NO INICIO DO BLOG

18 de junho de 2014

Morfologia - ESSA

Plural dos substantivos simples


Um assunto que gera muitas dúvidas é a questão do plural dos substantivos. Na maioria das palavras, basta acrescentarmos um mísero "s" (ex: passarinho/passarinhos, carro/carros). Porém, em alguns casos o plural gera muitas dúvidas, como o caso de "cidadão" (cidadãos ou cidadães?), degrau (degraus ou degrais?), entre outros.

Nessa postagem, nós vamos falar do plural dos substantivos simples (palavras únicas). Amigo leitor, eu preciso ser sincero com você: essa é uma matéria que eu precisei consultar algumas fontes porque eu realmente não sabia todas as regras em seus detalhes. Portanto, tenha certeza de uma coisa: o conteúdo que será apresentado aqui para você é o mais completo.

Substantivos terminados em "ão"

Com certeza é aqui que está a maior dificuldade do plural dos substantivos. Não existe uma regra específica para as palavras terminadas em "ão", pois o plural delas dependem da etimologia. Portanto, não existe outro jeito: é preciso memorizá-las.

1) Plural "ãos"

Todas as palavras paroxítonas terminadas em "ão" viram "ãos" no plural (ou seja: basta acrescentar o "s"), como "sótãos", "órgãos" e "bênçãos". Em algumas palavras oxítonas isso acontece, então é bom você saber de algumas, tipo: "artesãos", "cristãos", "pagãos" e "cidadãos". Tem outras mais conhecidas, como "mãos", "irmãos", "chãos", e "grãos".

2) Plural em "ães"

Poucas palavras possuem essa terminação no plural. Vejamos as principais: escrivães, tabeliães, capelães, sacristães, cães, charlatães, pães, capitães, guardiães, alemães, tabeliães.

3) Mais de um plural

E também existem aquelas palavras que aceitam mais de um plural.

-alazão - alazães e alazões
-aldeão – aldeões, aldeãos e aldeães
- anão – anões e anãos
- ancião – anciãos, anciães e anciões
- artesão – artesães e artesãos
- castelão – castelãos e castelões
- cirurgião – cirurgiões e cirurgiães
- corrimão – corrimãos e corrimões
- deão - deães e deões
- ermitão – ermitãos, ermitães e ermitões
- faisão – faisães e faisões
- guardião - guardiães e guardiões
- hortelão – hortelãos e hortelões
- refrão – refrães e refrãos
- rufião – rufiões e rufiães
- sacristão -sacristães e sacristãos
- sultão – sultões, sultãos e sultães
- Verão – verões e verãos
- vilão – vilãos e vilões
- zangão – zangões e zangãos


4) Plural em "ões".

A maioria das palavras tem esse tipo de plural. Vejamos algumas delas: cordões, limões, paixões, visões, balões, botões. Veja que essas palavras são mais conhecidas e usuais.

De olho na dica

Se preocupe em aprender os plurais mais difíceis. As palavras mais específicas são os plurais do caso 2. Já no caso 1 o plural se estende para todas as palavras paroxítonas, o que já é uma boa ajuda.

Substantivos terminados em "inho"

Se o substantivo termina em "inho" (e não em "zinho") então basta acrescentar o "s":

Exemplos:

Lapisinho - lapisinhos
Chinesinho - chinesinhos

Agora, se a palavra terminar em "zinho" (com "z") então devemos aplicar outra regra...

Substantivos terminados em "zinho"

A regra é:

1) Tira o "zinho" (volta para a palavra original)
2) Joga a palavra original para o plural
3) Tira o "s"
4) Joga o "zinho" de volta
5) Joga o "s"

Veja em "câmera lenta":

Exemplo: pãozinho

1) PÃO (tira o "zinho")
2) PÃES (joga no plural)
3) PÃE (tira o "s")
4) PÃEZINHO (joga o "zinho" de volta)
5) PÃEZINHOS (joga o "s")

Agora, tome cuidado com estes plurais:

 Hífen (hifens ou hífenes), sênior (seniores), júnior (juniores), caráter (caracteres).

Existem palavras que são usadas apenas no plural

Exemplo: as costas, os óculos, as férias, as trevas.

Existem palavras que são usadas apenas no singular (são invariáveis)

Exemplo: os tórax, as fênix.

Palavras terminadas em "L":
Nas palavras terminadas com a letra "L", nós trocamos o "L" por "IS" (o plural de "jornal" é "jornais"). Porém, se a palavra terminar com "IL", nós trocamos o "L" pelo "S" para não repetir a letra "i" (o plural de "barril" é "barris"). 

Tome cuidado com as seguintes exceções: mal (males), mel (méis ou meles), aval, (avais ou avales), cônsul (cônsules), cal (cais ou cales), mol (mols, moles ou móis, dependendo do dicionário usado), álcool (álcoois).

Sei que esse assunto é cansativo, mas enfim... são regras e regras devem ser entendidas e memorizadas. Alguns plurais são triviais e fáceis porque nós os falamos no dia a dia, mas outros a gente só usa na hora das provas e são justamente esses que caem. Portanto, se você está se preparando para uma prova, pense: "o que o professor vai cobrar? Vai cobrar os plurais fáceis ou os complicados que ninguém usa?". 

Agora, vamos ver o plural dos substantivos compostos
Postar um comentário