NO INICIO DO BLOG

15 de junho de 2014

Temas de redação ESSA

1. PROTAGONISMO CIDADÃO E MANIFESTAÇÕES NO BRASIL  
* Mobilização NACIONAL, consciência cívica; despertar para mudar; reivindicação x vandalismo...
 2. DROGADIÇÃO
Vício bioquímico, bem como às causas desse vício no que se refere à inclusão e exclusão do indivíduo (de qualquer idade, cor ou classe) na sociedade, fatores econômicos, políticos, genéticos e biofarmacológicos; tráfico e corrupção no sistema (policial e cia.)...
 3. A VIDA NOS GRANDES CENTROS URBANOS E (i)MOBILIDADE URBANA* A vida em grandes centros urbanos ? desafios (vantagens e desvantagens); o trânsito caótico e o alto custo da ausência de mobilidade (dificuldade de acesso aos serviços públicos em geral e de exercício do direito de ir e vir); alternativas (PAC da Mobilidade Urbana, ciclovias, rodízio de carros, car sharing, park and ride, VLTs...) ...
 4. BULLYING
* O assunto já virou política de estado, nas redes pública e privada de ensino, mas não ocorre apenas na escola (condomínios, ambientes profissionais etc.); cyberbullying (tecnologia e problema social); casos emblemáticos (Massacre de Realengo, por exemplo)...
 5. MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE
 * O Novo Código Florestal Brasileiro: conquistas e polêmicas; o antigo código era de 1965 ? época de um Brasil mais rural. Busca definir a Amazônia Legal, bem como os direitos de propriedade e as restrições de uso para algumas regiões que compreendem as APPs (Áreas de Preservação Permanente) e as RLs (zonas de Reserva Legal), além dos critérios para supressão e exploração da vegetação nativa (reflexão sobre o equilíbrio entre progresso e consumo x natureza e sustentabilidade).
Algumas palavras-chave: ruralistas (latifundiários/ grandes proprietários, por exemplo) e ambientalistas; APPs (é assim que se escreve o plural da sigla, sem o apóstrofo!) = Áreas de Preservação Permanente; zonas de Reserva Legal; suposta ?anistia? aos desmatadores.
RIO +20: Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (CNUDS); objetivodiscutir sobre a renovação do compromisso político com o DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL e a chamada ?ECONOMIA VERDE?. Lembrar da ecoeficiência e da busca de soluções para o problema do lixo, como o do lixo eletrônico, por exemplo.
* Fontes de energia: o futuro das fontes de energias alternativas no Brasil (eólica e biomassa, além da matriz hídrica).   
6. VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO E LEI SECA
* É uma das principais causas de mortalidade no Brasil; a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) afirma que a utilização de bebidas alcoólicas é responsável por 30% dos acidentes de trânsito; o Brasil possui uma das legislações mais rígidas do mundo com alcoolemia (índice de álcool no sangue) zero e duras penas: multa de R$ 1.915,30, recolhimento da habilitação, suspensão do direito de dirigir por 12 meses, além da retenção do veículo.
7. REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL E IMPUTABILIDADE CRIMINAL
A redução da maioridade penal não é tendência internacional, segundo pesquisa Crime Trends ONU (Tendências do Crime); dualidade: educação que (de)forma x justiça que falha x sistema prisional falido (?escolas do crime?); mostrar os 2 lados da moeda (os prós e os contras), mas escolher um deles.
8. COTAS RACIAIS E SOCIOECONÔMICAS
* Das 2.341 instituições de ensino superior no Brasil, públicas e privadas, apenas 59 serão afetadas pela Lei de Cotas (as federais, alguns cursos técnicos de ensino médio e profissionalizantes ligados ao Ministério da Educação); por unanimidade, os ministros do STF votaram a favor das cotas raciais em universidades públicas. Quem é contra, diz: ?Se tivéssemos um ensino básico decente, esses alunos conseguiriam competir de igual para igual com os alunos das particulares. Mas é claro que é mais fácil criar cotas do que investir na base?. E aí? ?Todos são iguais perante a lei?? (Constituição Federal 1988)
9. CONSTITUIÇÃO DE 1988 ? 25 anos

* Conhecida como Constituição Cidadã e considerada a mais democrática da história; em meio ao processo de transição democrática do país após 21 anos sob o regime militar, a Constituinte foi palco de intensos debates, conflitos, impasses e negociações entre várias forças políticas brasileiras;  

?A Constituição, com as correções que faremos, será a guardiã da governabilidade.? (Ulysses Guimarães)

* Direitos Sociais: o pagamento de hora extra, férias remuneradas, igualdade de direitos entre trabalhadores rurais e urbanos; proibição de discriminação contra portadores de deficiência; definição da jornada de trabalho em 44 horas; licença-maternidade de 120 dias; licença-paternidade, o direito de greve, entre outros; voto facultativo aos jovens de 16 anos, aos analfabetos e aos maiores de 70 anos.
* O racismo tornou-se crime inafiançável; direitos e garantias fundamentais do cidadão. (lembrar O Artigo 5º da Constituição)
 10. ESPORTE COMO FATOR DE INCLUSÃO SOCIAL
 .
Postar um comentário