NO INICIO DO BLOG

31 de março de 2013

Tema de redação - vestibular

"Uma sociedade só é democrática quando ninguém for tão rico  que possa comprar alguém; ninguém for tão pobre que tenha que se vender a alguém."
Em um texto dissertativo argumentativo posicione-se a respeito, em 25 a 30 linhas. Dê um título para sua produção textual.

Tema de redação - vestibular UFSM- UNIJUÍ

Manter o estado laico é a garantia de que todos possam exercer livremente suas crenças e fé?
Qual seu posicionamento a respeito? Faça-o em 20 a 30 linhas em um texto dissertativo argumentativo, dê um título a sua produção textual.

26 de março de 2013

Temas de redação Concurso Banco do Brasil

1 - A nova classe média brasileira

2 - A importância de ser uma empresa sustentável

3 - Dá-se o peixe ou se ensina a pescar?

4 - A ética na profissão

5 - Minorias; garantia de direitos ou promoção de privilégios ( auxílios, bolsas, cotas)

6 - A polêmica entre a necessidade do progresso e as implicações do lixo nas condições de vida no planeta

7 - A desumanização do homem através de todas instituições

8 - Os efeitos da ascensão social feminina nas últimas décadas

9 - Contra provas não há argumentos

10 - A transitoriedade das leis atende ao permanente senso de justiça?

Até....

21 de março de 2013

Figuras e vícios de linguagem

                               Figuras de som
1 - aliteração ; consiste na repetição ordenada de mesmos sons consonantais.
O rato roeu a roupa do rei a rainha raivosa roeu o resto.

2 - assonância; consiste na repetição ordenada de sons vocálicos idênticos.
Sou um mulato nato no sentido lato.

3 - paranomásia; consiste na aproximação de palavras de sons parecidos, mas de significados distintos.
Eu que posso, penso e peço.

                        Figuras de construção
1 - elipse;consiste na omissão de um termo identificável no contexto.
Na sala, apenas quatro ou cinco convidados.
(omissão de havia)

2 - zeugma; na elipse de um termo que já apareceu antes.
Ele prefere cinema, eu teatro.
(omissão de prefere)

3 - polissíndeto; é a repetição de conectivos ligando termos das orações ou elementos do período.
E sob as ondas, e sob as nuvens e o vento e sob as pontes e sob o sarcasmo.

4 - inversão; mudança da ordem natural dos termos da oração.
De tudo ficou um pouco.

5 - silepse; concordância , não com o que vem expresso, mas com o que se subentende estar implícito. Pode ser;
de gênero;
Vossa Excelência está preocupado.
de número;
Os Lusíadas glorificou nossa literatura.
de pessoa;
 O brasileiro insiste em comer essa coisa verde e mole e que se derrete na boca.

6 - anacoluto; consiste em deixar um termo solto na frase.
A vida, não sei se realmente se vale alguma coisa.

7 - pleonasmo;redundância cuja finalidade é reforçar a mensagem.
E rir meu riso e derramar meu pranto.

8 - anáfora;  repetição de uma palavra no início dos versos.
Amor  é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina se doer.

                        Figuras de pensamento

1 - antítese; palavras que se opõem em sentido.
Os jardins têm vida e morte.

2 - ironia; palavras com efeito crítico ou humorístico.
Moça linda, burra como uma porta.

3 - eufemismo; palavras que tentam suavizar uma situação desagradável.
Ele enriqueceu por meios ilícitos.

4 - hipérbole; exagero com finalidade enfática.
 Estou morrendo de sede.

5 - prosopopeia ou personificação; dar vida a seres inanimados.
O jardim olhava a criança sem dizer nada.

6 - graduação ou clímax; por meio de palavras há um entender crescente ou decrescente.
Latejando,batendo, restrugindo.
Um hora, um minuto, um segundo é demais.

7 - apóstrofe;consiste na interpelação com alguém que está falando.
Senhor Deus, dizei-me vós, Senhor Deus!!!!


                            Figuras de palavras

1 - metáfora; é o emprego de um termo diferente do habitual.
Meu pensamento é um rio subterrâneo.

2 - metonímia; explora uma situação lógica entre os termos.
Não tinha teto, não tinha nada.
(teto por casa)

3 - catacrese; uso de uma palavra para designar um conceito torna-se outro por empréstimo.
O pé da mesa.
Cabeça de alho.

4 - antonomásia ou perífrase; um nome se subentende com facilidade a quem se refere,
Os quatro rapazes de Liverpool.
( em vez de Beatles)

5 - sinestesia; mesclar sensações de diferentes órgãos de sentido.
A lua crua da madrugada invadia meu quarto.

                               Vícios de linguagem

1 - barbarismo; uso incorreto da língua.
pesquizar em vez de pesquisar

2 - solecismo; desvio das regras da norma culta da língua.
Fazem dois anos que não o vejo.
Faz é o correto.

3 - ambiguidade. frase com mais de um sentido.
O guarda prendeu o suspeito em sua casa.
Qual  casa???

4 - cacófato;  som produzido pela junção de sílabas.
Amo ela.
(moela)
Cinco por cada.
(porcada)

5 - pleonasmo; repetição desnecessária.
A brisa matinal.
Subir a subida.

6 - neologismo; criação de palavras novas.
envelhescente

7 - arcaísmo; palavras em desuso.
Vossa mercê.
Em vez de você.

8 - eco; palavras terminadas com o mesmo som.
Repetente mente alegremente.
Até!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



18 de março de 2013

Redação concurso Banco do Brasil

A redação do concurso Banco do Brasil tem critérios a serem observados. 
Título de acordo com o contexto, nunca o escrevam com somente uma palavra e não o pontuem, pode ser uma tese.
O texto, não é regra, mas se for escrito com 4 parágrafos, torna-se mais fácil a argumentação e a questão da pontuação e dos períodos compostos.
Lembrem-se que cada parágrafo deve ter, no mínimo, 2 pontos;  equilíbrio quanto ao número de linhas.
Introdução; 5 a 6 linhas
Desenvolvimento 1; 8 a 9 linhas
Desenvolvimento 2; 8 a 9 linhas
Conclusão; 5 a 6 linhas
Também não vão roer as unhas contando as linhas; equilíbrio, ok.
Na introdução atenham-se a introduzir o tema mais 2 opiniões a respeito da proposta.
Nos desenvolvimentos argumentem de forma  a convencer o leitor das opiniões, colocadas na introdução.
Citem, façam referências da literatura, história, filosofia, porém que isso não ultrapasse 2 linhas.
Conclusão; retomem tudo que escreveram em outras palavras, e coloquem uma possível solução. Nesse parágrafo não acrescentem novas informações, pois pode ser outro desenvolvimento.
Boa sorte!!!!!!


17 de março de 2013

16 de março de 2013

Separação de seres?????

Ao separarmos as sílabas de palavras do tipo:
joia
apoia
Troia
meio
plateia
tamoio
recreio
jiboia
sempre levem em conta que o correto é a vogal do meio se apoiar na vogal anterior. 
joi-a
a-poi-a
troi-a
mei-o
pla-tei-a
ta-moi-o
re-crei-o
ji-boi-a
Até!!!!!!

Separar seres iguais????

Seres iguais se repelem!!!!!
Em se tratando de separação de sílabas, letras iguais nunca ficam juntas.
ál-co-ol
ca-a-tin-ga
car-ro-ça
a-ves-so
Até!!!!!

Existe crase antes de números?

Existe, mas quando se subentende uma palavra feminina a que esse número se refere.
Li da página 10 à 45.
Percebam que o referente é página - feminino e podemos - dica - substituir o à por "até a".
Observem
Fiquei em Paris de 10 a 20 de março.
Fiquei em Paris de 10 até 20 de março.
Não coube"até a".
Então muito cuidado com os convites, anúncios e vai...
Até!!!!!

12 de março de 2013

Vamos a essa

Em domicílio - a domicilio
Caracas, quantos cartazes indo pro lixo!
Usa-se a expressão em domicílio com os verbos entregar, dar, fazer. A domicílio emprega-se com verbos que têm ideia de movimento; levar, mandar, enviar.
Foi feita entrega em domicílio.
Nesta loja, enviamos a domicílio.
OK

Essa é legal

Ao nível de - em nível de
As formas corretas são em nível de, que significa em âmbito de; ao nível de é equivalente à altura de.

O salário mínimo será decidido em nível de Congresso.

Os políticos são os que mais utilizam essas expressões de forma errada, observem!!!!!!

Curiosidades

Ao invés de - em vez de
Ao invés de corresponde ao contrário de e em vez de significa no lugar de.
Na dúvida, utilize em vez de, que pode se aplicar às duas situações.

Ao invés de sair da loja, ele entrou.
Em vez de chocolate, escolheu sorvete de creme.

Boa essa...

Curiosidades da língua portuguesa

A meu ver
Não se usa o artigo o antes de pronome possessivo nesse tipo de locução - ao meu ver - errado, senhores políticos. Usa-se a meu ver, a meu modo, a meu pedido. a meu bel-prazer. OK

11 de março de 2013

Tema de redação vestibulares

No século XXI, surgem conflitos nas relações interpessoais; as gerações possuem sabedorias que podem ser desconhecidas para a outra geração, porém a troca de saberes poderia vivenciar aprendizagens, diversos modos de pensar, agir, sentir.
Produza um texto dissertativo argumentativo sobre as formas pelas quais se estabelecem as relações entre as gerações, no mundo contemporâneo. Dê um título ao seu texto. Modelo ENEM.

3 de março de 2013

Modelo de texto relativo ao tema "imagens"

Título

Escher, Platão e o real imaginário

Introdução

O quadro "relatividade" de Escher, mostra um mesmo ambiente, porém sob ângulos visuais diferentes, transmite a impressão de ser outro lugar. Em sociedade ocorre algo semelhante. Uma instituição quando idealizada apresenta certas características, todavia ao ser viabilizada, efetivamente essa mesma instituição ganha novas conotações. É como girar o quadro de Escher; o projeto de algo apresenta uma imagem  que não pode ser a mesma quando tornar-se real.

Desenvolvimento 1

A instituição da igreja Católica, por exemplo, apresenta dogmas como a existência de um Deus único, onipotente e misericordioso. Criou-se essa imagem primordial de benevolência e tolerância. Porém, em meados do século XVI, em vista à Reforma Protestante, uma vertente da igreja, chamada Inquisição, foi posta em prática. Fogueira aos hereges e cerceamento aos opositores foram os preceitos reais vividos pela população. A imagem de compreensão e acolhimento foi substituída pela repressão e pela violência nada idealizadas.

Desenvolvimento 2

O filósofo Platão tentou explicar por meio da teoria das ideias essa dualidade entre a imagem projetada e a real. Para ele, todas as formas existentes no mundo físico são reflexos das formas ideais, presentes somente no mundo das ideias. Essas são perfeitas e as que temos alcance são apenas reflexos, por isso, passíveis de imperfeição. Passando da filosofia para o cotidiano, a formação de um estado totalitário tenta mesclar símbolos, imagens com o concreto. Hitler prometia um estado forte embasado em arianos nacionalistas e amantes da pátria. Essa seria a imagem ideal, na qual muito alemães acreditavam, porém, de fato, o que teve foi um estado xenófobo, racista, autoritário e violento, isto é, real, e como disse Platão, passível de muitos erros.

Conclusão

Como o símbolo para Gilbert Durant culminava em soluções apaziguadoras dos problemas, para Platão a ideia é a própria solução, é perfeição. Inegável que as instituições sejam perfeitas em nosso imaginário, além disso, é assim que muitos preferem as ver; a igreja Católica sem máculas, o Nazismo sem violência. No entanto, essa é uma perspectiva utópica. De fato, a imagem não é o objeto real, é o seu reflexo o qual podemos moldar de acorda com nosso ponto de vista. Assim sugeriu Escher em se quadro multifacetado.

Tema de redação - ENEM

 1 - Um mundo de imagens
 2 - A imaginação simbólica é sempre um fator de equilíbrio. O símbolo concebido com uma síntese equilibradora, por meio da qual a alma dos indivíduos oferece soluções apaziguadoras aos problemas.
 3 - Ao invés de nos relacionarmos diretamente com a realidade, dependemos cada vez mais de uma vasta gama de informações, que nos alcançam com mais poder, facilidade e rapidez. É como se ficássemos suspensos entre a realidade da vida diária e sua apresentação.
4 - Na civilização em que se vive hoje, constroem-se imagens, as mais diversas, sob os mais variados aspectos, constroem-se, por exemplo, sobre pessoas, fatos, livros, instituições e situações. No cotidiano é comum substituir-se o real imediato por essas imagens.
Dentre as possibilidades de construção de imagens enumeradas, escolha apenas uma, como tema de seu texto, e redija uma dissertação em prosa. Dê um título ao seu texto; 25 a 30 linhas.