No inicio do blog

6 de julho de 2016

INTERPRETANDO

Uma das maiores preocupações dos candidatos que irão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é o pouco tempo que dispõem para resolver cada questão. E quem já deu uma olhada nas ultimas edições do exame, sabe muito bem que os enunciados das questões que exigem interpretação de texto (e são muitas!) são enormes e extremamente cansativos.
Assim sendo, para conseguir uma pontuação alta, não basta saber interpretar. Tem que fazê-lo no menor tempo possível. E nossas dicas de hoje tem justamente esse intuito! Ajudá-lo a conseguir interpretar corretamente as questões sem precisar ficar lendo o texto do enunciado várias e várias vezes.
Vamos as dicas:
1 – Leia muito.
Tem uma frase que diz que “só sabe fazer quem faz”. Um ditado simples, mas que resume muito bem como um estudante deve treinar sua capacidade de interpretação. Leia, leia e leia. Não apenas livros, mas também matérias de revistas e jornais. O importante é criar esse ótimo hábito!

2 – Aprenda a interromper sua leitura se estiver desatento.
Alguma vez você já teve a impressão que, após terminar uma leitura, o conteúdo não parou nem um minuto na sua cabeça, como se não tivesse lido nada? Isso acontece muito com leitores inexperientes. Por isso, nossa primeira dica já o ajudará (e muito!) nesse quesito. Mas uma maneira de praticamente eliminá-lo é acostumar a interromper uma leitura desatenta. Depois de um certo treinamento perceberá que, como sabe que irá parar caso perca o foco, conseguirá concentrar-se já nas primeiras palavras.

3 – Leia a pergunta antes de textos muito grandes.
Essa técnica tem ajudado muitos estudantes, principalmente na hora da prova. Quando perceber que o texto do enunciado é muito extenso, leia a pergunta antes. Essa simples atitude serve para que sua atenção se intensifique quando o texto estiver se aproximando do assunto que será tratado posteriormente na pergunta.

4 – Pratique bastante.
Embora nossa última dica seja parecida com a primeira, ela é ainda mais específica. Quem lê muito, já está bem a frente dos demais. Mas um treinamento completo exige que o candidato refaça as provas anteriores do exame. Afinal, ao resolver questões que já apareceram no Enem, o estudante estará colocando (e simulando) tudo o que encontrará no dia da prova.
Postar um comentário