NO INICIO DO BLOG

7 de março de 2014

Termos integrantes da oração

Objeto direto, Objeto indireto, Complemento Nominal e Agente da Passiva

31 de julho de 2010
TERMOS INTEGRANTES DA ORAÇÃO

1. OBJETO DIRETO

 
Para Identificar o
OBJETO DIRETO
faça a pergunta
VERBO  +O quÊ?
Quem?
 
VOZ ATIVA

 Ex.: O rapaz perdeu os sentidos.

 OBJETO DIRETO PREPOSICIONADO
Como você percebeu, o objeto liga-se ao verbo sem auxílio da preposição. Entretanto, há casos em que ele admite a construção com o conectivo preposicional, sendo denominado, então, de objeto direto preposicionado.
Casos em que ele ocorre:
  • quando o objeto direto é constituído por pronomes pessoais tônicos. Ex.:

Luíza amava mais a mim do que a seus irmãos.
objeto direto preposicionado: a mim
O professor Gustavo não entende a nós, nem nós entendemos a ele.
objeto direto preposicionado: a nósa ele

  • quando o objeto direto é constituído por nomes próprios ou comuns principalmente com verbos que expressem sentimentos. Ex.:

Devemos amar, sobretudo, a Deus.
Estimar aos pais é dever de todo bom filho.
  • quando o objeto direto é constituído por pronome indefinido, que se refira a pessoa, ou pronome de tratamento. Ex.:

Não quero amar a ninguém.
Não aborreça a Sua Excelência.
  • quando se deseja evitar ambigüidade (duplo sentido). Ex.:

Chama, finalmente, ao pai, o filho emocionado.
Note que, se não houvesse a preposição diante do objeto, não se poderia identificar qual o sujeito: o filho emocionado; e qual o objeto: ao pai.
  • quando o objeto está anteposto para dar ênfase.

A mim, é que não enganam!
A Rogério, ninguém controlava.
2. OBJETO INDIRETO
 
Para Identificar o
OBJETO INDIRETO
faça a pergunta
VERBO  +A quÊ(M)?
DE Que(m)?
EM QUE(M)?
 

Ex.: Aparício duvidava de seus próprios companheiros

Observação

O objeto indireto pode ser representado também pelos pronomes oblíquos lhe, lhes, me, te, nos, vos, de acordo com a transitividade verbal.
“Não estou entendendo — disse-lhe — você vai dar um salto?”
Carlos Eduardo Novaes

3. COMPLEMENTO NOMINAL
Assim como os verbos, certos nomes também são transitivos, necessitando de um termo que os complete. Tal complemento denomina-se complemento nominal. Ex.:
“Ele tem medo de você.”
O substantivo medo é completado pelo termo de você que constitui o complemento nominal.
O complemento nominal caracteriza-se por:
SER INTRODUZIDO POR PREPOSIÇÃO
Todo ser humano tem direito à felicidade.
Viviane tinha certeza de sua amizade.
COMPLETAR O SENTIDO DE UM

• Substantivo

Áurea e Roselaine não tinham receio da bronca do patrão.
• adjetivo
A água é benéfica à saúde do homem.

• ADVÉRBIO

Roberval agiu contrariamente aos costumes de sua família.
4. AGENTE DA PASSIVA
 
Para Identificar o
AGENTE DA PASSIVA
faça a pergunta
VERBO  +POR QUEM?
 
VOZ PASSIVA
Postar um comentário