NO INICIO DO BLOG

19 de junho de 2016

Entenda Diferentes Usos da Palavra A


No artigo anterior, discorremos sobre a diferença entre o ‘há’ e o ‘a’, no que dizia respeito à indicação de tempo. Relembrando, a forma verbal ‘há’ indica tempo passado, enquanto a preposição ‘a’ indica tempo futuro, como se vê em “Há dois anos que ele não tira férias” e “Daqui a dez minutos farei um lanche”.
A palavra ‘a’ pode também funcionar como preposição, quando liga dois termos, estabelecendo uma relação de dependência entre eles. Nesse caso o “a” permanece invariável.
  • Fui a São Paulo.
  • Entreguei comunicados a todos os alunos.
A preposição ‘a’ pode se fundir com o artigo ‘a’, o que resultará em uma crase, indicada pelo acento grave: à .
Pronome Pessoal Oblíquo é outra das funções do ‘a’. Nessa situação, ele serve para substituir um nome na frase.
  • Eu encontrei Marta na escola.
  • Eu encontrei-a na escola.
Ainda como pronome, mas agora demonstrativo, o ‘a’ aparece antecedendo o que e pode ser substituídos por aquele(s), aquela(s), aquilo.
  • Não vi o que ele fez. (Não vi aquilo que ele fez.)
  • Essa obra não é a que te indiquei. (Essa obra não é aquela que te indiquei.)
Como artigo, o ‘a’ é uma palavra variável que se coloca antes do substantivo para indicar, ao mesmo tempo, seu gênero e seu número, além de determiná-lo.
  • A professora corrigiu as provas.
O artigo também atua distinguindo os homônimos e definindo seu significado, como em:
  • a rádio (emissora) /o rádio (equipamento)
  • a cabeça (parte do corpo) / o cabeça (o líder)
Postar um comentário