NO INICIO DO BLOG

1 de abril de 2017

INTERVENÇÃO - COMO FAZER

A prova de redação ainda assusta muito o estudante, e não é para menos! A redação é um caderno individual que vale 1000 pontos, o que representa 20% da nota do exame. Estudantes que garantem uma boa nota na prova de redação conseguem aumentar bastante a média e, consequentemente, garantir uma vaga em uma boa universidade pública. Por isso sempre falamos: estudar redação é muito importante!
122399237
Na redação do Enem são avaliadas cinco competências: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa; compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa; selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação e, por último, elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Hoje iremos falar da quinta competência, que é a elaboração da proposta de intervenção para o problema abordado. Você sabe como elaborar uma boa proposta de intervenção? O que é necessário abordar para garantir os 200 pontos?
– Direitos humanos
Se a proposta de intervenção apresentar qualquer frase que desrespeite os direitos humanos, o estudante zera a redação inteira e não somente esta competência. Elaborar uma proposta que faça diferenciações entre pessoas devido classe social ou gênero, por exemplo, fere os direitos humanos e é zerada.
– Atualidades
O Enem costuma cobrar temas de atualidade relacionados ao aspecto social na redação. E para que o estudante consiga argumentar e elaborar a proposta de intervenção para o tema abordado é primordial (na verdade obrigatório) que ele acompanhe o noticiário, leia livros, jornais ou sites de notícias. Do contrário, não conseguirá escrever um bom texto e propor soluções viáveis para o problema.
– Coerência na sugestão
A proposta de intervenção deve ter vínculo com a tese e ser coerente com os argumentos usados na redação. Fique ligado, pois o texto precisa ter um encadeamento lógico.
– Detalhamento
A proposta bem elaborada deve conter um detalhamento do que fazer, como fazer, os meios e os participantes da proposta.
– Viabilidade
A proposta apresentada deve ser executável, ou seja, possível de ser realizada. Não adianta apresentar soluções utópicas e fantasiosas, pois elas não serão realizadas.

redacao-enem-2011-notas
Para análise, separamos algumas propostas do tema do Enem 2015: A persistência da violência contra a mulher. Veja:
Exemplo 1
“Portanto devemos ter respeito com a mulher do nosso país, porque mulher é ser humano igual a qualquer um.”
O estudante não desenvolveu uma intervenção, não há uma sugestão de plano para a solução do problema. A proposta é insuficiente e mal desenvolvida. Uma proposta de intervenção bem construída, além de estar articulada ao texto, deve conter um detalhamento do que fazer, como fazer, os meios e os participantes da proposta.
Exemplo 2
“Deve-se ter em mente o quão prejudicial isto é perante a sociedade feminina, sabendo que apenas uma revisão dentro da Constituição Federal poderia ser uma grande ajuda para a solução do feminicídio.”
O estudante fez apenas um esboço da proposta de intervenção. Ele utiliza apenas um agente para a solução do problema, mas não diz como fazer, os meios para fazer e quem mais poderia participar da proposta de solução. Que tipo de revisão seria feita na Constituição? O que deveria ser proposto? Quais seriam as mudanças?
Exemplo 3
“A mulher tem força, coragem e determinação como o homem pode ter. Ela é capaz do que o homem é capaz, isso simplesmente porque ela também é humana! É preciso que a sociedade deixe isso de lado e lute contra qualquer tipo de discriminação. Todos devem ser vistos de forma igual perante à lei e aos olhos de outros também.”
Neste caso, não houve uma proposta de intervenção para o problema abordado. O estudante não apresentou medidas concretas de solução para o problema.
Exemplo 4
“Diante disso, para que as leis tenham maior efeito devemos mudar esse pensamento antigo de inferioridade, com o apoio do Governo. ONG´S devem reeducar presidiários e promover campanhas no país, chega de violência.”
Ao elaborar proposta de intervenção, é preciso identificar agentes e ações que serão promovidas. A sugestão deve ter articulação com o que foi discutido ao longo do texto. De que maneira reeducar presidiários se encaixaria dentro do tema? O estudante precisa explicar melhor. E, lembrem-se, a solução sempre deve conter um detalhamento do que fazer, como fazer, os meios e os participantes da proposta.
Exemplo 5
“Torna-se evidente, portanto, que a violência contra a mulher ainda é grande no Brasil. Para que isso mude, o governo deve aumentar a pena para qualquer tipo de violência, tornando esse crime inafiançável. Ademais, a sociedade civil precisa pressionar o Legislativo para a aprovação da lei que equipara os salários entre os sexos, por meio de petições, abaixo-assinados e manifestações. Afinal, todos são iguais perante a lei, como diz a Constituição.”
O estudante conseguiu propor uma solução e envolver todos os agentes. Ele fala da necessidade de mudanças na lei, por exemplo, e de como a sociedade civil deve pressionar o governo para que ocorram mudanças. O aluno conseguiu detalhar a solução, e disse o que fazer, como fazer, os meios e os participantes da proposta.
Exemplo 6
“Ainda que com novas leis e manifestações a favor do sexo feminino, algumas iniciativas devem ser tomadas como, projetos exigindo a participação de mulheres na oferta de trabalho tenha o mesmo percentual que o dos homens. Além disso, incentivar ainda mais a população a denunciarem casos de violência em suas localidades. Porém, sem esquecer de ensinar aos estudantes, desde o ensino fundamental, a importância da igualdade entre os sexos e que o pensamento machista é retrógrado.”
A proposta de intervenção necessita de um detalhamento maior. Como o projeto exigindo a participação das mulheres deveria ser feito? Quem seria o responsável? Quais seriam os meios?
Postar um comentário