NO INICIO DO BLOG

10 de abril de 2017

Inep Divulga o Edital do Enem 2017 – Confira as Novidades


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou, nesta segunda-feira (10), o Edital do Enem 2017 – Exame Nacional do Ensino Médio. A principal novidade desta edição fica por conta da taxa de inscrição, que subiu mais de 20% em relação ao ano passado, de R$ 68 para R$ 82.
Conforme esclarecimentos do Inep, a elevação da taxa foi feita com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) calculado em 2016 e foi efetivada para abater os custos operacionais da aplicação das provas e das mudanças anunciadas para esta edição. Vale lembrar que a maioria dos estudantes serão isentos e que a arrecadação total não será suficiente para arcar com todos os gastos do exame.
Além disso, o Edital confirmou algumas novidades que já haviam sido anunciadas anteriormente pelo Inep e ratificadas na portaria publicada recentemente. Confira as principais alterações e datas importantes do Enem 2017:
  • pela primeira vez a aplicação das provas ocorrerá em dois domingos consecutivos (5 e 12 de novembro), a partir das 13h30min em cada dia
  • a ordem das áreas também mudou, de forma que no primeiro dia teremos Linguagens, Ciências Humanas e Redação (5h30min) e no segundo Matemática e Ciências da Natureza (4h30min)
  • o período de inscrições ficará aberto de 8 a 19 de maio, até às 23h59. A taxa subiu para R$ 82 e deverá ser quitada até 24 de maio, sendo que a isenção continuará sendo concedida (confira detalhes na sequência da matéria)
  • o exame não será mais utilizado para certificação do ensino médio, que a partir deste ano será feito pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja)
  • não haverá mais o cálculo e divulgação do resultado do Enem por escola, bem como o polêmico ranking do exame
  • os cadernos de provas e cartões resposta serão personalizados, trazendo o número de inscrição e o nome dos candidatos impressos. O preenchimento da frase da capa do caderno de questões continuará sendo obrigatório
  • tempo adicional e atendimento especial deverão ser solicitados no momento da inscrição
  • a divulgação do resultado está prevista para 19 de janeiro de 2018
  • as notas poderão ser usadas normalmente nos programas de acesso ao ensino superior, como Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)

Regras do Benefício da Isenção da Taxa de Inscrição

De acordo com o documento, terão isenção automática da taxa de inscrição do Enem 2017 os candidatos que vão concluir o ensino médio neste ano em escolas da rede pública; inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) mediante inserção do Número de Identificação Social (NIS); e estudantes que se enquadram na Lei 12.799/2013, que isenta quem possui renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio por pessoa (R$ 1.405,50).
Além disso, os candidatos de baixa renda não inscritos no CadÚnico poderão solicitar o benefício da isenção “em situação excepcional”, conforme explicou o Inep. Para isso, será preciso declarar e comprovar sua situação socioeconômica no ato da inscrição.
Vale reforçar que, o candidato que for beneficiado com a isenção, não comparecer aos dois dias de prova e desejar solicitar nova isenção em 2018, terá de justificar sua ausência no sistema de inscrição (atestado médico, documento oficial judicial ou boletim de ocorrência), caso contrário perderá o direito a gratuidade.
Postar um comentário