NO INICIO DO BLOG

26 de fevereiro de 2017

REGÊNCIA VERBAL PARA CONCURSOS

1. (ICMS/MS)  Assinale a frase errada quanto à regência verbal.
a) Prefiro trabalhar a ficar parado.
b) Informei-lhe de todas as consequências.
c) Esqueceram-se das malas na estação.
d) A mudança não agradou aos contribuintes.
2.(DETRAN/RN – 2010 – FGV) 3 – “Eu não atino com a das que enfiei ontem”; a utilização da preposição “com” nesse fragmento, é devida à presença do verbo “atinar”.
A frase a seguir em que a preposição destacada está mal empregada é:
(A) Azul é a cor de que mais gosto.
(B) Essa é a menina de quem estamos falando.
(C) Ela estará aqui em uma hora.
(D) Esses são os retratos de que tiraram.
(E) Essa é a história a que aludi.
3. Assinale como certas ou erradas as alternativas quanto ao emprego da regência:
a) Marilda parecia muito segura de si.
b) Bom é o serviço em que nos acostumamos após  anos de trabalho.
c) Paguei a dívida e perdoei ao erro cometido.
d) Chegou o momento por que tanto ansiava.
e) Obedeço-o em quase tudo.
4. (Escrev./SP) Abaixo, há uma frase onde a regência  nominal não foi obedecida. Ache-a: 
a) Éramos assíduos as festas da escola. 
b) Os diretores estavam ausentes à reunião. 
c) O jogador deu um empurrão ao árbitro. 
d) Nossa casa ficava rente ao rio. 
e) A entrega é feita no domicílio. 
5.  De acordo com as regências (verbal e nominal), julgue certas ou erradas as alternativas a seguir:
a) O guarda era suspeito por suborno.
b) A coisa de ela mais gosta é de cultivar samambaias.
c) Ele tinha aversão pela política.
d) Ele não lembra de mais nada.
e) O sentimento de liberdade é inerente do ser humano.

6.Leia o texto a seguir para responder à próxima questão (
Pelo mundo afora, os jornais sentem a agulhada de uma conjunção de fatores especialmente desfavoráveis: a recessão mundial, que reduz os gastos com publicidade, e o avanço da internet, que suga anúncios, sobretudo os pequenos e rentáveis classificados, e também serve como fonte – em geral gratuita – de informações. Na Inglaterra, para sobreviver, os jornais querem leis menos severas para fusão e aquisição de empresas. Na França, o governo duplicou a verba de publicidade e dá isenção tributária a investimentos dos jornais na internet.
Mas em nenhum outro lugar a tormenta é tão assustadora quanto nos Estados Unidos. A recessão atropelou os dois maiores anunciantes – o mercado imobiliário e a indústria automobilística – e a evolução da tecnologia, com seu impacto sísmico na disseminação da informação, se dá numa velocidade alucinante no país. O binômio recessão-internet está produzindo uma devastação. Vários jornais, mesmo bastante antigos e tradicionais, fecharam suas portas.
O fechamento de um jornal é o fim de um negócio como outro qualquer. Mas, quando o jornal é o símbolo e um dos últimos redutos do jornalismo, como é o caso do New York Times, morrem mais coisas com ele. Morrem uma cultura e uma visão generosa do mundo. Morre um estilo de vida romântico, aventureiro, despojado e corajoso que, como em nenhum outro ramo de negócios, une funcionários, consumidores e acionistas em um objetivo comum e maior do que interesses particulares de cada um deles.
Desde que os romanos passaram a pregar em locais públicos sua Acta Diurna, o manuscrito em que informavam sobre disputas de gladiadores, nascimentos ou execuções, os jornais começaram a entrar na veia das sociedades civilizadas. Mas, para chegar ao auge, a humanidade precisou fazer uma descoberta até hoje insubstituível (o papel), duas invenções geniais (a escrita e a impressão) e uma vasta mudança social (a alfabetização). Por isso, um jornal, ainda que seja um negócio, não é como vender colírio ou fabricar escadas rolantes.
(André Petry. Revista Veja, 29 de abril de 2009, pp. 90-93, com adaptações)
6. (TRT/9ªREGIÃO – 2010 – FCC) 4 – Na França, o governo duplicou a verba de publicidade … (1o parágrafo) O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que está grifado acima se encontra em:
(A) … e também serve como fonte – em geral gratuita – de informações.
(B) Mas em nenhum outro lugar a tormenta é tão assustadora quanto nos Estados Unidos.
(C) Vários jornais, mesmo bastante antigos e tradicionais, fecharam suas portas.
(D) … quando o jornal é o símbolo e um dos últimos redutos do jornalismo …
(E) Mas, para chegar ao auge …
7. (ICMS/SP) O único texto que obedece rigorosamente aos princípios de regência da língua culta escrita é:
a) Repete que puni e premiei professores que discordavam ou concordavam com minhas ideias.
b) Conquista é quando você pula da cama de manhã e vai dormir à noite. E entre uma coisa e
outra, só faz o que gosta.
c) …eis que o nosso Banco Central, que mal e porcamente cuida da nossa vida bancária cheia
de abrolhos e escândalos, investiu-se de um poder que as nações soberanas, ou quase isso,
não abrem mão.
d) … os deuses mantêm seus protetores nas casas onde residem, o que implica que os soberanos dos céus e da terra tributam por sua vez um culto a seus pequenos deuses domésticos.
e) Temos por princípio, não representar e nem formular Queixa perante o Tribunal de Ética da
OAB, porém reservamo-nos no direito de aconselhá-lo a leitura do Código de Ética, do Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil.
8.Assinale a opção incorreta quanto à regência verbal.
a)       O Vestido custou-o muito caro.
b)       Este ato implica em prejuízos para a nossa empresa.
c)       Os melhores momentos de felicidade residem com  a chegada do equilíbrio menta.
d)       Obedecer os mais velhos está fora de moda.
e)       O menino prefere a TV  ao estudo.
9.Assinale a opção incorreta quanto à regência verbal.
a)       Chegando da escola o filho abraçou com o pai.
b)       Ele aguardava ao chefe com paciência.
c)       Ela ajuda aos pobres e não reclama.
d)       Eu havia comparecido no encontro na hora certa.
e)        A polícia  encontrou aos fugitivos.
10.Assinale a opção CORRETA quanto à regência verbal.
a)            O garçom desagradou o patrão, mas agradou aos fregueses.
b)            Esqueceu dos amigos, hein!
c)            Ela ontem esqueceu da dieta.
d)            Ela esqueceu às dietas.
e)            A atriz  aspirava a fama.
11. Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a)            Ele lembrou dos amigos com saudade.
b)            Ele lembrou do carnaval com saudade.
c)            O deputado presidiu à sessão.
d)            O presidente presidiu a reunião com muita calma.
e)            Toda vez que aspirava à poeira, ela espirrava.
12. Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a)            Ao recordar a nossa infância, recordei-lhe do tempo em que jogávamos futebol.
b)            Estas montanhas, estes vales recordam os da minha terra.
c)            É preciso renunciar a fé se queres renunciar aos prazer do corpo.
d)            Nós assistimos o espetáculo pela TV.
e)            Satisfaça aos caprichos de seu par, se queres ser feliz no amor.
13. . Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) O médico assistiu o paciente acidentado, enquanto o enfermeiro assistia à cena.
b) Logo depois, o enfermeiro assistiu ao médico, ao alcançar-lhe os instrumentos.
c) Atendeu ao mesmo tempo o cliente e ao telefone.
d)  Não consta dos altos do processo a procuração.
e) O presidente da mesa procedeu o computo dos votos.
14 . Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a)       Ele procede de um país da América Central.
b)       Queria muito aos pais, mas queria, sobretudo, à namorada.
c)       A presidente queria ao ministro fora do cargo.
d)       Querer é poder!
e)       Quero-o fora da empresa hoje.
15.  Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) Respondeu o e-mail gentilmente.
b) Respondeu ao questionário rapidamente.
c) O pai respondeu pelo menor perante o delegado.
d) Ela respondeu o insulto com um sorriso.
e) Responderei atenciosamente à autoridade.
16.  Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) O gerente sucedeu o diretor na direção da empresa.
b) Enquanto o funcionário visava ao cheque, visava também ao cliente.
c) Estas ações visam a melhora no atendimento.
d) Os professores visam ao futuro dos alunos.
e) Após visar o processo, o juiz deferiu o pedido.
17)Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) O dermatologista aconselha os clientes a não tomar sol depois das 9.
b) O guru aconselha equilíbrio aos seus seguidores.
c) Avisei a ela os prazos da entrega.
d) A funcionária avisou ao chefe sobre a futura visita da fiscalização.
e)O médico certificou-se sobre a cura do doente.
18) Das opções abaixo, apenas duas estão incorretas quanto à regência verbal
1.A mãe quis impedir o casamento. 
2. O gerente incumbiu-lhe de fazer o relatório.
4. Anunciou aos novos clientes a mudança de endereço.
5.Comunicou-o a decisão com firmeza.
a) 1 e 2 estão incorretas.
b) 1 e 5 estão incorretas.
c) 3 e 4 estão incorretas.
d) 1 e 3 estão incorretas.
e) 3 e 5 estão incorretas.
19. Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) Cristo perdoou aos inimigos.
b) Perdoou a dívida para não perder a amizade.
c) Autorizou ao funcionário  a tirar uma folga.
d) Autorizou o réu a falar.
e) João convidou ao  amigo para dar uma volta.
20. Quanto à regência nominal, aponte a opção INCORRETA.
a) Ela estava alheia ao fato.
b)Para este caso, ele era inepto.
c) A formação dela era incompatível com a função.
d)  Ela estava numa sala contigua do quarto.
e)  Ele está apto ao exercício físico.
4.3 Regência – Questões de Concurso Público (Comentário)
1.  (ICMS/MS)  Assinale a frase errada quanto à regência verbal.
a) Prefiro trabalhar a ficar parado.
b) Informei-lhe de todas as consequências.                                                                                                
c) Esqueceram-se das malas na estação.
d) A mudança não agradou aos contribuintes.

Informar, de acordo com  Houaiss é transitivo direto e intransitivo – prestar informações, notícias – Exs.: a função de um jornal é i. os seus leitores;  i. sem tomar partido.  Deste modo o erro está na letra B, o certo seri : informei– o de todas as consequências.
2.(DETRAN/RN – 2010 – FGV) 3 – “Eu não atino com a das que enfiei ontem”; a utilização da preposição “com” nesse fragmento, é devida à presença do verbo “atinar”.
A frase a seguir, em que a preposição destacada está mal empregada, é:
(A) Azul é a cor de que mais gosto.
(B) Essa é a menina de quem estamos falando.
(C) Ela estará aqui em uma hora.
(D) Esses são os retratos de que tiraram.
(E) Essa é a história a que aludi.
A resposta incorreta é a D, pois retratos que tiraram não pede preposição.
3. Assinale como certas ou erradas as alternativas quanto ao emprego da regência:
a) Marilda parecia muito segura de si.   Correta
b) Bom é o serviço em que nos acostumamos após  anos de trabalho.  Errada – a preposição pedida é: o serviço com que…
c) Paguei a dívida e perdoei ao erro cometido.  Errada.  No sentido de desculpar, relevar (dívida, ofensa etc.), conforme Houaiss,  perdoar  é transitivo direto e bitransitivo.  Ex.: perdoamos(-lhes) todas as injúrias.  Portanto:  perdoei o erro cometido.
d) Chegou o momento por que tanto ansiava.  Correta.
e) Obeceço-o em quase tudo.  Errada.   Conforme Houaiss é transitivo indireto, no sentido de submeter-se à vontade de (outrem).  Portanto , o correto é : obedeço-lhe em quase tudo.
4. (Escrev./SP) Abaixo, há uma frase onde a regência  nominal não foi obedecida. Ache-a: 
a) Éramos assíduos as festas da escola. 
b) Os diretores estavam ausentes à reunião. 
c) O jogador deu um empurrão ao árbitro. 
d) Nossa casa ficava rente do rio. 
e) A entrega é feita no domicílio. 
Falta a crase na letra A, basta trocar  festas  por palavra masculina: aos festejos que se nota isto.  Assíduos  pede preposição A.
  1. De acordo com as regências (verbal e nominal), julgue certas ou erradas as alternativas a seguir:
a) O guarda era suspeito por suborno. O correto é de suborno.
b) A coisa de ela mais gosta é de cultivar samambaias. ) O correto é: a coisa de que ela mais gosta é cultivar samambaias
c) Ele tinha aversão pela política.  Correto.
d) Ele não lembra de mais nada. O correto é : Ele não se lembra de mais nada.
e) O sentimento de liberdade é inerente do ser humano. O correto é: o sentimento de liberdade é inerente ao ser humano.
6.(TRT/9ªREGIÃO – 2010 – FCC). Na França, o governo duplicou a verba de publicidade … (1o parágrafo) O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que está grifado acima se encontra em:
(A) … e também serve como fonte – em geral gratuita – de informações.
(B) Mas em nenhum outro lugar a tormenta é tão assustadora quanto nos Estados Unidos.
(C) Vários jornais, mesmo bastante antigos e tradicionais, fecharam suas portas.
(D) … quando o jornal é o símbolo e um dos últimos redutos do jornalismo …
(E) Mas, para chegar ao auge …
No caso de duplicar a verba , tal verbo é transitivo direto e pede um objeto direto.  Este é o caso de  fecharam as suas portas.  A C é a correta.
7. . (ICMS/SP) O único texto que obedece rigorosamente aos princípios de regência da língua culta escrita é:
a) Repete que puni e premiei professores que discordavam ou concordavam com minhas ideias.
b) Conquista é quando você pula da cama de manhã e vai dormir à noite. E entre uma coisa e
outra, só faz o que gosta.  Incorreta, pois discordar não pede a preposição com.
c) …eis que o nosso Banco Central, que mal e porcamente cuida da nossa vida bancária cheia de abrolhos e escândalos, investiu-se de um poder que as nações soberanas, ou quase isso, não abrem mão. Incorreta: investir-se  pede a preposição em, quando é pronominal signicando: “entrar na posse de, tomar posse de (algo). Ex.: investiu-se no domínio de vasto território(Houaiss, ver verbete)
d) … os deuses mantêm seus protetores nas casas onde residem, o que implica que os soberanos dos céus e da terra tributam por sua vez um culto a seus pequenos deuses domésticos.  Está correta.
e) Temos por princípio, não representar e nem formular Queixa perante o Tribunal de Ética da OAB, porém reservamo-nos no direito de aconselhá-lo a leitura do Código de Ética, do Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil.  O verbo reservar  não pede preposição quando pronominal no sentido de guardar para si.  O Certo seria  reservamo-nos  o direito ou  reservamos o direito para nós mesmos.
8.Assinale a opção correta quanto à regência verbal.
a)       O Vestido custou-o muito caro.
b)       Este ato implica em prejuízos para a nossa empresa.
c)       Os melhores momentos de felicidade residem com  a chegada do equilíbrio menta.
d)       Obedecer os mais velhos está fora de moda.
e)       O menino prefere a TV  ao estudo.
9.Assinale a opção correta quanto à regência verbal.
a)       Chegando da escola o filho abraçou com o pai.
b)       Ele aguardava ao chefe com paciência.
c)       Ela ajuda aos pobres e não reclama.
d)       Eu havia comparecido no encontro na hora certa.
e)        A polícia  encontrou aos fugitivos.
Nas questões 8 e 9, todas as regências estão erradas, exceto, em ambas, a opção  E.

10.Assinale a opção CORRETA quanto à regência verbal.
a)            O garçom desagradou o patrão, mas agradou aos fregueses.
b)            Esqueceu dos amigos, hein!
c)            Ela ontem esqueceu da dieta.
d)            Ela esqueceu às dietas.
e)            A atriz  aspirava a fama.
Apenas a opção a) está correta , pois agradar  é um verbo que pode ser tanto transitivo direto como indireto.  Na opção e) aspirava pede crase, pois, no sentido de almejar ele pede preposição.
11. Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a)            Ele lembrou dos amigos com saudade.
b)            Ele lembrou do carnaval com saudade.
c)            O deputado presidiu à sessão.
d)            O presidente presidiu a reunião com muita calma.
e)            Toda vez que aspirava à poeira, ela espirrava.
Apenas a opção d) está correta , pois aspirar  é um verbo transitivo direto e não pede crase, pois, está no sentido de  cheirar
 12. Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a)            Ao recordar a nossa infância, recordei-lhe do tempo em que jogávamos futebol.
b)            Estas montanhas, estes vales recordam os da minha terra.
c)            É preciso renunciar a fé se queres renunciar aos prazer do corpo.
d)            Nós assistimos o espetáculo pela TV.
e)            Satisfaça aos caprichos de seu par, se queres ser feliz no amor.
Em todos os casos a regência está correta, pois os verbos de a) e b) e c)possuem dupla regência. A opção e) está correta, pois satisfazer  é transitivo indireto, no sentido de procurar a satisfação, a saciedade, a posse. A letra D está incorreta, pois assistir é transitivo indireto no sentido de  ver e ouvir (um espetáculo, concerto etc.). 
13. . Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) O médico assistiu o paciente acidentado, enquanto o enfermeiro assistia à cena.
b) Logo depois, o enfermeiro assistiu ao médico, ao alcançar-lhe os instrumentos.
c) Atendeu ao mesmo tempo o cliente e ao telefone.
d)  Não consta dos altos do processo a procuração.
e) O presidente da mesa procedeu o computo dos votos.
No caso do verbo assistir em a) e b), (ambas corretas) ele é : transitivo indireto  no sentido de  estar presente (a determinado fato, ocorrência etc.); presenciar. E também no sentido de  ver e ouvir (um espetáculo, concerto etc.) e pode ser transitivo direto ou transitivo indireto, tendo dupla regência no sentido de acompanhar (enfermo, moribundo etc.) para prestar-lhe socorro.
No caso c) , o verbo atender,  é  transitivo direto e transitivo indireto no sentido de dar atenção a, ouvir e também  no sentido de  responder (a chamado).  A questão está correta.
Na opção d)  constar pede a preposição DE ou EM. Correta.
Resta a opção e), incorreta, pois procede-se à contagem, AO computo dos votos.
14 . Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
f)        Ele procede de um país da América Central.
g)       Queria muito aos pais, mas queria, sobretudo, à namorada.
h)       A presidente queria ao ministro fora do cargo.
i)         Querer é poder!
j)         Quero-o fora da empresa hoje.
O verbo proceder  pede a preposição DE no sentido de advir, ter origem, portanto a a) está correta.
O verbo querer  ´e transitivo indireto no sentido de ter simpatia, amizade e também  ter paixão, atração física, pede a preposição A; portanto a opção b) ; no caso d), querer é poder, é intransitivo; no sentido de exigir , querer é transitivo direto,, portanto a E está correta e a C incorreta.
15.  Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) Respondeu o e-mail gentilmente.
b) Respondeu ao questionário rapidamente.
c) O pai respondeu pelo menor perante o delegado.
d) Ela respondeu o insulto com um sorriso.
e) Responderei atenciosamente à autoridade.
Em todas as opções a regência de responder está correta, exceto no caso d) em que responder é exclusivamente transitivo indireto no sentido de revidar com agressão igual ou maior.   No caso c) está correto, pois  responder pede a preposição por, no sentido de representar.
16.  Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) O gerente sucedeu o diretor na direção da empresa.
b) Enquanto o funcionário visava ao cheque, visava também ao cliente.
c) Estas ações visam a melhora no atendimento.
d) Os professores visam ao futuro dos alunos.
e) Após visar o processo, o juiz deferiu o pedido.
Na opção a) está correto , pois o verbo suceder é transitivo indireto, no sentido de substituir.
Na opção b)  está incorreta, pois o verbo visar  , no sentido de  validar ou de dirigir a vista para (um ponto determinado) como aliás acontece na opção e).
Nos casos c) e d), porém, ele pode ser tanto transitivo direto e transitivo indireto no sentido de ter por fim ou objetivo; mirar (a), propor-se.
17)Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) O dermatologista aconselha os clientes a não tomar sol depois das 9.
b) O guru aconselha equilíbrio aos seus seguidores.
c) Avisei a ela os prazos da entrega.
d) A funcionária avisou ao chefe sobre a futura visita da fiscalização.
e)O médico certificou sobre a cura do doente.
O verbo aconselhar é transitivo direto em a) e b) estão corretas. A conselha-se alguma coisa a alguém. Ou aconselha-se alguém sobre alguma coisa.
O verbo avisar é direto e bitransitivo: avisa-se alguém sobre um fato.  As opções c) e  d) estão corretas. No caso e) o verbo  certificar  é transitivo direto certifica-se, passa uma certeza a cura de uma doença, portanto está incorreta.
18) Das opções abaixo, apenas duas estão incorretas quanto à regência verbal
1.A mãe quis impedir o casamento. 
2. O gerente incumbiu-lhe de fazer o relatório.
4. Anunciou aos novos clientes a mudança de endereço.
5.Comunicou-o a decisão com firmeza.
a) 1 e 2 estão incorretas.
b) 1 e 5 estão incorretas.
c) 3 e 4 estão incorretas.
d) 1 e 3 estão incorretas.
e) 3 e 5 estão incorretas.
O caso 1 está correta, o verbo é transitivo direto.
O caso 2 está correto, pois incumbir é indireto, incumbe-se a alguém de fazer algo.
No caso 3, o certo seria informá-lo,  no sentido de dar instrução a; ensinar, informar é transitivo direto.
O caso 4 está correto.
O caso 5 está incorreto, pois comunica-se a alguém sobre alguma coisa.

Deste modo 3) e 5 estão incorretas. E a resposta é letra E)
19. Assinale a opção INCORRETA quanto à regência verbal.
a) Cristo perdoou aos inimigos.
b) Perdoou a dívida para não perder a amizade.
c) Autorizou ao funcionário  a tirar uma folga.
d) Autorizou o réu a falar.
e) João convidou ao  amigo para dar uma volta.
O verbo perdoar  tanto pode ser transitivo direto ou indireto, deste modo as opções a) e b) estão corretas.
O verbo autorizar  no sentido de tornar lícito e de  dar permissão a; consentir é transitivo direto, portanto as opções c) e d) são corretas.
O verbo convidar  é transitivo direto no sentido de  fazer convite, portanto a letra E é incorreta.
20. Quanto à regência nominal, aponte a opção INCORRETA.
a) Ela estava alheia ao fato.
b)Para este caso, ele era inepto.
c) A formação dela era incompatível com a função.
d)  Ela estava numa sala contigua do quarto.
e)  Ele está apto ao exercício físico.
O único caso em que a preposição é inadequada em relação ao nome que a antecede é a opção d) contíguo ao quarto seria o correto.
Postar um comentário