NO INICIO DO BLOG

26 de dezembro de 2017

PONTUAÇÃO




01) EPCAR - “Bem-aventurado, pensei eu comigo, aquele em que os afagos de uma tarde serena de
primavera no silêncio da solidão produzem o torpor dos membros.” (Herculano)
No período em apreço, usaram-se as vírgulas para separar:

a) uma oração pleonástica;
b) uma oração coordenada assindética;
c) um adjunto deslocado;
d) elementos paralelos;
e) uma oração intercalada.

02) EFOMM - A opção em que está correto o emprego do ponto-e-vírgula é:

a) Solteiro; foi um menino turbulento; casado, era um moço alegre; viúvo, tornara-se uma pessoa de
semblante sombrio.
b) Solteiro, foi um menino turbulento; casado, era um moço alegre; viúvo, tornara-se uma pessoa de
semblante sombrio.
c) Solteiro, foi um menino; turbulento, casado; era um moço alegre viúvo, tornara-se uma pessoa de
semblante sombrio.
d) Solteiro foi um menino turbulento, casado era um moço alegre, viúvo; tornara-se uma pessoa de
semblante sombrio.
e) Solteiro, foi um menino turbulento, casado; um moço alegre, viúvo; tornara-se uma pessoa de
semblante sombrio.

03) EFOMM - É inaceitável a pontuação na alternativa:

a) 1 cm., 2 cm., 1 m., 2 m., 1 g., 2 g., 1 kg., 1 h 20., 2 h 20 m 30 s.
b) De boa árvore, bons frutos.
c) Terminada a palestra, procure-nos.
d) Não chore, que será pior.
e) Eram dois - eu os vi pessoalmente - os assaltantes.

04) EFOMM - Assinale a alternativa em que o período está corretamente pontuado:

a) Uns trabalhavam, esforçavam-se, exauriam-se; outros gozavam, não pensavam no futuro.
b) “E agora José?”
c) Cauteloso que era, nunca revelava realmente, suas idéias.
d) Afirmavam, insistentes; era o reparo moral, que queriam, e não o dinheiro.
e) Com as graças de Deus, vou indo caríssima Rosália.


Nas questões de números 5 e 6, marque a alternativa corretamente pontuada.

05) EPCAR

a) “O caminho da verdade é único e simples o da falsidade, vário e infinito.”
b) “O caminho da verdade é único, e simples o da falsidade, vário e infinito.”
c) “O caminho da verdade, é único e simples; o da falsidade, vário e infinito.”
d) “O caminho da verdade é único e simples; o da falsidade, vário e infinito.”
e) “O caminho da verdade, é único e simples, o da falsidade, vário, e infinito.”

06) EPCAR

a) “Aprendi, desde bem cedo, a compreender e a perdoar. De vez em quando por muito
compreender perdoar se torna difícil, porém sempre tenho arranjado um jeitinho.”
b) “Aprendi, desde bem cedo, a compreender e a perdoar. De vez em quando, por muito
compreender, perdoar se torna difícil, porém sempre tenho arranjado um jeitinho.”
c) “Aprendi desde bem cedo, a compreender e a perdoar, de vez em quando por muito compreender;
perdoar se torna difícil, porém sempre tenho arranjado um jeitinho.”
d) “Aprendi desde bem cedo a compreender e a perdoar; de vez em quando por muito compreender
perdoar se torna difícil porém, sempre tenho arranjado um jeitinho.”
e) “Aprendi, desde bem cedo, a compreender e a perdoar. De vez em quando por muito
compreender perdoar se torna difícil porém, sempre tenho arranjado um jeitinho.”

07) EFOMM - Assinale a única alternativa que apresenta pontuação não justificável:

a) Eu, sou valente, disse o fanfarrão.
b) Todos os meus amigos sabem disso, meu caro!
c) Todos os meus amigos sabem, disso estou certo!
d) A caridade, que é virtude cristã, agrada mais a Deus que aos homens.
e) Fui lá, ainda ontem, e procurei-o.

08) AMAN - “Para meu desapontamento, nasceu um ser raquítico e feio, pesando um quilo.”
As vírgulas, na frase acima transcrita, foram utilizadas, respectivamente para:

a) isolar o aposto e separar uma oração subordinada da principal;
b) marcar o início de uma oração intercalada e separar orações coordenadas assindéticas;
c) marcar o deslocamento do adjunto adverbial e separar uma oração adjetiva explicativa da
principal;
d) isolar o objeto pleonástico e indicar a elipse da conjunção;
e) separar uma oração subordinada anteposta à principal e separar uma oração subordinada posposta
à principal.

09) Escola Naval - Cada número está no lugar de um sinal de pontuação. Marque a seqüência que
apresenta a pontuação correta, respectivamente:
“Desde que parti (1) duas coisas não me saem da cabeça (2) uma era o pedido de casamento que
recebi (3) a outra (4) a maneira como tal atitude foi tomada (5)”

a) ; , : , ?
b) , . ; : .
c) : ; , : !
d) , ; , , .
e) , : ; , .

10) AMAN - “Éramos alunos, e rapidamente se estabeleceu intimidade entre nós.”
No trecho acima, a vírgula tem a função de separar:

a) duas orações coordenadas assindéticas;
b) o adjunto adverbial intercalado;
c) duas orações coordenadas sindéticas adversativas;
d) duas orações coordenadas que possuem sujeitos diferentes;
e) duas orações coordenadas justapostas.

11) EFOMM - Ocorre pontuação inaceitável em:

a) Colega, ainda que mal pergunte, que negócio é esse?
b) Se queres distrair-te, ouve cantores franceses.
c) Pedro era entre todos os empregados, o mais fiel.
d) Perdôo-te; espero, porém, que não reincidas no erro.
e) Não creia naqueles que não acreditam em ninguém.

12) Escola de Medicina e Cirurgia - RJ - Assinale o exemplo em que a vírgula foi usada para denotar
uma pausa de valorização expressiva entre o sujeito e o verbo:

a) Tudo ali era estável, seguro. (Graciliano Ramos);
b) Pois eu, vou-me. (M. Campos Pereira);
c) Saiba o senhor, o de-Janeiro é de águas claras. (Guimarães Rosa);
d) Se o negócio não se arranja, eu estouro! (M. Antônio de Almeida);
e) O tempo, que não existe, é geralmente o que mais nos atormenta ou nos recreia. (M. de Maricá).

13) ESPCEX- Leia o texto abaixo e coloque as vírgulas necessárias.
1 - “A “Tribuna da Bahia” diário de Salvador chegou a publicar um editorial
2 -“Gabriela alho e óleo” onde classificava de “patética macaqueação de sota-
4 - que nortista” o linguajar da novela.
8 - A influência da novela na vida da cidade vai contudo muito além das discus-
16 - sões em torno do sotaque. Na verdade desde 1959 quando uma revista carioca
32 - revelou a existência real das personagens do livro de Jorge Amado Ilhéus
64 - tem vivido à sombra de Gabriela. Agora com a novela a cidade passou a se descobrir”
Na frente de cada linha existe um número. Some os números correspondentes às linhas nas quais você colocou uma ou mais vírgulas.
A resposta será a soma encontrada.
Resposta: __________

14) ESPCEX - Dando continuidade ao seu raciocínio sobre o emprego dos sinais de pontuação, leia cada
uma das frases apresentadas abaixo. Some os números correspondentes às frases que estiverem corretas quanto ao emprego dos sinais de pontuação. A resposta da questão será a soma encontrada.
1 Aristóteles dizia a seus discípulos: “Meus amigos, não há amigos.”
2 Como está linda, a manhã!
4 Como te chamas? - perguntou-me João meu novo vizinho.
8 A hora - disse o homem -, é esta.
16 Volte, Raul; e, até fevereiro, teremos dela, certamente, uma resposta definitiva.
32 Não queria que a irmã viajasse, pois Carlos, seu cunhado, estava enfrentado dificuldades.
Resposta: __________

15) ESPCEX- Leia o texto abaixo, colocando as vírgulas necessárias.
1 “Transformadas em bandejas e “souvenirs” elas são o deslumbramento dos
2 turistas. Espetadas por trás de vitrines fazem o deleite dos coleciona-
4 dores. Por estes e outros motivos as borboletas são cada vez mais procura-
8 das. Mas a imagem bucólica do caçador tradicional com sua rede e seu cha-
16 péu de explorador foi substituída por uma perseguição em escada industrial
32 na base de sofisticada aparelhagem. Esse extermínio indiscriminado é con-
64 denado por zoólogos.”
Na frente de cada linha existe um número. Some os números correspondentes às linhas nas quais você colocou uma ou mais vírgulas. A resposta da questão será a soma encontrada.
Resposta: __________

16) Universidade Federal do Pará - A vírgula é usada antecedendo um aposto em:

a) “A população está crescendo 90 milhões de pessoas por ano, o que significa que a cada 16 meses
o mundo cresce em população.”

b) “Em 1988, os Estados Unidos e o Canadá (...)”
c) “Imagine se a gente passar a se alimentar só de arroz, e de repente, (...)”
d) “Temos que salvá-lo, pois o planeta está numa CTI.”
e) “Porque a gente pode comer carne, arroz (...)”

17) Universidade Federal do Pará - No trecho: “Vi um jaguar e pensei: será muito difícil viver no planeta se meus filhos não puderem ver um jaguar.”, a pontuação usada demonstra que os dois pontos servem para anunciar uma:
a) citação;
b) enumeração;
c) concessão;
d) complementação;
e) exemplificação.

18) UFRRJ - Marco Túlio Cícero, tão famoso quanto Demóstenes na área da retórica, sempre dizia:
Prefiro a virtude do medíocre ao talento do velhaco.
Neste período está faltando um sinal de pontuação:

a) vírgula;
b) ponto e vírgula;
c) ponto de exclamação;
d) aspas;
e) reticência.

19) AFA - A vírgula é usada obrigatoriamente para isolar o aposto, ou qualquer elemento de valor
meramente explicativo. Em qual das alternativas a colocação da vírgula obedece a esse princípio?

a) “Inventava conversas, dizia-se leal, trazia presentes.”
b) “(...) erguendo os olhos do trabalho em que se aplicava, um mancal de madeira para o moinho, viu Nestor de pé sobre o talude (...)”


c) “Pense nisso, rapaz, reflita nisso.”
d) “Como de outras vezes, olhava para a garganta de Bernardo.”

20) Escola Naval - Assinale a frase que apresenta erro de pontuação:

a) Meu filho, não tenha medo da vida.
b) São palavras de Deus: “Crescei e multiplicai-vos!”
c) Gosto de teatro, ela de cinema.
d) Não sabemos por que você está apressado.
e) Disse o mestre:

21) CESGRANRIO - Assinale a opção em que a explicação para o emprego das vírgulas está errada:

a) “Zilda, a dona da casa, arrumara a mesa desde cedo.” (isolam o aposto)
b) “E, para adiantar o expediente, vestir a aniversariante logo depois do almoço.” (destacam a oração adverbial)
c) “Tratava-se de uma velha grande, magra, imponente e morena.” (separam predicativos)
d) “O ponche foi servido, Zilda suava, nenhuma cunhada ajudava propriamente.” (separam orações coordenadas assindéticas)
e) “e de costas para a aniversariante, que não podia comer frituras, eles riam inquietos.” (isolam a oração adjetiva explicativa)

22) Escola Naval - Assinale o item que apresenta erro de pontuação:

a) A casa creio que já está alugada.
b) O Papa, que mora em Roma, tem visitado vários países.
c) Eu diria que as árvores pensam.
d) Eu sabia, mas não podia falar.
e) Sabedor, nunca o fui.

23) ESPCEX- Justifica-se o emprego da vírgula assinalada na seguinte passagem:

a) “já lá vão muitas páginas, falei das simetrias (...)”
b) “(...) falei das simetrias, que há na vida.”
c) “Há duas diferenças. A primeira, é que nela o mal é puro e confessado reumatismo.”
d) “(...) nela o mal é puro, e confessado reumatismo.”

24) UNIRIO - No trecho “D. Tonica tinha fé em sua madrinha, Nossa Senhora da Conceição, e investiu a
fortaleza com muita arte e valor.” - o emprego das vírgulas justifica-se porque a expressão que elas
limitam é:

a) um apêndice do sujeito da oração;
b) indicadora de uma negação;
c) predicativo do objeto indireto;
d) aposto de madrinha;
e) sujeito da oração anterior.

25) UFRRJ - No período,“A fé, que é a mola do crente, sustenta e impulsiona a máquina do mundo”, a oração “que é a mola do crente” está entre vírgulas, porque:

a) eqüivale a um aposto;
b) está em ordem indireta;
c) o autor quis destacar o conceito de crença;
d) é uma oração adverbial;
e) é uma oração substantiva completiva.

26) ITA - Qual das seqüências abaixo jamais admitirá, de acordo com as nossas gramáticas, o emprego de duas vírgulas?
a) O irmão meu que estava doente não chegou na hora.
b) Mesmo que tu chegues atrasado José não deixes de trazer as revistas que te emprestei sábado último.
c) A mulher se divide em quatro partes cabeça tronco membros e espelho.
d) Jamais lhe poderei dizer que isto se passou na casa de uma das mais tradicionais famílias da região os Mesquitas.
e) A muito custo após algumas horas disseram que não haviam chegado os impressos para formalizar a petição.

27) EPCAR - “Ao homem, deu-lhe Deus a sensibilidade para amar o bem.” Empregou-se a vírgula para:

a) pôr em destaque uma expressão;
b) separar uma expressão na ordem inversa;
c) realçar um objeto indireto pleonástico;
d) separar um aposto;
e) dar ênfase a uma circunstância.

28) ITA - Assinale a opção cujos sinais, indicados entre parêntese, não permitem pontuação correta para as frases abaixo:
a) Se a felicidade é proporcional à renda é irrespondível a causa das máquinas se não a questão toda
precisa ser examinada. (2 vírgulas e 1 ponto-e-vírgula)
b) “O mau médico encarece a enfermidade e não lhe dá remédio o mau conselheiro exagera os
inconvenientes e não dá meio com que os melhorar.” (3 vírgulas e 1 ponto-e-vírgula)
c) “O beijo das mulheres sérias é frio faz a gente espirrar o das mulheres ardentes gasta-nos os
lábios... e o dinheiro.” (1 dois pontos e 1 ponto-e-vírgula)
d) Chamava-se Isolina a amiga que a consolava Piedade. (1 vírgula e 1 ponto-e-vírgula)
e) “Depois dos pais que recebem o nosso primeiro grito o solo pátrio recebe os nossos primeiros
passos é um duplo receber que é duplo dar.” (3 vírgulas e 1 dois pontos)

29) Colégio Naval

(1) Ilustre e altiva raça lusitana,
Criadora e tenaz, modesta e sóbria,
Sempre disposta estás a olhar de frente
O destino por mais amargo e duro!

(5) Raça oriunda de Luso, esse pastor
Filho de Baco e rei da última Tule,
Raça contida em terra tão pequena,
E que no incerto mar mundos colheste.
A contemplar o Atlântico deserto,

(10) Vives sempre a rever, verdes caminhos,
Por onde os teus varões se assinalaram.
(Soneto a Portugal, Augusto Frederico Schmidt)

De acordo com a norma gramatical, o uso da primeira vírgula, no verso 10:

a) está correto, pois isola um vocativo;
b) está incorreto, pois não se separa objeto direto que segue imediatamente ao seu verbo transitivo;
c) é indispensável por motivo de ênfase;
d) se justifica pela anteposição do adjetivo, na expressão verdes caminhos;
e) está incorreto por separar sujeito e predicativo.

30) EPCAR - Assinale a alternativa que pontua correta e ordenadamente o texto que segue.
Paulo não gosta de estudar ao contrário só pensa em divertir-se saindo seguidamente seu irmão contudo é preocupado com o futuro não deixando de estudar jamais.

a) , , , ; , , ,
b) , , ; , , ;
c) , , ; , , , , ,
d) , , , , ,
e) , , ; , , ; ,

31) EFOMM - Assinale o único exemplo em que ocorreu erro quanto à pontuação:

a) Os termos essenciais e integrantes da oração ligam-se uns com os outros sem pausa; não podem,
assim, ser separados por vírgula.
b) Emprega-se o ponto, pois, fundamentalmente, para indicar o término de uma oração declarativa,
seja ela absoluta, seja a derradeira de um período composto.
c) As orações subordinadas adjetivas restritivas, indispensáveis ao sentido da frase, ligam-se a um
substantivo (ou pronome) antecedente sem pausa, razão por que dele não se separam, na escrita,
por vírgula.
d) Para se saber onde deve colocar os sinais de pontuação, habitue-se a ouvir a melodia da frase que
escreve e quando hesitar, leia a frase em voz alta: as pausas que será obrigado a observar e as
mudanças de entonação lhe indicarão, geralmente, a escolha e o lugar dos sinais, que nela terá de
introduzir.
e) Não se deve abusar dos sinais de pontuação. Escritores há que empregam vírgulas em demasia,
com o que travam o enunciado, prejudicando o seu ritmo natural e, às vezes, tornando-o obscuro.

32) ITA - Assinale a alternativa cujos sinais, indicados entre parênteses, não permitem uma pontuação
correta:

a) Uns trabalham esforçam-se cansam-se outros folgam dormem descuidam-se e não pensam no
futuro. (4 vírgulas e 1 ponto-e-vírgula)
b) A sua volta tudo lhe parece chorar as árvores o capim os insetos. (3 vírgulas e dois pontos)
c) Campinas Santos Guarulhos são cidades do Estado de São Paulo Caxias Canoas Uruguaiana do
Rio Grande do Sul. (5 vírgulas e 1 ponto-e-vírgula)
d) Prometeu-nos quando dele precisássemos que embora suas atividades fossem múltiplas jamais
deixaria de atender-nos. (3 vírgulas)
e) A metade de 247 mais 36 são 159,5. (2 vírgulas)

33) ITA - A seqüência “Solteiro foi um menino turbulento casado era moço alegre viúvo tornara-se
macambúzio.” Ficará, quanto à pontuação, correta e mais facilmente inteligível se empregarmos:

a) três vírgulas e dois pontos-e-vírgula;
b) quatro vírgulas e dois parênteses;
c) duas vírgulas e dois pontos-e-vírgula;
d) um ponto final, um ponto-e-vírgula e dois pontos;
e) três vírgulas e um ponto-e-vírgula.

34) ITA - Assinalar a alternativa em que a pontuação esteja correta:

a) Ele não virá hoje; não contem, portanto, com ele.
b) O Reitor daquela famosa universidade italiana, chegará aqui amanhã.
c) São José dos Campos 15 de março, de 1985.
d) Quero que, assine o contrato.
e) Qualquer bebida que, contenha álcool, não deve ser tomada por você.

35) ITA - Assinale a alternativa incorreta quanto às normas da pontuação:

a) Usa-se a vírgula no interior da oração para separar elementos que exercem a mesma função
sintática.
b) O ponto-e-vírgula denota em geral uma pausa suspensiva, suficiente para indicar que o período
está concluído.
c) As conjunções conclusivas, quando pospostas a um dos termos da oração, podem vir entre
vírgulas.
d) Usa-se o ponto-e-vírgula para separar orações de um período, das quais um dos seus termos já
esteja subdividido por vírgula.
e) Usa-se a vírgula para separar as orações subordinadas adverbiais, principalmente quando
antepostas à principal.

GABARITO


1) E
2) B
3) A
4) A
5) D
6) B
7) A
8) C
9) E
10) D
11) C
12) B
13) Total: 127 (1+2+4+8+16+32+64)
14) total: 33 (1+32)
15) total: 31 (1+2+4+8+16)
16) A
17) D
18) D
19) B
20) C
21) C
22) A
23) A
24) D
25) A
26) D
27) C
28) B
29) D
30) B
31) D
32) E
33) A
34) A
35) B
Postar um comentário