se danou a dar gritos de alerta, e a bradar contra a ameaça.
d) O mote fundamental da posição contrária ao desmembramento do estado é congênito: quem nasceu no Pará atual, não quer morrer em um Pará diferente. Dificilmente razão desse porte, conseguirá deter o avanço da reivindicação e da mobilização, pela criação de novos estados dentro do que hoje, é área única do Pará.
 
19) Assinale a alternativa em que o trecho - No entanto, quando a Suprema Corte decidiu ouvir o apelo do caso, em 1980, o panorama da biologia molecular havia mudado radicalmente. - reescrito, encontra-se corretamente pontuado.
a) No entanto, em 1980, quando a Suprema Corte, decidiu ouvir o apelo do caso o panorama da biologia molecular havia mudado radicalmente.
b) Quando a Suprema Corte decidiu ouvir o apelo do caso, em 1980, no entanto, o panorama da biologia molecular havia mudado radicalmente.
c) No entanto, o panorama da biologia molecular havia mudado radicalmente, quando a Suprema Corte, decidiu ouvir o apelo do caso, em 1980.
d) Quando, no entanto, em 1980, a Suprema Corte decidiu ouvir o apelo do caso, o panorama da biologia molecular, havia mudado radicalmente. 
20) Quanto ao uso da vírgula nos trechos abaixo, assinale a opção que apresenta justificativa de emprego INCORRETA.
a) "Hoje, essa visão..." - para separar o adjunto adverbial deslocado.
b) "começa a perder força, já que as empresas..." - para separar a oração subordinada da principal.
c) "afirma Maria Carlota Boabaid, pedagoga e mestra em Administração de Empresas," - para isolar o aposto.
d) "pedagoga e mestra em administração de empresas, que atua na área de Gestão de Pessoas." - para separar a oração subordinada adjetiva restritiva.

21) (UEL-PR) Assinale a letra que corresponde o período de pontuação correta:
a) Se houver tempo cuidaremos de tudo.
b) Se, houver tempo, cuidaremos de tudo.
c) Se houver tempo, cuidaremos de tudo.
d) Se, houver tempo, cuidaremos de tudo.
e) Se houver tempo cuidaremos, de tudo.


22) (UFV-MG) No texto: “Numa Copa do Mundo, que envolve interesses promocionais e comerciais cada vez mais gigantescos, a FIFA faz tudo para que seus árbitros só tenham uma preocupação quando entrarem em campo para apitar o jogo: a correta aplicação das leis.”
a) a pontuação está correta
b) a pontuação está incorreta
c) a segunda vírgula deve ser omitida
d) os dois-pontos foram empregados incorretamente
e) a vírgula depois da palavra preocupação é obrigatória


23) (UEMT) Os períodos abaixo apresentam diferença de pontuação. Assinale a letra que corresponde ao período de pontuação correta:
a) O sinal, estava fechado; os carros, porém não paravam.
b) O sinal, estava fechado: os carros porém, não paravam.
c) O sinal estava fechado; os carros porém, não paravam.
d) O sinal estava fechado: os carros porém não paravam.
e) O sinal estava fechado; os carros, porém, não paravam.

24) (Anac – NCE/UFRJ) “O número de doações cresce desde 1997”; a forma inadequada de pontuar as alterações dessa frase é:
a) Desde 1997 o número de doações cresce;
b) Desde 1997, cresce o número de doações;
c) O número de doações, desde 1997, cresce;
d) Cresce desde 1997, o número de doações;
e) Cresce, desde 1997, o número de doações.

25) (ESAF) Assinale a frase correta quanto à pontuação:
a) O parágrafo único do artigo 37, também trata da isenção do imposto em caso semelhante ao estudado.
b) A mãe do soldado implorara piedade, confidenciou-me o tenente; o general porém, mandou executar a sentença. c) Eu para não ser indiscreto, retirei-me calmamente da sala, quando percebi que o assunto era confidencial.
d) Embora o doente não corresse mais perigo, os médicos resolveram mantê-lo em observação durante doze horas.
e) É alentador, o que os indicadores econômicos demonstram: uma retomada do desenvolvimento em São Paulo, o maior parque industrial brasileiro.


26) (TCE-RJ) Assinale o período em que a supressão da(s) vírgula(s) não altera o significado da frase:
a) Ontem, a rua estava muito barulhenta.
b) O deputado, que se mudou para a casa ao lado, tem sete filhos.
c) A mãe da menina, histérica, pedia que alguém a ajudasse.
d) Maria, vem cá mais tarde.
e) Perdi a paciência com a secretária, que costuma me desmentir.

27) (MM) Assinale a alternativa que contenha período mal pontuado:
a) Os jovens buscam a felicidade na novidade; os velhos, nos hábitos.
b) Arrumou as malas, saiu, lançou-se na vida.
c) Palavras fortes e amargas, indicam uma causa fraca.
d) Eu contesto a justiça que mata.
e) Preciso ouvir, disse a mãe ao menino, a causa desta briga.

28)Em seguida vai um pequeno trecho de Machado de Assis, pontuado de diversos modos. Só uma vez a pontuação estará de acordo com as normas gramaticais. Assinale-a:
a) Homem gordo, não faz revolução. O abdômen, é naturalmente amigo da ordem. O estômago pode destruir, um império: mas há de ser antes do jantar;
b) Homem gordo não faz revolução. O abdômen é naturalmente amigo da ordem; o estômago pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar;
c) Homem gordo não faz revolução, o abdômen é, naturalmente, amigo da ordem. O estômago, pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar;
d) Homem gordo não faz revolução: o abdômen e naturalmente, amigo da ordem. O estômago pode destruir um império: mas há de ser antes do jantar;
e) Homem gordo não faz revolução: o abdômen é naturalmente amigo da ordem. O estômago pode destruir um império mas há de ser, antes do jantar. 

29) Assinale a opção em que a supressão das vírgulas alteraria o sentido do anunciado:
a) Os países menos desenvolvidos vêm buscando, ultimamente, soluções para seus problemas no acervo cultural dos mais avançados.
b) Alguns pesquisadores,que se encontram comprometidos com as culturas dos países avançados, acabam se tornando menos criativos.
c) Torna-se, portanto, imperativa uma revisão modelo presente do processo de desenvolvimento tecnológico.
d) A atividade científica, nos países desenvolvidos, é tão natural quanto qualquer outra atividade econômica.
e) Por duas razões diferentes podem surgir, da interação de uma comunidade com outra, mecanismos de dependência.

30) Assinale a letra que corresponde ao período de pontuação correta:
a)  A velhice ridícula é, porventura, a mais triste e derradeira surpresa da natureza humana.
b) A velhice ridícula é porventura a mais triste e, derradeira surpresa da natureza humana.
c) A velhice ridícula é, porventura a mais triste, e derradeira surpresa da natureza humana.
d) A velhice ridícula é porventura, a mais triste e, derradeira surpresa da natureza humana.
e) A velhice ridícula é, porventura, a mais triste e, derradeira surpresa da natureza humana.

GABARITO

1-B
11-A
21-C
2-A
12-D
22-A
3-D
13-D
23-E
4-B
14-B
24-D
5-A
15-A
25-D
6-C
16-C
26-A
7-D
17-A
27-C
8-C
18-A
28-B
9-C
19-B
29-B
10-C
20-D
30-A