NO INICIO DO BLOG

29 de abril de 2017

PRONOMES RELATIVOS

  • Pronomes relativos são pronomes que se relacionam sempre com o termo da oração que está antecedente, servindo ao mesmo tempo de elo de subordinação das orações que iniciam. Exercem, assim, uma função sintática na frase. Normalmente, introduzem as orações subordinadas adjetivas. Através da utilização de pronomes relativos, evitamos a repetição dos termos nas orações, sendo fácil relacioná-los e sintetizá-los.
    Exemplos:
    • Orações simples: Este é o museu. Eu visitei o museu.
    • Com pronome relativo: Este é o museu que eu visite.
    • Orações simples: Eu comprei a blusa. A blusa é amarela.
    • Com pronome relativo: Eu comprei a blusa que é amarela.

    Exemplos de pronomes relativos

    Formas invariáveis: que, quem, onde.
    Formas variáveis: o qual, a qual, os quais, as quais, cujo, cuja, cujos, cujas, quanto, quanta, quantos, quantas.
    Nota: Os pronomes relativos podem vir precedidos de preposição de acordo com a regência verbal dos verbos da oração.

    Uso dos pronomes relativos

    Que: É o pronome relativo mais utilizado, sendo considerado um pronome relativo universal. Refere-se a coisas ou a pessoas e pode ser substituído por: o qual, a qual, os quais e as quais. Além disso, pode aparecer precedido pelos pronomes demonstrativos o, a, os, as.
    Exemplos:
    • Acabei de lavar o vestido que estava sujo de tinta.
    • Já nem sei o que faço.
    Quem: Refere-se somente a pessoas, nunca a coisas. Vem sempre antecedido de preposição quando tem um antecedente explícito.
    Exemplos:
    • Este é o garoto a quem sempre amei.
    • É esta a professora de quem você falou?
    Onde: É utilizado para indicar um lugar, podendo ser substituído por: em que, no qual, na qual, nos quais e nas quais. Pode ser utilizado juntamente com preposições, formando as palavras aonde e donde para transmitir noções de movimento.
    Exemplos:
    • Este é o apartamento onde vivi quando pequena.
    • O hotel onde ficamos era cinco estrelas.
    Qual e suas flexões: Vem sempre precedido de um artigo. Emprega-se depois de preposições com duas sílabas ou mais e de locuções prepositivas.
    Exemplos:
    • Pensei nisso naquela noite de tempestade, durante a qual não consegui dormir.
    • Li um livro sobre o qual nunca tinha ouvido falar nada.
    Quanto e suas flexões: Aparece depois dos pronomes indefinidos tudo, tanto, todos, bem como suas flexões.
    Exemplos:
    • Compre tanto quanto for preciso.
    • Ele não fez tudo quanto havia prometido.
    Cujo e suas flexões: Aparece entre dois substantivos e transmite uma ideia de posse, sendo equivalente a: do qual, da qual, dos quais, das quais, de que e de quem. Deve concordar em gênero e número com a coisa possuída.
    Exemplos:
    • Escolheram os alunos cujas notas foram exemplares.
    • Preferem atletas cujo condicionamento físico está excelente.
    Fique sabendo mais!
    Os antecedentes com os quais os pronomes relativos se relacionam podem ser um substantivo, um pronome, um adjetivo, um advérbio ou uma oração. Contudo, com os pronomes quem e onde, é possível que sejam utilizados na frase sem o antecedente, chamando-se então de pronomes relativos indefinidos.
    Exemplo:
    • Quem copiou na prova, foi reprovado.

COMO ELABORAR UMA TESE



Nos demais posts sobre escrita (redação, artigo de opinião), falei brevemente sobre a tese, que é de extrema importância na construção de uma redação de vestibular, que, como já disse, segue os moldes do artigo de opinião (mais abordado hoje nas escolas públicas).
Na redação de vestibular ou do ENEM (ambos textos dissertativo-argumentativos) nem sempre os temas são óbvios e fáceis de serem abordados. Nem sempre surgem temas em que se terá que ser a favor ou contra a alguma questão. 
Geralmente, os vestibulares ou trazem temas sociais ou temas filosóficos, quer dizer, uns sobre questões mais concretas e outros sobre questões mais abstratas.
Independente do tema, em todo texto dissertativo-argumentativo, da redação de vestibular à tese de doutorado, deve-se construir o texto em cima de uma tese, que é a ideia central do autor. Esta deve estar explícita nos primeiros parágrafos do texto e, na sequência, o autor argumentará em cima dessa sua tese.
Uma dica para elaborar a tese é refletir, depois de ler toda a coletânea de textos, sobre a frase-tema (o tema dos vestibulares é apresentado em uma frase, geralmente em negrito). Tomemos como exemplo um tema de redação do ENEM, O poder de transformação da leitura. Não se trata de se colocar a favor ou contra a leitura e sim de dissertar-argumentar sobre o assunto.
Depois de ler toda a coletânea, cuja função é oferecer aos candidatos uma delimitação do tema (os pontos possíveis a serem abordados), para elaborar a sua tese, o vestibulando pode fazer uma pergunta sobre a frase-tema:
Frase-tema: O PODER DE TRANSFORMAÇÃO DA LEITURA 
Pergunta: POR QUE A LEITURA PODE TRANSFORMAR AS PESSOAS?
A partir dessa questão, o candidato pode fazer uma nova frase, respondendo a essa pergunta e, assim, terá elaborado a sua tese, que nada mais é do que a ideia central que ele faz da questão.
Pergunta: POR QUE A LEITURA PODE TRANSFORMAR AS PESSOAS?
Resposta (tese): A leitura pode transformar as pessoas, porque lhes permite exercer a sua cidadania, ao participar das diversas atividades sociais/culturais e ter a oportunidade de expor a sua opinião.
Com a tese pronta, o candidato encaminhará todo o seu texto em função de defender, usando argumentos, essa sua ideia central.
É claro que a elaboração da tese por ser feita de várias maneiras, esta é só uma dica que ajuda, principalmente quando o tema é de pouco conhecimento do candidato, o que não é pouco provável que aconteça.
Estudem muito para a redação, no ENEM, por exemplo, pode levá-lo a ganhar muitos pontos na nota final.

27 de abril de 2017

EXERCÍCIOS SOBRE CRASE

  1. (FCC/TRE-RN/2011)
Graças ___ resistência de portugueses e espanhóis, a Inglaterra furou o bloqueio imposto por Napoleão e deu início ___ campanha vitoriosa que causaria ___ queda do imperador francês.
Preenchem as lacunas da frase acima, na ordem dada,
a) a – à – a
b) à – a – a
c) à – à – a
d) a – a – à
e) à – a – à
2. (FCC/TRT – 1ª REGIÃO/2011)
O avanço rumo ___ um desenvolvimento sustentável depende de diversos fatores, entre os quais estão o estímulo ___ novas tecnologias e o compromisso ético de empresas que tenham como prioridade o respeito ___ causas ambientais.
Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada:
a) a – à – as
b) a – a – às
c) à – a – as
d) a – à – às
e) à – à – a
3 CESPE
O emprego do sinal indicativo de crase em “à livre consciência individual” (L. 19) justifica-se pela regência do termo “adesão” (L. 18) e pela presença de artigo feminino.
4. CESPE

O texto permaneceria correto caso se substituísse o trecho “que têm à disposição” (L.17-18) por que têm à sua disposição
5 Prova: CESPE 
O emprego do acento grave indicativo de crase em “refere-se às” (L.2) justifica-se pela regência do verbo referir, que exige complemento com a preposição a, e pela presença do artigo definido feminino plural.
“Um deles refere-se às exportações.”
6 (IBGE) Assinale a opção em que o sublinhado nas duas frases deve receber acento grave indicativo de crase:
  1. Fui Lisboa receber o prêmio. / Paulo começou falar em voz alta.
  2. Pedimos silêncio todos. Pouco pouco, a praça central se esvaziava.
  3. Esta música foi dedicada ele. / Os romeiros chegaram Bahia.
  4. Bateram porta fui atender. / O carro entrou direita da rua.
  5. Todos aplaudiram. / Escreve a redação tinta.
7 (TTN) Preencha as lacunas da frase abaixo e assinale a alternativa correta:
“Comunicamos ….. Vossa Senhoria que encaminhamos ….. petição anexa ….. Divisão de Fiscalização que está apta ….. prestar ….. informações solicitadas.”
  1. a) a, a, à, a, as d) à, à, a, à, às
  2. b) à, a, à, a, às e) à, a, à, à, as
  3. c) a, à, a, à, as
(FUNIVERSA/SEDEST/) Considerando as relações de regência e (ou) o uso do acento indicativo de crase, assinale a alternativa correta.
À quem interessaria tal proposta?
As leis as quais se referiu foram sancionadas.
Não deu resposta àqueles questionamentos proferidos.
A dirigente estava atenta à qualquer reivindicação.
A carta encaminhada era semelhante a escrita pelo Deputado.
: CESGRANRIO – 2013 – BNDES – Técnico Administrativo
A frase em que o sinal indicativo de crase está usado de acordo com a norma-padrão é:
  1. a) As determinações do comitê destinam-se àqueles atletas indicados.
  2. b) Ele se apoderou à bola e saiu correndo.
  3. c) Ele ajuntou-se à um conjunto de mulheres inteligentes.
  4. d) Este fato é comum à todo campeonato mundial.
  5. e) Tenho todas essas contas à pagar.
10 CETRO – Prefeitura de Manaus –  Analista Municipal – Tecnologia da Informação/ Análise de Sistemas 2012
De acordo com a norma-padrão da Língua Portuguesa, assinale a alternativa incorreta em relação à ocorrência ou não da crase.
(A) Os funcionários assistiram a filmes de instrução sobre os principais procedimentos.
(B) Os diretores vieram a mando do novo chefe da empresa.
(C) Todos chegaram a reunião com alguns minutos de atraso.
(D) A empresa está fechada a visitas até que a inspeção acabe.
(E) Não se pode dar atenção a pessoas que não são competentes sobre o assunto.
11 (ITA – SP)
Dadas as afirmações:
1- Tudo correu as mil maravilhas.
2 – Caminhamos rente a parede.
3 – Ele jamais foi a festas.
Verificamos que o uso do acento indicador da crase no “a” é obrigatório:
a) apenas na sentença nº 1
b) apenas na sentença nº 2
c) apenas nas sentenças nºs 1 e 2
d) em todas as sentenças
12 (SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA/RJ – – ESAF) 1 – Assinale a opção que preenche corretamente as lacunas do texto.
De todo navio que aporta no país são exigidos, em média, 112 documentos, com __1__ obrigatoriedade de serem fornecidas 935 informações. É um calhamaço de formulários com diversas vias __2__ serem remetidas__3__ órgãos diferentes e em duplicidade. Apenas no porto de Santos, o maior do país, __4__ burocracia exige, por ano, o preenchimento de 3.773.800 folhas, 17,4 toneladas de papel, segundo estimativa do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Por ser de navio que qualquer país faz __5__ maior parte das exportações e importações, conclui-se que__6__ burocracia é poderoso entrave ao comércio exterior brasileiro.
(O Globo, 27/7/2010, com adaptações)
123456
(A)àaààaa
(B)aàaààa
(C)ààaaàa
(D)aaààaà
(E)aaaaaa
(E)aaaaaa
13 SENADO FEDERAL – 2008 – FGV) 2 – Assinale a alternativa em que se tenha optado corretamente por utilizar ou não o acento grave indicativo de crase.
(A) Vou à Brasília dos meus sonhos.
(B) Nosso expediente é de segunda à sexta.
(C) Pretendo viajar a Paraíba.
(D) Ele gosta de bife à cavalo.
(E) Ele tem dinheiro à valer.
14 (TJ/RO – 2010 – FUNDAÇÃO CESGRANRIO) 3 – Indique a opção em que o sinal indicativo de crase está corretamente usado.
(A) Essa proposta convém à todos.
(B) O governo aumentou à quantidade de subsídios.
(C) A empresa considerou a oferta inferior à outra.
(D) Ele está propenso à deixar o cargo.
(E) Não vou aderir à modismos passageiros.
15 (TJ/SP – 2010 – VUNESP) 4 – Na expressão distância a pé não se emprega o acento de crase no a. Isso acontece, pelo mesmo motivo, na alternativa:
(A) É preciso comparecer a festas.
(B) Vai pagar a perder de vista.
(C) Gostava de andar a cavalo.
(D) Viajou a Brasília.
(E) Vai começar a viajar.
16 (CREMESP – 2011 – VUNESP) 5 – Assinale a alternativa correta quanto ao uso ou não do acento indicativo da crase.
(A) Doenças ocasionadas pelo uso de pesticidas em alimentos podem levar a morte.
(B) As pessoas são obrigadas à parar de comer alimentos com agrotóxicos.
(C) Os dados da pesquisa da Anvisa referem-se a alimentos in natura.
(D) A medida que as pesquisas avançam, mais testes com animais são feitos.
(E) Os trabalhadores rurais devem se submeter à uma avaliação médica constante.
17 (DETRAN/RN – 2010 – FGV)  7 – Assinale a alternativa em que está correto o uso do acento indicativo de crase:
(A) O autor se comparou à alguém que tem boa memória.
(B) Ele se referiu às pessoas de boa memória.
(C) As pessoas aludem à uma causa específica.
(D) Ele passou a ser entendido à partir de suas reflexões sobre a memória.
(E) Os livros foram entregues à ele.
18 (TRT/9ªREGIÃO – 2010 – FCC) 8 – A erupção de um vulcão provocou perdas …… economia europeia bem superiores …… trazidas pelos atentados terroristas de 2001, fato que obrigou a ONU …… criar um plano internacional de redução dos riscos de acidentes.
As lacunas da frase acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por:
(A) a – aquelas – a
(B) a – àquelas – à
(C) à – aquelas – a
(D) à – aquelas – à
(E) à – àquelas – a
19. (FCC/TRF – 5ª REGIÃO/2012) O detetive Gervase Fen, que apareceu em 1944, é um homem de face corada, muito afeito ___ frases inteligentes e citações dos clássicos; sua esposa, Dolly, uma dama meiga e sossegada, fica sentada tricotando tranquilamente, impassível ___ propensão de seu marido ___ investigar assassinatos.
(Adaptado de P.D.James, op.cit.)
Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada:
  1. a) à – à – a
  2. b) a – à – a
  3. c) à – a – à
  4. d) a – à – à
  5. e) à – a – a
20 (FCC/TRT – 24ª REGIÃO/) Considere as frases seguintes:
  1. As inovações no ramo da estética permitem ___ um grande número de pessoas se sentirem mais belas.
  2. Sempre existiu preocupação com a beleza, embora mudem os critérios ___ que ela obedece.
3. A beleza, ___ parte alguns exageros, deve ser buscada até mesmo com intervenções cirúrgicas.
As lacunas das frases acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por:
  1. a) à – a – à
  2. b) a – a – a
  3. c) a – à – à
  4. d) à – à – a
  5. e) a – a – à
Gabarito
1 c
2 b
3 e
4 c
5 c
6 d
7 a
8 c
9 a
10 c
11 c
12 e
13  a
14 c
15 c
16 c
17 b
18 e
19 b
20 e

EXERCÍCIOS DE CRASE

01. Assinale a alternativa em que o uso da crase é obrigatório:
a) Um rapazito de paletó entrou na rua e foi perguntar à Machona pela Nhá Rita. (Aluísio Azevedo)
b) José Cândido não tinha nem a cor nem o título convenientes à sua filha. (R. Braga)
c) Mas o peru se adiantava até à beira da mata. (G. Rosa)
d) Todos, às vezes, precisam ficar bêbados, e por isso bebem. (R. Braga)
e) (…) evitei acompanhar Dr. Siqueira em suas visitas vespertinas à nossa bem amada. (J. Amado)

02. Qual das alternativas completa corretamente os espaços vazios?
I. E entre o sono e o medo, ouviu como se fosse de verdade o apito de um trem igual ____ que ouvira em Limoeiro. (J. Lins do Rego)

II. Habituara-se ______ boa vida, tendo de um tudo, regalada. (J. Amado)
III. Depois do meu telegrama (lembram: o telegrama em que recusei duzentos mil-réis ___ (pirata), a “Gazeta” entrou a difamar-me. (G. Ramos)
IV. Os adultos são gente crescida que vive sempre dizendo pra gente fazer isso e não fazer _____.
(Millôr Fernandes)
a) àquele, aquela, aquele, aquilo
b) àquele, àquela, aquele, aquilo
c) àquele, àquela, aquele, àquilo
d) àquele, àquela, àquele, aquilo
e) aquele, àquela, aquele, aquilo

03. (CESCEM) Sentou-se ___ máquina e pôs-se ___ reescrever uma ___ uma as páginas do relatório.
a) a / a / à
b) a / à / à
c) à / a / a
d) à / à / à
e) à / à / a

04. (FASP) Assinale a alternativa com erro de crase:
a) Você já esteve em Roma? Eu irei à Roma logo.
b) Refiro-me à Roma antiga, na qual viveu César.
c) Fui à Lisboa de meus avós, pois gosto da Lisboa de meus avós.
d) Já não agrada ir a Brasília. A gasolina…
e) nenhuma das alternativas está errada.

05. (ESAN) Das frases abaixo, apenas uma está correta, quanto à crase. Assinale-a:
a) Devemos aliar a teoria à prática.
b) Daqui à duas semanas ele estará de volta.
c) Puseram-se à discutir em voz alta.
d) Dia à dia, a empresa foi crescendo.
e) Ele parecia entregue à tristes cogitações.

06. (ABC – MED.) Nas alternativas que seguem, há três frases, que podem estar corretas ou não. Leia-as atentamente e marque a resposta certa:

I. O seu egoísmo só era comparável à sua feiúra.
II. Não pôde entregar-se às suas ilusões.
III. Quem se vir em apuros, deve recorrer à justiça.
a) Apenas a frase I está correta.
b) Apenas a frase II está correta.
c) Apenas as frases I e II estão corretas.
d) Apenas as frases II e III estão corretas.
e) As três frases estão corretas.

07. (FUND. LUSÍADA) Assinale a alternativa que completa corretamente o período: ____ noite estava clara e os namorados foram _____ praia ver a chegada dos pescadores que voltavam ____ terra.
a) Á / à / à
b) A / à / à
c) A / a / à
d) À / a / à
e) A / à / a

08. (ITA) Analisando as sentenças:

I. A vista disso, devemos tomar sérias medidas.
II. Não fale tal coisa as outras.
III. Dia a dia a empresa foi crescendo.
IV. Não ligo aquilo que me disse.

Podemos deduzir que:
a) Apenas a sentença III não tem crase.
b) As sentenças III e IV não têm crase.
c) Todas as sentenças têm crase.
d) Nenhuma sentença tem crase.
e) Apenas a sentença IV não tem crase.

09. (ABC – MED.) A alternativa em que o acento indicativo de crase não procede é:
a) Tais informações são iguais às que recebi ontem.
b) Perdi uma caneta semelhante à sua.
c) A construção da casa obedece às especificações da Prefeitura.
d) O remédio devia ser ingerido gota à gota, e não de uma só vez.
e) Não assistiu a essa operação, mas à de seu irmão.

10. (FUVEST) Indique a forma que não será utilizada para completar a frase seguinte:

Maria pediu ____ psicóloga que ____ ajudasse ____ resolver o problema que ___ muito ____ afligia.”
a) preposição (a)
b) pronome pessoal feminino (a)
c) contração da preposição a e do artigo feminino a (à)
d) verbo haver indicando tempo (há)
e) artigo feminino (a)

11. (ITA – SP)
Dadas as afirmações:
1- Tudo correu as mil maravilhas.
2 – Caminhamos rente a parede.
3 – Ele jamais foi a festas.

Verificamos que o uso do acento indicador da crase no “a” é obrigatório:
a) apenas na sentença nº 1
b) apenas na sentença nº 2
c) apenas nas sentenças nºs 1 e 2
d) em todas as sentenças  

12. (VUNESP – 2011 – TJ-SP – Escrevente Técnico Judiciário) Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as lacunas das frases.
_______ situações insustentáveis do lixo na capital. Esse problema chega ____ autoridades que deverão tomar _____ providências cabíveis.
a) As . as . as
b) Há . às . as
c) Há . as . às
d) Às . as . às
e) As . hás . as
13. Refiro-me ...... atitudes de adultos que, na verdade, levam as moças ...... rebeldia insensata e ...... uma fuga insensata.
a) às, à, a
b) as, à, à
c) às, à, à
d) as, à, a
e) às, a, à
14. Na frase: “Tende a satisfazer as exigências do mercado”, substituindo-se “satisfazer” por “satisfação”, tem-se a forma correta:
a) tende à satisfação as exigências do mercado;
b) tende a satisfação as exigências do mercado;
c) tende a satisfação das exigências do mercado;
d) tende a satisfação às exigências do mercado;
e) tende à satisfação das exigências do mercado.

15. (TJ/RO – 2010 – FUNDAÇÃO CESGRANRIO) Indique a opção em que o sinal indicativo de crase está corretamente usado.
a) Essa proposta convém à todos.
b) O governo aumentou à quantidade de subsídios.
c) A empresa considerou a oferta inferior à outra.
d) Ele está propenso à deixar o cargo.
e) Não vou aderir à modismos passageiros.

16. (DETRAN/RN – 2010 – FGV) 7 - Assinale a alternativa em que está correto o uso do acento indicativo de crase:
a) O autor se comparou à alguém que tem boa memória.
b) Ele se referiu às pessoas de boa memória.
c) As pessoas aludem à uma causa específica.
d) Ele passou a ser entendido à partir de suas reflexões sobre a memória.
e) Os livros foram entregues à ele.

17. (POLÍCIA CIVIL/SC – 2010 – ACAFE) 10 - Assinale a alternativa correta que preenche as lacunas da frase a seguir.

O vereador que reside ______ Rua Miguel Deodoro corre o risco de ter seu _________ _______ assim que o processo chegar _______ mãos do Presidente.
a) à - mandado caçado - as
b) à - mandato caçado - às
c) na - mandado cassado - as
d) na - mandato cassado – às

18. (PUC) “sensível a criatura à impressão”. Assinale a opção em que há ERRO no emprego do acento grave, indicativo da crase:
a) Quando iremos à Portugal?
b) Terminei o trabalho às 11 horas da noite.
c) Hoje distribuíram balas às crianças do bairro.
d) Emprestei vários livros à secretaria.
e) Ele não compareceu à reunião de sexta-feira.

19. (UNIRIO) Assinale o item em que há ERRO por ausência ou presença do acento noAindicativo de crase.
a) À cada gol, Pelé exultava.
b) Assisti a uma partida sem gols.
c) O juiz terminou a partida às pressas.
d) À uma hora se iniciaria o último jogo do torneio.
e) Fui à praia e não vi futebol na areia.
20. (ABC - MED.)
A alternativa em que o acento indicativo de crase não procede é:
a) Tais informações são iguais às que recebi ontem.
b) Perdi uma caneta semelhante à sua.
c) A construção da casa obedece às especificações da Prefeitura.
d) O remédio devia ser ingerido gota à gota, e não de uma só vez.
e) Não assistiu a essa operação, mas à de seu irmão.

21. (ITA)
Analisando as sentenças:
I. A vista disso, devemos tomar sérias medidas.
II. Não fale tal coisa as outras.
III. Dia a dia a empresa foi crescendo.
IV. Não ligo aquilo que me disse.
Podemos deduzir que:
a) Apenas a sentença III não tem crase.
b) As sentenças III e IV não têm crase.
c) Todas as sentenças têm crase.
d) Nenhuma sentença tem crase.
e) Apenas a sentença IV não tem crase.

22. (FUND. LUSÍADA) Assinale a alternativa que completa corretamente o período: ____ noite estava clara e os namorados foram _____ praia ver a chegada dos pescadores que voltavam ____ terra.
a) A / à / à
b) A / a / à
c) A / à / a
d) Á / à / à
e) À / a / à

23. (FUVEST) Indique a forma que não será utilizada para completar a frase seguinte:
Maria pediu ......psicóloga que .....ajudasse.....resolver o problema que.....muito.....afligia.”
a) pronome pessoal feminino (a)
b) contração da preposição a e do artigo feminino a (à)
c) artigo feminino (a)
d) preposição (a)
e) verbo haver indicando tempo (há)

24. (ESAN) Das frases abaixo, apenas uma está correta, quanto à crase. Assinale-a:
a) Devemos aliar a teoria à prática
b) Ele parecia entregue à tristes cogitações
c) Daqui à duas semanas ele estará de volta
d) Puseram-se à discutir em voz alta
e) Dia à dia, a empresa foi crescendo

25. (ITA) Analisando as sentenças:
I. A vista disso, devemos tomar sérias medidas.
II. Não fale tal coisa as outras.
III. Dia a dia a empresa foi crescendo.
IV. Não ligo aquilo que me disse.
Podemos deduzir que:
a) As sentenças III e IV não têm crase
b) Todas as sentenças têm crase
c) Apenas a sentença IV não tem crase
d) Apenas a sentença III não tem crase
e) Nenhuma sentença tem crase

26. (ABC - MED.) A alternativa em que o acento indicativo de crase não procede é:
a) A construção da casa obedece às especificações da Prefeitura
b) Tais informações são iguais às que recebi ontem
c) Não assistiu a essa operação, mas à de seu irmão
d) O remédio devia ser ingerido gota à gota, e não de uma só vez
e) Perdi uma caneta semelhante à sua

27. (CESCEM) Sentou-se ___ máquina e pôs-se ___ reescrever uma ___ uma as páginas do relatório.
a) à / à / à
b) à / a / a
c) a / à / à
d) à / à / a

28. (ABC - MED.) Nas alternativas que seguem, há três frases, que podem estar corretas ou não. Leia-as atentamente e marque a resposta certa:
I. O seu egoísmo só era comparável à sua feiúra.
II. Não pôde entregar-se às suas ilusões.
III. Quem se vir em apuros, deve recorrer à justiça.
a) Apenas as frases II e III estão corretas
b) Apenas as frases I e II estão corretas
c) Apenas a frase I está correta
d) Apenas a frase II está correta
e) As três frases estão corretas

29. (FASP) Assinale a alternativa com erro de crase:
a) Refiro-me à Roma antiga, na qual viveu César
b) Já não agrada ir à Brasília. A gasolina...
c) Você já esteve em Roma? Eu irei à Roma logo
d) nenhuma das alternativas está errada
e) Fui à Lisboa de meus avós, pois gosto da Lisboa de meus avós

30. (CESGRANRIO) O acento grave está empregado de acordo com a norma- padrão em:
a) Ensinar implica à necessidade de também aprender.
b) Os professores sempre visam à evolução dos alunos.
c) A educação se constrói à duras penas.
d) Recorrer à métodos pedagógicos alternativos é fundamental.
e) É importante criar discussões àcerca do ensino.


01-D/2-D/3-C/4-A/5-A/6-E/7-E/8-A/9-D/10-E/11-C/12-B/13-A/ 14- E/15 – C/ 16- B/17- D/18- A/19- A/20 -D/21- A/22- C/23 – C/24 – A/25 – D/26 – D/27 – B/28 – E/29 – E/ 30 - B