NO INICIO DO BLOG

25 de abril de 2017

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO

Os poetas e escritores exprimem seus pensamentos utilizando-se da linguagem literária. Dessa forma, eles buscam nas palavras um significado que, muitas vezes, não é o mais usado. Assim, antes de interpretarmos um poema, por exemplo, devemos lê-lo diversas vezes até conseguirmos entender o que o autor deseja realmente comunicar a partir do que está escrito em seus versos. É preciso sentir o poema para compreendê-lo.

Portanto, leia, com atenção, o soneto abaixo, para responder às questões a seguir:
INGRATIDÃO
Nunca mais me esqueci!… Eu era criança
E em meu velho quintal, ao sol-nascente,
Plantei, com minha mão ingênua e mansa,
Uma linda amendoeira adolescente.
Era a mais rútila e íntima esperança…
Cresceu… cresceu… e, aos poucos, suavemente,
Pendeu os ramos sobre um muro em frente
E foi frutificar na vizinhança…
Daí por diante, a vida inteira,
Todas as grandes árvores que em minhas
Terras, num sonho esplêndido, semeio,
Como aquela magnífica amendoeira.
E florescem em chácaras vizinhas
E vão dar frutos no pomar alheio…

Releia o poema e assinale a alternativa correta, de acordo com o texto:
1. “Amendoeira adolescente” quer dizer:
a. ( ) muda de amendoeira
b. ( ) semente de amendoeira
c. ( ) galho de amendoeira
2. Quando plantou a amendoeira, o poeta era:
a. ( ) adulto
b. ( ) adolescente
c. ( ) criança
3. O poeta utiliza a expressão “mão ingênua e mansa”, porque:
a. ( ) as crianças são ingênuas e mansas
b. ( ) a ingenuidade é característica da adolescência
c. ( ) quem planta uma árvore é ingênuo e manso
4. A “mais rútila e íntima esperança” refere-se:
a. ( ) ao poeta
b. ( ) à criança
c. ( ) à amendoeira
5. “Rútila” significa:
a. ( ) brilhante
b. ( ) distante
c. ( ) verdadeira
6. “As grandes árvores” que o poeta “semeia” são:
a. ( ) as árvores enormes que ele planta mas que dão frutos para os vizinhos.
b. ( ) os grandes sonhos que ele começa a realizar, mas cujos resultados vão beneficiar outras pessoas e não a ele.
c. ( ) os desejos do poeta que não se realizam.
7. Por que o poema se chama “Ingratidão”?
8. Que outro título se poderia dar ao poema? Justifique sua resposta.
9. O poeta não se beneficia com o que ele realiza. Ele faz, e outros colhem os resultados. Transcreva os versos do poema que nos permite esta interpretação.
_______________________________________________________________________
Gabarito:
1. A 2. C 3. A 4. C 5. A 6. B
7. No poema, é a ingratidão o sentimento que predomina, com relação à amendoeira que o poeta plantou e foi frutificar na vizinhança. No poema predomina a ideia de que tudo o que o poeta construiu beneficiou outros e não ele mesmo. A “amendoeira e as grandes árvores” que o poeta “semeou em suas terras” foram ingratas com ele, pois todas deram frutos para outras pessoas e não para ele.
8. O poema poderia ter outros títulos como “Frustração” ou “Decepção”, pois são senti-mentos que as pessoas geralmente sentem em consequência da ingratidão. Na medida em que o poeta realiza alguma coisa, mas não colhe os seus resultados, ele se frustra e se decepciona.
9. “Plantei, com a minha mão ingênua e mansa, uma linda amendoeira adolescente”
“E foi frutificar na vizinhança”
“Daí por diante, a vida inteira, todas as grandes árvores que em minhas terras, num sonho esplêndido, semeio”, “florescem em chácaras vizinhas e vão dar frutos no pomar alheio”.
Postar um comentário