No inicio do blog

25 de agosto de 2016

Tema da Redação

Tema da Redação
Assim como a criança humildemente afaga a imagem do herói, assim me aproximo de ti, Maiakóvski. [...] Tu sabes, conheces melhor do que eu a velha história. Na primeira noite, eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem: pisam as flores, matam nosso cão, e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E já não podemos dizer nada.
O mundo em que vive a atual coorte [legião, grupo numeroso de pessoas] de jovens é o resultado de uma evolução histórica que as coortes de seus pais e avós construíram. A história sempre é feita por coortes. Embora elas se misturem em festas ou comemorações cívicas, nas famílias e no trabalho, a história, em cada período, é o resultado de coortes de adultos e velhos que desfrutam de poder político e/ou econômico, sendo desafiadas e denunciadas por coortes de jovens que deles dependem.[...]
 A juventude parece, pois, condenada à submissão ou ao desespero. Submissão não apenas aos pais e avós, aos patrões e governantes, mas também ao mundo deles. Neste mundo, ensina-se nas escolas e nas igrejas (com raras e honrosas exceções) que é natural que os jovens obedeçam aos mais velhos, não só porque estes têm poder, mas porque têm experiência, sabedoria, ao passo que aqueles são impetuosos, impacientes, inexperientes e, coitados, muito ignorantes. No entanto, os jovens devem acreditar que, devendo construir um novo mundo, eles serão capazes de fazê-lo melhor, mais justo e mais livre do que o mundo em que vieram à luz. Isso vale para uma parte da juventude, os restantes se submetem às imposições do mundo adulto ou mergulham na delinquência, nas drogas e na morte prematura.

Com base na leitura dos fragmentos apresentados, nos seus conhecimentos e em seus projetos de vida, produza um texto dissertativo-argumentativo, desenvolvendo a seguinte temática: Coisas pelas quais vale a pena lutar. OBSERVAÇÕES: 1. Utilize a norma culta escrita da língua portuguesa. 2. Organize e relacione com coerência os seus argumentos.
Postar um comentário