NO INICIO DO BLOG

26 de julho de 2014

Para os concurseiros - redação

Como fazer uma boa Redação

Escrevendo RedaçãoUma boa redação é aquela que permite uma leitura prazerosa, natural, de fácil compreensão, e que o leitor se sinta impactado. Para fazer bons textos é fundamental ter o hábito de leitura, e utilizar todas as regras da Língua Portuguesa, e as técnicas de redação a seu favor.
Saber escrever é algo de grande importância, principalmente para redigir uma boa redação em concurso público. Saber se expressar de forma adequada e precisa, respeitando a ideia solicitada na prova e as normas da Língua Portuguesa, pode ser complexo para algumas pessoas, mas seguindo algumas dicas de redação é possível aprender a redigir bem.

Aprenda as principais dicas de redação:

» Organize seus argumentos sobre o tema proposto, e os escreva de forma compreensível. Organize os argumentos de forma crescente, ou seja, deixe o argumento mais forte para o final;
» Em dissertações que é necessário defender algo, não fique "em cima do muro", coloque claramente sua posição, pois muitas vezes estão interessados em avaliar sua capacidade de opinar, refletir e argumentar;
» Escreva com clareza;
» Seja objetivo e fiel ao tema;
» Escolha sempre a ordem direta das frases;
» Evite períodos e parágrafos muito longos;
» Elimine expressões difíceis ou desnecessárias do texto;
» Não use termos chulos, gírias e regionalismos;
» Esteja sempre atualizado em tudo que acontece no mundo;
» Além dessas dicas, é preciso saber principalmente as regras de Acentuação Gráfica, pontuação, ortografia e concordância.

Clareza e Simplicidade

Evite o uso de palavras rebuscadas, longos períodos e prefira argumentar de maneira simples e organizada. A clareza de uma redação se dá no momento em que você apresenta seus argumentos e ideias para que seu leitor compreenda a mensagem do texto de forma clara.

Objetividade

Não dê voltas no texto e evite repetir as palavras; diga apenas o que é importante para seu tema e sua redação. Quanto mais conhecimento você tiver, mais termos poderá usar no texto.

Coerência Textual

A coerência é um item extremamente importante para escrever uma boa redação para concursos ou qualquer processo seletivo. O texto corresponde a uma estrutura, com uma ordem de ideias e o tema deve ser explicado apresentando teses, causas e consequências em uma sequência lógica.

Evitando as contradições, você deixará seu texto coerente e com estruturas lógicas e coerentes com o uso de conectivos, preposições, verbos, etc. Um erro que acontece muito nos textos feitos nas redações de concursos públicos é usar comentários aleatórios em determinado parágrafo, sem respeitar a estrutura dos argumentos. Evite comentar vários assuntos ao mesmo tempo e acabar fugindo do tema principal.

A melhor maneira de evitar a fuga ao tema e um texto confuso é planejar seus argumentos e escrever um texto que relacione esses assuntos. Não jogue vários temas acreditando que o leitor e examinador irão compreender o que está escrito. Use a coerência a seu favor.

Estrutura da Redação

Um texto é composto de três partes essenciais: introdução, desenvolvimento e conclusão. O correto é haver um elo entre as partes, como se formassem a costura do texto. Na introdução é onde o tema abordado é apresentado, não deve ser muito extensa, e aconselha-se que tenha apenas um parágrafo de quatro a seis linhas. O desenvolvimento é o “corpo” do texto, a parte mais importante dele. É onde se expõe o ponto de vista, e argumenta de uma forma lógica para que o leitor acompanhe seu raciocínio. Nesta parte do texto faz-se uso de, no mínimo, dois parágrafos. A conclusão é o fechamento. Mas é válido lembrar que a introdução, desenvolvimento e conclusão são ligados e dependentes entre si para que a coesão e coerência textual sejam mantidas e o texto faça sentido.

Etapas da Redação

Chuva de Ideias

Em alguns minutos, respeitando seu tempo e o prazo dado para fazer a prova de concurso público, anote todos os assuntos que surgirem na sua mente e que estão relacionados ao tema. Não tenha receio e escreva tudo. Após esse processo, separe 4 ou cinco que considere mais importante de acordo com o tema em que irá trabalhar.

Elaborando o Rascunho

Comece a escrever o rascunho da redação, buscando apresentar a opinião do seu texto sobre o tema logo no primeiro parágrafo, ou seja, na introdução. Evite o uso de clichês e jargões utilizados exaustivamente. No desenvolvimento, argumente sua redação com hipóteses, fatos e citações, sempre de forma consistente, organizando os assuntos nos parágrafos de desenvolvimento. Na conclusão do texto, apresente uma solução ou reforce sua tese.

Revisando seu Rascunho

O ideal é adiar a revisão de seu rascunho, porque a leitura excessiva dos parágrafos faz com que você deixe passar alguns erros. Portanto, resolva algumas questões da prova e depois volte para corrigi-lo.

Redação Definitiva

A legibilidade de sua redação é essencial para que ela seja lida, compreendida e corrigida pelo examinador. Respeite os recuos, margem e alinhamento do seu texto. As palavras erradas devem ser grafadas com apenas um traço simples, sem muitas rasuras.
Veja mais dicas para redigir um bom texto de redação para concursos:
  • Leia muito, a leitura enriquece o vocabulário, você olha visualmente as palavras e envia para a sua memória a forma correta de escrevê-las;
  • Treine fazer redação com temas que poderão estar relacionados com as provas de concursos públicos ou então faça com temas da atualidade, e notícias constantes nos meios de comunicação;
  • Seja crítico de si mesmo, revise os textos de treino, retire os excessos, deixe seu texto “enxuto”;
  • Cronometre o tempo que é gasto nas suas redações de treino e tente sempre diminuir o tempo gasto na próxima;
  • Não ultrapasse as margens, nem o limite de linhas estabelecidas na prova;
  • Mantenha o mesmo padrão de letra do início ao fim do texto. Não inicie com letras legível e arredondada, por exemplo, e termine com ela ilegível e “apressada”, isso dará uma péssima impressão para o examinador da banca quando for ler;
  • Não faça marcas, rabiscos, não suje e nem amasse sua redação; Tenha o máximo de asseio possível;
  • Faça as redações de provas anteriores do concurso que você prestará;
  • Fique focado no enunciado que a banca está pedindo, não redija um texto lindo, mas que está totalmente fora do tema. Nunca fuja do tema proposto;
  • Tenha seus argumentos fundamentados. Seja coeso e coerente;
  • Evite o uso de abreviações. Ex.: "Vc" "pq";  
  • Use um estilo de escrita o mais simples possível, evitando assim o uso de palavras demasiadamente rebuscadas;
  • Evite o uso de aliterações. Ex1.: O rato, roeu a roupa do rei de Roma. Ex.2: Anule aliterações altamente abusivas;
  • Nunca esqueça as letras maiúsculas;  
  • Evite lugares-comuns, ditos populares, jargões e clichês. Ex.: Foge da matemática como o diabo foge da cruz;  
  • Evite o uso de parênteses;  
  • Estrangeirismos também devem ser evitados. Ex.: Deixei um scrap (recado) na geladeira;  
  • Gírias nem pensar, muito menos escrever;
  • Palavras de baixo calão poderão acabar com seu texto;  
  • Nunca generalize, você passará a impressão ao leitor que não domina o assunto abordado;  
  • Evite repetições, confira sempre o texto e verifique se a mesma palavra aparece muitas vezes e procure cortá-la ou substituí-la por sinônimos;  
  • Não abuse das citações, procure mostrar ideias próprias, originais. Ex.: Como diria o famoso poeta "....." ; 
  • Frases ou raciocínios incompletos causam péssima impressão;  
  • Não seja redundante fazendo círculos em torno do mesmo assunto;  
  • Procure ser o mais específico possível;  
  • Frase com apenas uma palavra não fica bem;  
  • Evite o uso de voz passiva. Ex.1: Pedro foi ferido pelo animal. Voz Passiva Ex.2: O animal feriu Pedro. Voz Ativa;  
  • Use a pontuação corretamente;  
  • Não faça uso de perguntas retóricas, ou seja, não pergunte o óbvio;  
  • Se for utilizar siglas, coloque o significado por extenso e a sigla entre parênteses, apenas na primeira vez em que ela for citada, depois utilize somente a sigla. Ex.: Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT);  
  • Evite exageros nas suas palavras;  
  • Evite mesóclises. Ex.: Se possível, contar-vos-ia o que se passou;  
  • Procure não fazer analogias. Ex.: Todos os seres vivos crescem. (A árvore, por exemplo, é um ser vivo. Tem metabolismo, reproduz-se, e cresce.) O ser humano também é um ser vivo e, por isso, o ser humano também cresce;  
  • Não abuse das exclamações;  
  • Não escreva frases, nem parágrafos demasiadamente longos, procure ser o mais claro e objetivo possível na exposição de suas ideias;  
  • Seja sempre incisivo e coerente;  
  • Procure escrever as palavras de maneira correta, seja assertivo na ortografia. Dica: Na dúvida, não escreva a palavra, ou então procure escrever um sinônimo.
Algo comum no mundo dos concurseiros é o grande temor pela redação nas provas. Muitas vezes o candidato se prepara para a prova objetiva, e deixa a redação de lado, perdendo grandes chances de passar. A única maneira eficaz de aprender a fazer uma boa redação é treinando. Faça redações sobre diversos temas, leia e releia quantas vezes precisar, e lembre-se: a prática pode levar à perfeição.
Postar um comentário