NO INICIO DO BLOG

28 de janeiro de 2015

Como empregar os porquês - vamos ver????



POR QUE = RAZÃO PELA QUAL
PORQUE = POIS – VISTO QUE – PARA QUE
POR QUÊ = ANTES DE SINAIS DE PONTUAÇÃO
PORQUÊS = MOTIVO (SEGUIDO DE ARTIGO “O, UM”)
Vejamos os exemplos para que você fixe de como empregar os porquês:
POR QUE:
Não sei por que ele não veio. =“Não sei a razão pela qual ele não veio.
Por que não veio? = Razão pela qual não veio?
Note que nem sempre é para perguntas diretas, por isso, basta fazer a troca.
PORQUE:
Porque estava doente, não veio. = Já que estava doente, não veio.
Choveu, porque a rua está molhada. = Choveu, pois a rua está molhada.
Ajoelhou porque fosse curado. = Ajoelhou para ser curado.
Note que a conjunção “porque” pode apresentar ideia de “causa, explicação ou finalidade”. Muito cuidado, pois as conjunções são muito cobradas nas provas de interpretação de textos e também de gramática.

POR QUÊ:
Não veio, por quê?
Só Deus sabe por quê.
Note que mesmo antes do sinal de interrogação, deve-se empregar “por quê”, pois está antes de uma sinal de pontuação.
PORQUÊ:
Diga-me o porquê de tudo. = Diga-me o motivo de tudo.
Quais seus porquês com ela? = Quais seus motivos com ela?
Quando houver o artigo, mesmo antes de pontuação, deve-se empregar o “porquê”: Qual o porquê?
Vamos a uma questão de concurso públicos sobre esse tema:
Observe os seguintes contextos:
I- Não foi lá. Por quê?
II- Porque ele se encontra triste ultimamente?
III- Porque sua esposa foi embora.
IV- Este é o porquê da sua tristeza.
Assinale a alternativa correta:
a) Apenas os contextos I e II estão corretos.
b) O contexto II está incorreto.
c) Os contextos I, II e III estão corretos.
d) Apenas o contexto IV está correto
Postar um comentário