NO INICIO DO BLOG

13 de junho de 2016

Vestibular da UCS de inverno - 2016 - REDAÇÃO

Entenda o processo de correção da redação da UCS e prepare-se para a nota dez

Processo de seleção priorizará avaliação da redação em cursos menos concorridos

Entenda o processo de correção da redação da UCS e prepare-se para a nota dez Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Turma se prepara exclusivamente para aprimorar o processo de produção de  redação de vestibularesFoto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
São raros os estudantes que conseguem alcançar uma nota 10 na redação do vestibular: é preciso coerência, domínio da gramática e também saber lidar com o nervosismo natural de um concurso. Neste ano, em especial, a redação será decisiva para um grande número de candidatos que desejam estudar na Universidade de Caxias do Sul (UCS). Com exceção de vestibulandos dos cursos de Medicina, Medicina Veterinária e Odontologia, os demais serão avaliados somente pela escrita.
Ainda que isso possa aumentar a responsabilidade do estudante em produzir um texto bem elaborado, não haverá mudança no método de avaliação: a matriz usada pela UCS nas últimas edições, que divide a prova em partes que somam pontos para após diminuí-los, segue sendo o instrumento de avaliação usado pelos 30 professores responsáveis pela correção. Eles trabalharão durante quase três dias, das 8h até a meia-noite para permitir a divulgação rápida das notas.Os candidatos ainda perceberão mais uma diferença neste ano: no lugar de escolher entre dois temas, serão três alternativas de assunto.
— Tenho quatro propostas em andamento. Circulo pelo campus, ouço os jovens. Nós temos de pensar que a redação não pode assustar as pessoas. Elas tem que saber se posicionar — afirma a coordenadora do processo seletivo, Valneide Azpiroz.
Ainda que o tema seja de domínio comum, não será óbvio e não estará tão em evidência, garante Valneide. Isto porque corre-se o risco de o candidato apresentar um texto decorado, pronto:
— Ele está relacionado com atualidades, notícias, mas sem ser óbvio. Não queremos texto memorizado e, sim, igualdade de condições entre os estudantes no processo de produção.
Especialistas em redação apostam em temas voltados ao campo social para a prova deste ano, que será realizada no dia 26 de junho. A professora de língua portuguesa Morgana Larissa Säge trabalha com grupos que praticam semanalmente a arte de escrever. Para ela, assuntos como impeachment e política não devem ser citados diretamente nas propostas de assunto:
— São temas muito instintivos. Tenho impressão que as bancas vão fugir disso. Pode ser que envolvam o retorno da cidadania, mas é difícil. Aposto em assuntos de minorias: o extermínio de indígenas, o aniquilamento destas culturas, o racismo e o bullying.
DICAS PARA CONSEGUIR A NOTA 10
"Somente ler bastante não significa escrever bem", ensina a professora de redação Morgana Larissa Säge. Algumas dicas, portanto, são importantes para aprimorar a produção. Confira
:: Nesta etapa preparatória, produza bastante textos e peça que alguém leia. Na ausência de um professor, entregue o material para algum familiar ou amigo. Pergunte a ele se a redação o convenceu, se está clara. 
: Leia diariamente editoriais e artigos de opinião disponíveis em jornais e revistas. Eles são ricas fontes de textos dissertativos opinativos. Lembre-se de não usar o "eu" no seu texto.
:: Ao ler livros de literatura, crie uma ficha de leitura. Também rascunhe um mapa de ideias, em um esquema com informações importantes retiradas do texto e que sejam capazes de desenvolver seu raciocínio. Isto o ajudará na hora de argumentar.
:: Há dois itens eliminatórios no vestibular da UCS: é obrigatório escrever um texto dissertativo e respeitar o tema.
:: Lembre-se que você responderá a uma pergunta. No último vestibular da UCS, os dois temas propostos foram: "A geração do Milênio (geração Z) terá maior ou menor facilidade para ingressar no mercado de trabalho? Por quê?" e "Em sua opinião, as cidades estão empenhadas em proporcionar acessibilidade às pessoas com deficiência? Sim ou não? Por quê?". 
:: Posicione-se diante dos temas propostos, não fique em cima do muro. :: Não misture os três temas que serão propostos e não use argumentos que já estão presentes na descrição da pergunta. 
:: O título deve ser a última tarefa a ser feita. Ele deve sintetizar o conteúdo da redação e antecipar a reflexão.
:: Construa o texto com evidências, citando exemplos para ilustrar sua tese. Exemplos de filmes, citações de livros e outras informações podem contribuir para a qualidade do material.
:: Invista na conclusão do texto. Chamado de "nova tese" no vestibular da UCS, o último parágrafo deve conter uma informação nova que complete o raciocínio e seja coerente com o que está escrito nos parágrafos anteriores. 
Fontes: Morgana Larissa Säge, professora, e Valneide Azpiroz, coordenadora do vestibular da UCS
Fichas de leitura e filmes para a preparação
A matriz que a UCS utiliza para a correção das redações do vestibular é alvo de estudo dos professores mensalmente. Oficinas que acontecem na universidade e que são pré-requisitos para que estes avaliadores sigam no hall dos corretores são focadas em cada um dos 10 itens de avaliação. Dois são eliminatórios: o candidato precisa, necessariamente, escrever um texto dissertativo (argumentativo e opinativo) e respeitar o tema proposto. A matriz é divida em dois blocos: no primeiro, são avaliados os dois itens eliminatórios, bem como a tese, o argumento, as evidências e a nova tese. Este último tópico é geralmente o ponto de maior dificuldade dos candidatos, já que não consiste em criar uma conclusão, e sim encerrar o texto com uma nova informação que complementa o raciocínio antes exposto. No segundo bloco, são avaliadas questões gramaticais.
— Na linguística antiga, falava-se em conclusão, mas isto é o usual. É preciso retificar o texto, quando todo mundo pensa que este é o final, o lógico, eu tiro da minha manga uma carta e digo: é outra coisa, é mais além. Quem consegue fazer isso, leva 10 — ensina Valneide Azpiroz, coordenadora do vestibular.
E é justamente seguindo esta lógica que uma acadêmica de Medicina tem em seu currículo um 10 obtido na última prova de redação da UCS. Luiza Maria Costi Menta, 18 anos, respondeu à pergunta "As cidades brasileiras estão preocupadas com a acessibilidade com pessoas com deficiência?" . Ela já havia rascunhado sobre o assunto quando se preparava para a prova oficial, em janeiro. A técnica adotada por Luiza para gabaritar a redação uniu leitura e bastante prática, já que ela criou fichas de leitura onde anotava citações e informações que poderia aproveitar depois. Na noite anterior à prova, revisou todo o conteúdo.
— A UCS não busca números e porcentagens na redação. Quer criatividade, exemplos de livros, filmes. E isso eu havia praticado bastante. Falei da trajetória de Stephen Hawking, do quanto as cidades precisam se adequar aos cadeirantes e terminei lembrando que a força de vontade deles é fundamental para que vivam melhor — exemplifica.
Postar um comentário