NO INICIO DO BLOG

23 de janeiro de 2017

OUTRA QUESTÃO PARA CONCURSO

Minha outra mulher teve uma educação rigorosa, mas mesmo assim mamãe nunca entendeu por que eu escolhera justamente aquela, entre tantas meninas de uma família distinta.
O verbo grifado na frase acima pode ser substituído, sem que se altere o sentido e a correção originais, e o modo verbal, por:
(A)  escolheria.
(B)  havia escolhido.
(C)  houvera escolhido.
(D)  escolhesse.
(E)  teria escolhido.
RESPOSTA:
Antes de analisar as alternativas, precisamos identificar as características do verbo sublinhado no trecho a que se refere a questão.
O verbo escolhera encontra-se no modo indicativo e está no pretérito mais-que-perfeito simples, aquele tempo que usamos para denotar uma ação passada anterior a outra ação também passada. Vejamos:
Chegou tarde ao trabalho porque dormira até às dez da manhã.
Chegou tarde indica uma ação concluída no passado, mas que foi posterior à indicada pelo verbo dormira, ou seja, antes de chegar tarde ao trabalho, o sujeito dormiu até às dez horas da manhã. Podemos esquematizar assim:
PASSADO REMOTO  >  PASSADO PRÓXIMO  >  PRESENTE
dormira                                    chegou
Agora que já identificamos tempo e modo verbais do termo que nos serve de paradigma, precisamos encontrar, entre as alternativas, aquele que possa substituí-lo sem alterar o sentido e a correção gramatical. Explicando: no trecho citado na questão, a ação de escolher é anterior à ação entender, ainda que ambas estejam no passado. Precisamos escolher a alternativa que mantenha essa noção.
Para acertar esta questão, temos que saber: quando nós juntamos TER ou HAVER no pretérito imperfeito (tinha ou havia) a um verbo no particípio, obtemos o chamado pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo. Logo, havia escolhido (ou tinha escolhido) equivale a escolhera. A única diferença é que um tempo é simples (só um verbo) e o outro é composto (ver auxiliar + principal).
A RESPOSTA, então, é a letra B.
Postar um comentário