NO INICIO DO BLOG

5 de dezembro de 2016

ENEM - 2017


O Ministério da Educação (MEC) fará um consulta pública, provavelmente em janeiro do ano que vem, para coletar opiniões da população sobre prováveis mudanças que devem ser implementadas no Enem 2017 e também de 2018.
O anúncio foi feito por representantes do ministério e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) na noite deste domingo (04), em entrevista coletiva concedida em Brasília após a segunda aplicação das provas do Enem 2016.
Entre possíveis sugestões que podem ser consideradas na pauta de discussão, podemos ter a realização de somente um dia de provas ao invés de dois, além da exclusão da Redação.
Apesar dos rumores apontarem para as alterações citadas, o ministro da educação Mendonça Filho disse que não quer “antecipar nenhuma decisão” e que ainda não é possível prever o que de fato será debatido na consulta:
Não temos ainda quadro de perguntas que podem ser feitas, que podem nortear o caminho a ser discutido. A temática não pode ser tão abrangente que termine virando algo difícil de coletar por aqueles que participam do Enem.
Ainda de acordo com ele, a ideia é promover um debate de forma democrática, que permita aos próprios estudantes que prestarão o exame nacional participar e opinar de acordo com suas expectativas e interesses.
Vale lembrar, por fim, que recentemente a presidente do Inep, Maria Ines Fini, adiantou que Enem pode deixar de ser usado para certificação do ensino médio e também para candidatos treineiros . Além disso, ela também confirmou que o resultado do exame continuará sendo usado por programas de acesso ao ensino superior, como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Universidade Para Todos (Prouni), entre outros.
Portanto, é possível que tais assuntos nem entrem na lista que fará parte da chamada pública.
Postar um comentário