NO INICIO DO BLOG

14 de julho de 2014

Dúvida resolvida


Quando um adjetivo exige o uso da preposição de, como fácil de, difícil de, impossível de, passível de, etc., se houver, após a preposição, um verbo no infinitivo, essa junção - adjetivo + de + infinitivo - é apassivadora, ou seja, já indica que há um elemento sofrendo a ação do verbo no infinitivo. Por isso, não se deve usar outro elemento apassivador, como o pronome se ou o verbo ser acompanhado de outro verbo no particípio (ser + -ado ou -ido. Por exemplo:



- São testes fáceis de se resolver. (ERRADO)

- São testes fáceis de se resolverem. (ERRADO)

- São testes fáceis de serem resolvidos. (ERRADO)

- São testes fáceis de ser resolvido. (ERRADO).



- São testes fáceis de resolver. (CERTO)



Na frase apresentada, o adjetivo impossível qualifica o pronome indefinido algumas, que, por sua vez, substitui o substantivo situações. A regra é a mesma, portanto o adequado é o seguinte:



- O estresse pode ser causado por várias situações do nosso cotidiano, inclusive algumas impossíveis de evitar
Postar um comentário